Tudo sobre ofurô, características e 50 sugestões para instalar o seu

Compartilhe...
Tempo estimado para leitura: 5 minutos

O que é isso? Um barril, uma tina de madeira, uma lavadoura de roupa antiga, uma banheira? Não, isso é um ofurô.

Ao ver a imagem acima, nos dias atuais, com cada vez mais tecnologia moderna e inovadora disponíveis, se você não está familiarizado com essa opção de relaxamento, tradicionalíssima entre os orientais e que vamos tratar a seguir, pode ter até se perguntado isso.

Mas, o que é um ofurô?

O ofurô tradicional é uma banheira de madeira, originária do Japão.

O ofurô original tem o formato redondo e profundidade para um adulto ficar sentado coberto por água até os ombros, porém, atualmente isso não é uma regra obrigatória como veremos a seguir.

Tradicionalmente, o ofurô era usado por toda a família oriental antes de ir dormir. Todos usavam a mesma água, por esse motivo que se criou o hábito de sempre tomar um banho antes de entrar no ofurô. Pela tradição japonesa, o pai é o primeiro a utilizá-lo, seguido pela mãe e depois pelos filhos.

Porque os japoneses têm o hábito de usar o ofurô?

As utilidades do ofurô são: reduzir as dores musculares; relaxar a musculatura; favorecer o relaxamento mental; aliviar o estresse; aliviar os efeitos da TPM; diminuir as dores de cólicas e inchaços; combater a flacidez e a celulite; melhorar a circulação sanguínea; tonificar a pele e ainda melhorar a qualidade do sono.

Esses benefícios podem ser sentidos por todas as pessoas, inclusive pelas crianças. Porém, utilizar um ofurô é diferente de utilizar uma banheira tradicional ou de hidromassagem, existe um ritual e regras importantes que devem ser observados tanto para que se possa usufruir dos seus benefícios, como também para não sofrer consequências pelo seu mau uso.

Conforme escrevemos acima, o ofurô foi projetado para que a pessoa fique sentada, quase em posição fetal, com a água em uma temperatura entre 36º e 40º centígrados, com o objetivo de proporcionar uma sensação semelhante à do ventre materno.

Para usar o ofurô e se beneficiar de suas propriedades terapêuticas, a pessoa deve tomar banho antes e depois ficar com o corpo submerso por um tempo entre 20 e 30 minutos. Ficar submerso por mais tempo do que isso pode provocar hipotermia ou até desmaios.

O água utilizada para e imersão normalmente é preparada com óleos aromatizadores, sais, ervas ou pétalas de flores.



Como escolher o ofurô mais adequado?

O ofurô pode ser instalado tanto dentro como fora de casa. Para escolher melhor local considere as seguintes condições:

1 . Onde você tem um espaço disponível adequado. Ele não precisa ser muito grande, os ofurôs geralmente são pequenos e comportam até 2 pessoas sentadas.

2 . Como providenciar o abastecimento de água quente. Ele usualmente é feito com um aquecedor elétrico ou a gás, com regulagem de temperatura para que a água esteja entre 36º e 40º centígrados.

3 . Como ele será mais útil para o seu uso, na área interna ou externa da casa. Ele pode ser instalado em um dormitório, no banheiro – desde que separado do chuveiro -, em um ambiente próprio para relaxar, ao lado da piscina, na área de lazer, no jardim, essa escolha vai depender de quando você pretende fazer uso do ofurô.

Os ofurôs tradicionais são feitos em madeira, porém existem outras opções, que podem ser encontrados em fibra, louça ou até serem infláveis. Todos têm a mesma função, a sua escolha vai depender do tipo de decoração desejada e do quanto pretende gastar na aquisição.

Os ofurôs de madeira possuem um custo maior do que os de outros materiais, mas são mais arquitetônicos, produzem uma experiência aromática maior porque são feitos com madeiras nobres e possibilitam criar mais facilmente um clima muito mais relaxante e tradicional, um dos objetivos do seu uso.

Porém, os ofurôs de madeira têm uma particularidade a ser considerada. A madeira expande em contato com a água quente e isso evita vazamentos, portanto ele deve ser mantido sempre cheio. Se você optar pelo ofurô de madeira nunca o deixe mais de dois dias sem água, pois isso pode danificar a estrutura de madeira.

Uma outra informação importante caso sua opção seja por um ofurô de madeira. Ele poderá vazar na primeira vez que receber água, isso é normal acontecer, não se preocupe. Isso ocorre porque a madeira precisa inchar e ocupar possíveis frestas.

Se você for manter seu ofurô sempre com água, é indicado usar tampas para proteger a água e evitar a evaporação da mesma e dos produtos adicionados a ela.

Independente do material de como foi produzido o ofurô, tradicionalmente ele é mantido sempre cheio. É recomendável trocar a água do ofurô pelo menos a cada dois meses, entretanto você pode fazê-lo a cada banho, dependendo do tamanho do seu ofurô e se você não se importar com o gasto que isso acarretará.

Se o ofurô ficar sempre cheio, sua água deverá ser tratada como a água de uma piscina. Normalmente, o pH deve estar entre 7,2 e 7,6 e o cloro entre 1 ppm e 3 ppm. Nesse caso, a limpeza interna do ofurô deve ser feita a cada dois meses, quando da troca da água. Para isso, utilize uma escova macia, sabão neutro e água corrente, esfregando suavemente as paredes do seu ofurô.

Os ofurôs de fibra de vidro são mais práticos para manter e não precisam ser mantidos cheios. Se forem pequenos podem ser esvaziados a cada uso.

Atualmente o conceito de ofurô mudou um pouco em relação a sua origem oriental, que é baseado na simplicidade e clima tranquilo e relaxante, muitas vezes até romântico e lúdico. São considerados também ofurôs que não tenham o formato original e que a pessoa fique sentada. Há também ofurôs em diversos formatos e tamanhos, até quadrados, confundindo-se quase com banheiras comuns, mas mantendo o clima relaxante.

Existem ofurôs mais modernos, que, independente do material, podem conter jatos de hidromassagem, cromoterapia e ainda podem ter variações de tamanhos para várias pessoas, sendo mais uma opção de lazer para a família e amigos.

Consideramos que com essas informações você terá condições para escolher o ofurô ideal para sua casa, selecionamos a seguir várias ideias com ambientes e tipos de ofurôs para sua inspiração.

50 ideias de ambientes com ofurô


Se você gostou dessas dicas, certamente também vai gostar dessas outras postagens do “Lar, Doce Lar”:
Banheira simples, de hidromassagem, spa ou ofurô. Qual escolher?
Toalheiros – ideias criativas para guardar ou pendurar as suas toalhas e ainda decorar o seu banheiro
Evite os 10 erros mais comuns na decoração da sala de estar
Toalheiro térmico vale a pena?
Banheiros em preto e branco, você já pensou nisso? Selecionamos 18 ambientes para você se inspirar
Você pretende construir uma pérgola em sua casa? Aproveite essas sugestões
Banheiros cor-de-rosa, dicas e 44 ideias
Saiba quais são os aromas que atraem boas energias

Compartilhe...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *