48 ideias sensacionais de salas de estar com estilo retrô

Compartilhe...
Tempo estimado para leitura: 5 minutos

A decoração em estilo retrô remete a algumas décadas em que a decoração marcou época. Para quem adora uma decoração romântica, aconchegante e nostálgica é o estilo perfeito para adotar.

Se você é uma dessas pessoas saudosistas, vamos decifrar abaixo todos os conceitos da decoração retrô, além dos conceitos que a decoração vintage abrange, a diferença entre esses dois estilos e ainda trazer dicas e sugestões imprescindíveis para que seu projeto de sala de estar retrô seja um sucesso.

Antes de discorrermos sobre a decoração em estilo retrô vamos procurar esclarecer uma confusão que algumas pessoas fazem sobre diferentes estilos de decoração, que na verdade têm diferenças sutis, mas que mesmo assim não deixam de ser estilos distintos.

Esse erro conceitual inclusive é cometido até por profissionais de decoração. É preciso diferenciar o que é antigo, o que é vintage e o que é retrô.


Qual a diferença entre antigo, vintage e retrô?

Primeiramente vamos nos ater ao que é antigo, na verdade esse não é um estilo de decoração, e quando esse conceito é usado ele está equivocado. Ou seja, não existe um ambiente decorado em estilo antigo, o que existem são ambientes que contém móveis e objetos antigos em sua decoração.

São considerados como antigos todos os móveis e objetos que tenham pelo menos 100 anos de idade. Isso significa que a cada ano que passa novos objetos e móveis passam a ser centenários e, portanto, aptos a receber essa denominação.

Portanto, objetos antigos podem fazer parte de qualquer ambiente sem afetarem o seu estilo, podem estar presentes em qualquer estilo de decoração, seja ele retrô, vintage ou até mesmo contemporâneo, por exemplo.

Dessa forma, vamos deixar de referir ao antigo como estilo de decoração nesse texto, separando-o dessa confusão de conceitos, e vamos nos ater às diferenças entre os estilos retrô e vintage.

Mas qual a diferença entre decoração em estilo vintage e decoração em estilo retrô?

O que é decoração em estilo vintage

O vintage é um estilo de decoração que inicialmente se referiu a um conceito que marcou época a partir da década de 1920 e durou até a década de 1960. Esse estilo característico ficou famoso não só na decoração, mas também na moda.

Ao voltar à moda, décadas depois, esse estilo recebeu o nome de vintage, usando como referência a expressão inglesa: “vint + age”, que já era utilizada pelas vinícolas e que significa, em uma tradução livre, “a idade do vinho”, ou “o ano em que foi produzido um vinho”.

Com o decorrer dos anos, o vintage passou a ser uma referencia a tudo o que ficou no passado, ou seja, peças criadas há pelo menos 20 anos podem ser consideradas como vintage, desassociando o estilo das décadas que originaram o nome do estilo.

Porém, sempre que nos referimos ao estilo vintage, qual o primeiro ambiente que vem à nossa cabeça? Aqueles ambientes com móveis da década de 1960, não é mesmo? Isso é natural, pois são os mais populares entre os admiradores do estilo.

Em resumo, o termo vintage se aplica a objetos clássicos e antigos que foram usado e ainda estão em bom estado de conservação e qualidade.

Simplificando ainda mais, o vintage é um objeto original e com mais de 20 anos de existência – podendo ser um objeto antigo e, portanto com mais de 100 anos -, e que continua na moda (ou retorna à moda de tempos em tempos).

O que é decoração em estilo retrô

A explicação sobre o que pode ser considerado vintage não foi muito complexa não é? Mas se você achou-a complexa, a explicação do que é estilo retrô facilitará muito para entender a diferença.

Retrô pode ser o novo com estilo antigo, ou seja, objetos e móveis recém produzidos (ou não) que fazem uma releitura ou uma referência a estilos antigos. Ou seja, uma peça feita hoje ou a menos de 20 anos inspirada numa peça antiga ou clássica – com mais de 20 anos de criação- , é considerada retrô.

A denominação de estilo retrô na decoração surgiu na década de 1960, na França, como uma abreviação da palavra retrógrado, “para trás” ou “em tempos passados”.

A decoração retrô busca imitar os designs do passado, tendo como foco principal as décadas de 1950 e 1960, porém podendo utilizar objetos novos ou podendo conter alguns que já tenham sido utilizados na época em que foram moda no passado.

Algumas peças retrô são muito populares e podem ser encontradas facilmente em lojas de departamento, como eletrodomésticos coloridos – geladeiras, liquidificadores, telefone e batedeiras -, e móveis com pés palito.

Entendida a diferença? Uma decoração vintage – ou seja, montada exclusivamente com móveis com mais de 20 anos -, sempre pode ser considerada como uma decoração retrô, porém a decoração em estilo retrô não pode ser considerada vintage, se contiver na sua composição também objetos com menos de 20 anos.


O que caracteriza o estilo de decoração retrô

Os modelos de móveis que estavam na moda na década de 1960, como sofás de pés palito por exemplo, são clássicos do estilo retrô, são os chamados ” mobiliários old”.

São aqueles móveis que parecem ser da casa de nossos avós ou de propagandas do passado. Seu design é delicado, com detalhes românticos e com espaços para organizar e armazenar tudo.

O uso de floral em papéis de parede, quadros, sofás, poltronas, mantas e almofadas, por exemplo é outro item muito característico do estilo retrô. As estampas florais também dão o toque romântico, aconchegante e confortável do estilo.

Uso de cores. Nesse item da decoração retrô existem duas linhas claramente distintas. Podem ser usadas cores suaves e pastéis para passar uma ideia mais romântica e delicada ao ambiente. A outra linha usada é de cores intensas e vibrantes, como vermelho, laranja e amarelo, que remete à ideias do “rock and roll” das décadas de 1950 e 1960.

Quanto aos objetos e acessórios de decoração, a ideia é usá-los para remeter o ambiente à nostalgia do passado. Quadros, pôsteres de ícones do passado, bibelôs, e outros objetos floridos e coloridos são característicos da época que queremos retratar.

Enfim, na galeria que selecionamos abaixo para sua inspiração, você vai perceber exatamente essas características. Mesmo em ambientes que pareçam completamente diferentes entre si, está lá algum item que lembra o passado.

Além disso, como você também poderá observar nessa galeria, tanto móveis e objetos antigos, como vintage, por meio de peças autênticas ou objetos retrô, podem ser combinados a uma proposta contemporânea.

Misturar esses objetos com equilíbrio a outros objetos de estilo atual resultará em um projeto sofisticado e cheio de memórias, produzindo um ambiente que não pareça datado ou exageradamente temático, a menos que seja esse o seu objetivo.


Se você está procurando mais dicas para sua casa, aproveite os textos que selecionamos abaixo:
Identifique alguns sinais de que sua sala está precisando ser redecorada
Dando um toque de cor na decoração
16 ideias para incrementar a decoração utilizando fotos
Antes e depois, a incrível transformação de um apartamento
Decoração com paletes: a nova febre de design de interiores
Salas de estar com claraboias, 30 ideias sensacionais e muitas dicas
Decorando com quadros vazios, ideias e dicas
Saiba como perfumar os ambientes da sua casa

Compartilhe...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *