Estudo afirma que a presença do pai é crucial para a saúde dos filhos

Existem muitas pesquisas e artigos escritos por especialistas sobre a importância da presença constante do pai e da mãe na criação e no desenvolvimento dos filhos, mas essa pesquisa feita por uma universidade canadense, tem um enfoque diferente, seu objetivo foi analisar somente a influência da presença do pai na saúde dos filhos.

Segundo um novo estudo feito pela Universidade de Guelph, no Canadá, os pais, especialmente a figura masculina, têm um papel crucial no desenvolvimento da saúde dos filhos, principalmente na prevenção da obesidade nos mais pequenos.

Os pesquisadores descobriram nesse estudo que os jovens que crescem em famílias estáveis e que têm boas relações com os pais têm uma maior probabilidade de serem mais ativos e de comerem e dormirem melhor, além de registarem uma menor tendência de ser obesos.

Para surpresa dos pesquisadores, o estudo concluiu que, no que diz respeito ao desenvolvimento da obesidade infantil, a relação entre a mãe e o filho (crianças do sexo masculino) tem uma importância muito menor do que a relação entre o pai e o filho. “Muitas das pesquisas realizadas até então sobre a influência dos pais, focou-se na influência da mãe ou na influência combinada dos dois”, afirmou Jess Haines, especialista em relações familiares e nutrição e uma das autoras do estudo. “Os nossos resultados sublinham a importância de examinar a influência do pai no crescimento das crianças e de desenvolver estratégias que ajudam o mesmo a ensinar comportamentos saudáveis”, acrescentou a pesquisadora.

Na realização desse estudo, participaram mais de 3.700 mulheres e 2.600 homens, todos com idades entre os 14 e 24 anos e participantes no “Growing Up Today Study 2“, projeto criado em 1996 para estudar os fatores que afetam o peso e a saúde das pessoas ao longo da sua vida.

 
Todos os anos, aproximadamente 26.000 jovens participam do estudo, através de várias universidades nos EUA. “As conclusões preliminares indicam que a relação entre o pai e o filho tem uma influência mais forte sobre os rapazes do que a relação entre a mãe e a filha tem sobre as moças”, afirmou Jess Haines. “Um nível elevado de problemas familiares pode interferir no desenvolvimento de comportamentos saudáveis, pois estas famílias com problemas tem mais dificuldades em adotar hábitos saudáveis, o que pode levar ao excesso de peso”, conclui a pesquisadora.

O estudo foi publicado no Journal of Behavioral Nutrition and Physical Activity.

Você concorda com a conclusão desse estudo?

Se você gostou desse assunto, provavelmente também vá gostar dessas outras postagens:
10 motivos para usar vasos autoirrigáveis
Jardinagem, o hobby que me encanta!
Dormir sem roupas pode trazer algum benefício?
Hobbies caseiros, você curte? Selecionamos 11 para você escolher o seu!
Como alegrar sua casa usando plantas na decoração
Por que o Desodora funciona?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *