Como montar um terrário de suculentas

Montar terrários, ou jardins em miniaturas, tem ganhado cada vez mais adeptos, pois, além do resultado proporcionar que os aficionados tenham jardins para embelezar sua casa, principalmente para quem mora em apartamentos com pequenos espaços para jardinagem, a atividade de montar um terrário é uma excelente terapia para aliviar o estresse do dia a dia.

Ao contrário do que muitas pessoas imaginam, para montar um terrário não exige que tenhamos “dedo verde” nem experiências anteriores. Para fazer um terrário basta seguir um passo a passo bem definido e utilizar um pouco de imaginação e criatividade que o resultado será um sucesso. Esse sucesso fica ainda mais garantido se as plantas escolhidas para coexistirem no terrário forem suculentas, pois são plantas muito resistentes, fáceis de plantar e fáceis de manter.

Portanto, se você é inexperiente na montagem de terrários e sonha em ter um para curtir suas suculentas, recomendamos seguir o passo a passo abaixo para garantir que seja uma experiência prazerosa.

Como fazer um terrário com suculentas

Você vai precisar de:

  • Pedriscos (podem ser seixos de rio de várias cores e tamanhos, dependendo do efeito final que você deseja);
  • Carvão vegetal;
  • Substrato ou terra;
  • Areia;
  • Suculentas;
  • Recipiente de vidro (pode ser um aquário, um pote de conserva, uma jarra, enfim, qualquer recipiente de vidro transparente que você tenha disponível);
  • Enfeites para decorar (você pode utilizar itens naturais, como musgos, ou artificiais, como miniaturas em madeira ou porcelana, por exemplo);
  • Água;
  • Um borrifador.

O passo a passo para criar seu terrário de suculentas segue uma receita como se você estivesse fazendo um bolo em camadas. 

  • Comece acomodando no fundo do recipiente escolhido uma camada de pedriscos. Além de ficar uma camada bonita, principalmente se você escolher pedriscos coloridos, a principal função dessa camada é drenar o excesso de água que eventualmente você coloque em seu terrário para que as suculentas plantadas nele não fiquem inundadas. A altura dessa camada vai depender do tamanho e do formato do seu recipiente, ela pode ter vários centímetros, tome cuidado apenas para que ela não fique muito fina em relação ao tamanho do seu terrário, pois nesse caso ela perderá sua principal função. Você pode também fazer várias camadas com pedriscos de cores diferentes;
  • Sobre a camada de pedriscos, coloque uma camada de carvão vegetal. Existem duas formas nas quais você encontra o carvão vegetal para comprar, em pequenos fragmentos (quase um pó) ou em pedaços um pouco maiores, qualquer um dos dois pode ser usado. O carvão vegetal tem a função de reduzir a incidência de bactérias e fungos no terrário, que podem deixá-lo com aspecto feio e causarem maus odores;
  • Se você vai utilizar musgo em seu terrário, pode também colocar uma camada dele sobre o carvão vegetal, para criar uma barreira entre o substrato e o carvão. Você também pode utilizar uma manta para vasos de plantas sobre carvão. Essa etapa é importante para o caso de você resolver desmontar seu terrário e montá-lo novamente, pois evita que a terra e o carvão se misturem, porém, não é uma camada obrigatória, seu terrário vai funcionar perfeitamente sem sua utilização;
  • Prepare as suculentas. Se elas estiverem em vasinhos, retire-as e desmanche um pouco os torrões de terra, expondo suas raízes. Caso algumas raízes estejam muito compridas, você pode cortar uma parte, isso facilita o plantio e não prejudica a planta;
  • Misture o substrato (ou a terra) com a areia, isso pode ser feito em partes iguais ou com um pouco de substrato a mais que a areia, dependerá da aridez que você queira dar ao solo;
  • Agora faça uma camada de substrato misturado com a areia no terrário;
  • Sobre essa camada, vá acomodando as suculentas de acordo com a disposição que você pretenda dar à elas;
  • Na volta delas despeje mais substrato com areia e com os dedos procure fixar firmemente as suculentas à essa camada;
  • Fixadas as suculentas, você pode acrescentar na sua volta um pouco mais de musgo ou os enfeites que desejar para dar o acabamento ao seu terrário;
  • Seu terrário está pronto. Agora basta você fazer a primeira rega com o borrifador de água, não exagere na água, lembre-se que suculentas sobrevivem com pouca água.

Para manter o seu terrário sempre belo e saudável, escolha um local do ambiente em que as pessoas não fiquem tentadas a ficar mexendo nele constantemente. Ele não precisa receber luz solar direta, mas é interessante que receba um pouco de luz (não fique em escuridão permanente) e seja regado periodicamente. Se você perceber a formação de água no vidro, provavelmente esteja exagerando na água, diminua a quantidade para não apodrecer suas suculentas.

Se você gostou desse assunto, provavelmente também vá gostar dessas outras postagens:
DIY – Terrários – ideias, dicas e o passo-a-passo para montar o seu
Montagem e manutenção de aquários – Parte I
Hobbies caseiros, você curte? Selecionamos 11 para você escolher o seu!
Você sabia que a jardinagem faz bem para a saúde?
DIY – Você curte jardins verticais?
10 motivos para usar vasos autoirrigáveis

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *