Como fazer seu cachorro parar de latir dentro de casa

Quem nunca passou na frente de uma casa ou de um prédio e ouviu um cachorro dentro do imóvel latindo sem parar? Qual dono de cachorro nunca passou por isso? Se você tem um cachorro e uma das coisas que você mais grita é “Para!”, talvez as dicas a seguir possam te ajudar (e muito!).

Antes de mais nada, você sabe porque cães latem? Cachorros podem latir por diversas razões, seja para tentar chamar alguém para brincar, para sinalizar que eles estão se sentindo ameaçados, para enfrentar perigos que eles identificaram ou simplesmente para conseguir a sua atenção. As vezes eles latem simplesmente porque estão estressados ou entediados. Na verdade, os donos de cachorros normalmente aprendem a identificar os latidos de seus cães com o tempo: um latido para brincar normalmente é um pouco mais agudo e rápido do que um latido ameaçador. Já um cachorro entediado por latir repetidamente no mesmo tom por um longo período de tempo. Cães que estão sofrendo de ansiedade por estarem separados de seus amigos humanos tem um latido desesperado.

Normalmente os cachorros correm para a porta ou para a janela de casa assim que percebem algum barulho estranho vindo do lado de fora. Muitas vezes quando a fonte do barulho cessa o cachorro simplesmente desiste de latir e volta ao que estava fazendo antes. Mas e por que os cachorros fazem isso? Na verdade é difícil dizer. Talvez tenha algo a ver com seu instinto territorial e sua necessidade de demonstrar sua presença naquele território. Talvez seu cachorro tenha simplesmente se assustado. Ou, ainda, talvez ele esteja externalizando a sua frustração por não conseguir alcançar a fonte do barulho.

Mas e como fazer seu cachorro parar de latir dentro de casa?

  1. Evite gritar, xingar e causar mais agitação: Você já deve ter percebido que simplesmente gritar com o seu cachorro não muda muita coisa. Talvez ele até pare de latir naquele momento, mas ele vai voltar a latir assim que receber um novo estímulo. É muito mais fácil manter seu cachorro relaxado garantindo um mínimo de exercício físico e mental todo dia. Assim, se o seu cachorro estiver muito agitado, permaneça tranquilo e fale com ele em um tom baixo. Agitação tende apenas a gerar mais agitação;
  2. Bloqueie a visão do seu cachorro: se o seu cachorro costuma latir para a rua a partir da janela, feche as cortinas ou a persiana daquela janela. Pense na possibilidade de instalar um portãozinho que evite que seu cachorro alcance a parte da casa ou do apartamento que fica mais próxima da rua quando você não está em casa, seja a porta de entrada ou alguma das janelas;
  3. Bloqueie os ruídos externos: tente camuflar os sons da rua com barulhos de dentro da sua casa. Estes barulhos não irão agitar tanto o seu cachorro como os barulhos vindos da rua. Você pode fazer isso com o barulho constante de um ventilador, da televisão, de um rádio ou de sua playlist preferida;
  4. Parabenize e premie seu cachorro quando ele não latir: Se você perceber que seu cachorro se confrontou com uma situação na qual normalmente ele teria latido e ele decidiu não latir, comemore! Parabenize, faça carinho e lhe dê um petisquinho comemorativo. Os animais tendem a aprender muito mais fácil por estímulos positivos (como prêmios) do que com estímulos negativos (punições);
  5. Evite coleiras anti-latidos: existem no mercado algumas coleiras que reagem a latidos. Algumas delas dão um pequeno choque no seu animal e outras lançam um jato de citronela (que é um perfume que não agrada muito aos cães). Entretanto, você deve evitar este tipo de apetrecho por uma série de razões. Primeiro porque eles não resolvem a raiz do problema, que é entender e tentar resolver o motivo pelo qual o seu cão está tendo esses acessos de latidos. Segundo porque estes produtos podem parar de funcionar corretamente – você não gostaria que seu bichinho tomasse choques constantes de uma coleira, correto? Terceiro, porque eles podem ser ativados por barulhos que não foram produzidos pelo seu cão. Quarto, porque como falamos, cães aprendem muito melhor com incentivos positivos do que negativos.

Você tem esse problema em casa? o que acha de tentar essas soluções?

Se você gostou desse assunto, provavelmente também vá gostar de ler sobre esses:
Animais de estimação contribuem para diminuir o estresse
A casa e os animais de estimação
9 coisas em sua casa que poderão deixar seu animal de estimação doente
Cachorros e Jardins Combinam?
14 alimentos que jamais devem ser dados para cães
Saiba que plantas você deve evitar se tiver animais em casa

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *