Saiba quais são os sinais precoces de pressão alta

Costumamos ler e ouvir que a pressão alta é uma doença silenciosa, ou seja, sem sintomas aparentes e que a maioria dos pacientes hipertensos não sente absolutamente nada. Mas a verdade é que nosso corpo emite os sintomas sim, porém eles vão aumentando com o decorrer do tempo. Nosso organismo vai se acostumando com os sintomas da pressão alta de modo que na maioria das vezes não percebemos seu agravamento, dai vem a expressão de “doença silenciosa”.

Você pode informar-se melhor sobre esse assunto lendo textos como esse, porém, salientamos que jamais deve contentar-se apenas com as dicas e sugestões que encontra na internet quando o assunto é a sua saúde. O que listaremos a seguir jamais deve servir como fundamento para deixar de consultar um médico ou para contestar o diagnóstico feito por um profissional da área de saúde.

A hipertensão tornou-se tão comum atualmente que as pessoas muitas vezes esquecem o quão séria tal condição realmente pode ser. A título exemplificativo, apenas nos Estados Unidos 70 milhões de adultos sofrem de hipertensão, o que equivale a 40% da população acima dos 25 anos.

As projeções dos especialistas indicam que em 2025 1 bilhão e 500 milhões de pessoas conviverão com a pressão alta no mundo inteiro, sendo que a hipertensão já é a condição de saúde que mais leva ao óbito e à incapacidade no mundo inteiro. Além disso, a hipertensão é responsável por cerca de 50% das mortes causadas por doenças cardíacas e é uma causa direta de falha nos rins.

Mas afinal, o que é hipertensão? Esta condição de saúde ocorre quando a força da corrente sanguínea nas artérias do corpo humano é muito alta. É uma condição de ocorrência frequente como sinal de estresse, desgaste físico ou outras doenças. Entretanto, se é uma condição recorrente, no longo prazo poderá causar grande degradação aos seus vasos sanguíneos e ao seu coração, podendo ser fatal. A idade, a etnia, o histórico familiar, a dieta e os hábitos possuem grande influência no desenvolvimento desta condição de saúde, mas a maior causa de manifestação de hipertensão é o acúmulo – através de dietas não balanceadas – de gorduras e sódio. Além disso, existem outras causas que provocam a hipertensão, como:

  • Apneia do sono;
  • Problemas renais;
  • Tumores nas glândulas adrenais;
  • Problemas de tireoide;
  • Uso de determinadas medicações, como pílulas anticoncepcionais e descongestionantes;
  • Drogas ilegais, como cocaína e anfetaminas;
  • Uso abusivo de álcool ou alcoolismo.

No longo prazo, a hipertensão pode levar a condições muito médicas sérias, tais como:

  • Problemas crônicos no coração;
  • Síndrome metabólica;
  • Problemas oculares;
  • Aneurismas;
  • Ataque cardíaco;
  • Derrames;
  • Problemas de memórias.

Na maioria das vezes as pessoas que sofrem com pressão alta não experimentma sintomas específicos até que a condição tenha alcançado um nível severo ou de grande perigo à vida. Infelizmente estes sintomas comuns são facilmente confundidos com outras condições de saúde ou simplesmente com o que se espera da idade. Tais sintomas incluem:

  • Confusão mental;
  • Dores no peito;
  • Arritmia cardíaca;
  • Problemas de visão;
  • Apitos nos ouvidos;
  • Fadiga.

Existem outros sintomas mais óbvios, como dores de cabeça, falta de fôlego, sangramento nasal, sudorese, dificuldade para respirar e vermelhidão facial, que normalmente indicam a ocorrência de uma crise hipertensiva severa. Se você tem alguns dos sintomas que relatamos e tem motivos para desconfiar de que pode se tratar de uma condição de saúde mais séria, procure imediatamente um médico para averiguar como anda o seu organismo.

Leia também
Para sermos saudáveis precisamos criar hábitos
Como criar o hábito de caminhar
Jardinagem, o hobby que me encanta!
Praticar exercícios regularmente previne alguns tipos de câncer
Você sabia que escutar Mozart faz bem ao coração?
Caminhar uma hora por dia combate os efeitos causados pelo sedentarismo
12 plantas que nos ajudam a dormir melhor

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *