Aprenda a utilizar quadros na decoração da forma mais eficiente

A utilização de quadros faz muita diferença na decoração de nosso lar. Paredes vazias passam a sensação de que falta algo no ambiente. Paredes preenchidas são um detalhe que ajuda a transformar nossa casa em um lar. Expor fotos, pôsteres, imagens ou pinturas que gostamos, além de embelezar o ambiente, reflete nosso gosto e a nossa personalidade.
O problema é que, como tudo mais, podemos melhorar ou piorar a decoração de nossa casa com o uso de quadros. Molduras mal escolhidas, desproporcionais ao tamanho do quadro ou em estilos totalmente incompatíveis com a imagem, quadros com o tamanho desproporcional ao tamanho do espaço disponível na parede, informação demais, imagens conflitantes estão entre os erros mais comuns, que prejudicam a utilização desse recurso na decoração. São vários os itens a serem observados na escolha e colocação de quadros.

Invariavelmente, quando procuramos por ajuda pesquisando na internet sobre o uso de quadros na decoração, encontramos muitas dicas de como dispor os quadros nas paredes e de como escolher tamanhos compatíveis com o espaço. Portanto não vamos abordar esse assunto aqui nesse texto, nosso enfoque será outro. Queremos ressaltar a importância de que suas escolhas acabem ficando harmônicas e proporcionais. A regra clássica, de posicionar os quadros na altura dos olhos é importante, mas não é obrigatória. Pode-se colocar quadros apoiados no chão, ou até mesmo bem altos, acima da altura média das pessoas, em ambientes com pé direito alto. Essa decisão depende da impressão que queremos causar e do formato do ambiente que vamos decorar.

Um cuidado muito importante que devemos ter ao distribuir quadros em um ambiente é o de procurar não misturar pinturas, gravuras, pôsteres e fotos. Ao colocar um pôster junto a uma pintura, você estará desvalorizando o trabalho do pintor, uma pintura é uma obra exclusiva, só você tem, portanto deve valorizá-la. Por isso, crie nichos separados no ambiente, procure agrupar os quadros por tipo de trabalho. Se você observar atentamente a maioria das imagens publicadas nos artigos sobre distribuição de quadros, perceberá que essa regra geralmente não é especificada claramente, mas perceberá também que geralmente é seguida.

Se algum quadro tiver um significado especial para você, procure um espaço onde ele possa ser colocado sozinho, em destaque, para ser apreciado em sua totalidade. Quando você mistura vários quadros, o apelo decorativo fica bonito, porém o conjunto é mais observado do que cada quadro individualmente, chama mais a atenção que quem olha o todo e não a beleza individual de cada quadro.

Se você está pensando em ocupar suas paredes, mas não quer gastar muito, recomendamos também a leitura do texto “16 ideias para incrementar a decoração utilizando fotos“, que publicamos aqui no blog “Lar, Doce Lar”.

Se você gostou desse assunto, provavelmente também vá gostar dessas outras postagens:
Dicas de decoração de quarto de casal
Decoração, acerte nas cores
Bom gosto, você tem?
Selecionamos 20 quartos criativos para você se inspirar
A importância dos detalhes na decoração
Vasos autoirrigáveis
32 ideias de lareiras externas
Você mora em uma casa ou um lar?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *