Chocolate melhora o funcionamento do cérebro

Uma excelente notícia para os apaixonados por chocolate, uma pesquisa americana que analisou a alimentação de mil voluntários durante um período de 30 anos, foi analisada na Austrália, e concluiu que consumir chocolate uma vez por semana melhora o desempenho do nosso cérebro. A análise da pesquisa refere que o consumo de qualquer tipo de chocolate é benéfica para o funcionamento do cérebro.

A realização da análise foi liderada pela pesquisadora Georgina Crichton, da Universidade do Sul da Austrália e baseou-se em uma pesquisa que se iniciou na década de 1970, nos Estados Unidos, chamada Maine-Syracuse Longitudinal Study (MSLS), realizada pela Universidade do Maine e o Instituto Luxemburgo de Saúde, com o objetivo de observar a relação entre a pressão sanguínea das pessoas e o desempenho do cérebro. Durante 30 anos, cerca de mil pessoas foram acompanhadas, registando diversas variáveis sobre elas, desde a alimentação à saúde física e emocional de cada um.

“O chocolate e os flavonoides do cacau eram associados à melhoria de uma série de problemas de saúde desde muito tempo, e os benefícios cardiovasculares já tinham sido identificados, mas sabíamos muito menos a respeito dos efeitos do chocolate a nível cognitivo e de comportamento”, explicou Crichton. “Nós procuramos observar se o consumo de chocolate estaria associado as funções cognitivas (memória, concentração, lógica e processamento das informações).

Dos mil indivíduos que participaram no MSLS, descobrimos que aqueles que consumiram chocolate pelo menos uma vez por semana obtiveram um melhor desempenho em várias tarefas cognitivas, comparando com aqueles que comeram chocolate menos do que uma vez por semana”, acrescentou. Essas tarefas incluem, por exemplo, a memória verbal, a memória e a organização visual e espacial, o pensamento abstrato, a retenção de informações e a capacidade de recordar situações ocorridas há mais tempo.

“À exceção da memória, esta relação entre o consumo de chocolate e as funções cognitivas não foi afetada por outros fatores, como a idade ou o estilo de vida de cada voluntário, nem mesmo pelo consumo de outros alimentos. Isto significa que, independentemente do nível de glicose ou colesterol, ou de outros fatores, como a idade, os benefícios do chocolate a nível cognitivo se mantém”, concluiu a investigadora.

Georgina salientou ainda que os estudos anteriores que relacionaram chocolate com desempenho cognitivo analisaram sobretudo os efeitos imediatos deste consumo, enquanto o estudo capitaneado por ela focou-se no consumo no longo prazo.

Outra boa notícia é que anteriormente os pesquisadores davam mais ênfase ao chocolate amargo, desta vez a análise considerou qualquer tipo de chocolate consumido, tanto o mais escuro como o ao leite e todos eles tiveram resultados positivos. Apesar das boas notícias para os amantes de chocolate, a pesquisadora alertou que o consumo de chocolate deve estar sempre associado a um estilo de vida saudável e a uma dieta equilibrada, nunca ultrapassando o consumo recomendado de calorias diárias.

Se você gostou dessas dicas, provavelmente também vá gostar dessas:
Vitamina C previne doenças cardiovasculares
12 plantas que nos ajudam a dormir melhor
5 plantas para cultivar dentro de casa
Conheça o apaixonante kit para as crianças amarem plantar
10 motivos para usar vasos autoirrigáveis
Conheça a dieta que previne doenças e atrasa o envelhecimento

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *