Como iluminar o jardim e as áreas externas eficientemente

Quando planejamos nosso jardim devemos levar em conta que ele pode e deve ser aproveitado e admirado tanto de dia como de noite. Um jardim bem iluminado – ou iluminado estrategicamente -, valoriza muito uma casa.

A iluminação exterior de uma casa deve cumprir três objetivos: permitir a movimentação durante a noite sem problemas, colocar em destaque as características do jardim para criar um universo particular e iluminar o jardim de forma a manter os intrusos fora (se você tem esse objetivo, recomendamos também a leitura do post “Dicas para tornar sua casa mais segura contra intrusos” que publicamos aqui no blog “Lar, Doce Lar”). Para atingir esse três objetivos existem várias áreas chaves a iluminar e pontos de luz específicos que precisam ser colocados. Entenda como fazer isso lendo as dicas abaixo.

Devemos iluminar prioritariamente as zonas de passagem para prevenir possíveis quedas causadas pela falta de visibilidade. Nos lugares de maior circulação de pessoas o ideal é usar iluminação automática, que acenda quando escurece. Nos portões externos e rente aos muros também pode-se usar iluminação acionada por movimento.

Do ponto de vista estético, a iluminação permite-nos melhorar o nosso jardim e o que queremos ressaltar, como fachadas, fontes, estátuas, ou outros detalhes além da vegetação. Para isso devemos definir os lugares ou os elementos que queremos salientar. Uma maneira interessante para definir bem os locais a iluminar é andar pelo jardim a noite utilizando uma lanterna para simular a iluminação, somente após bem definida essa situação instale a iluminação definitiva.

Ao selecionar as luminárias, respeite o estilo da casa e do jardim. Por exemplo, aço inoxidável e peças de design são ideais para uma casa moderna, já alumínio e formas clássicas são ideais para uma casa rústica. As luzes exteriores devem integrar-se harmoniosamente no seu jardim tanto de dia como de noite, ou seja, mesmo durante o período em que permaneçam desligadas as luminárias tem que estar em harmonia com o ambiente.

Iluminação da entrada

É importante prever uma boa iluminação na entrada de sua casa. Você deve ser capaz de enxergar bem quem está a sua porta. O aconselhável é colocar luminárias nas laterais da porta ou uma iluminação descendente centralizada. Se e a entrada é estreita, opte por um aplique descendente equipado com um detector de movimento. Se, pelo contrário, você quiser valorizar uma grande entrada, escolha uma luminária ascendente.

Iluminação das zonas de passagem (caminhos)

Para facilitar o deslocamento é importante clarear os caminhos do jardim. Você não precisa marcá-los com uma luz muito brilhante, a menos que seja uma zona que apresenta uma dificuldade ou um obstáculo significativo. Para a iluminação destas zonas de passagem recomenda-se o uso de postes de luz. A distância entre eles dependerá da potência e da altura dos postes, distribua-os de forma a não deixar pontos escuros.

 
Iluminação da varanda e de pérgolas

A varanda e as pérgolas geralmente são os lugares de descanso e ideais para jantar e receber os convidados, por isso é importante que a iluminação destes espaços seja agradável. Para consegui-lo você pode utilizar luminárias com vidro jateado, que conseguirão o efeito de suavizar a luz ou pontos de luz indireta nas paredes (arandelas).

Iluminação das plantas e detalhes

A iluminação de plantas e canteiros deve ser feita por pontos de luz, pequenas luminárias apoiados no solo apontando para cima em direção ao que se pretende realçar. Prefira lâmpadas que não esquentam para evitar queimar as plantas com o calor.

Se você gostou desse assunto, provavelmente também vá gostar dessas outras postagens:
Cachorros e jardins combinam?
5 plantas para cultivar dentro de casa
Aspidistra, uma planta fácil de cuidar e que se adapta facilmente em ambientes com pouca luz
A importância da adubação de hortas e jardins
Como alegrar sua casa usando plantas na decoração
Belgas criaram uma casa pré-fabricada, autossuficiente e que é instalada em menos de um dia

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *