Receita de “sopa fantasmagórica”

Compartilhe...
Tempo estimado para leitura: 3 minutos

Se tem uma situação que costuma gerar um certo estresse na relação entre pais e filhos pequenos é o momento da refeição, quando a criança se recusa a comer o que os pais querem oferecer para ela, não é mesmo?

Alguns pais costumam inventar mil truques para que seus filhos aceitem a comida mais facilmente. Alguns até botam terror nos filhos em um momento de desespero, em função da preocupação de que seu filho possa ficar doente pela má alimentação e falta de nutrientes essenciais para o seu desenvolvimento. 🙂

Como fazer uma sopa atrativa e que a criança queira comer

Com a nutricionista de Algarve, Lillian Ramos a situação não foi diferente, agora que virou mãe, Lillian – que é colaboradora do blog “Lar, Doce Lar” – adotou uma técnica muito interessante para alimentar crianças pequenas, que vamos passar abaixo. Ela criou uma sopa infantil divertida, que também é vegana.

Conforme Lillian escreveu em seu blog Santa Melancia, “Incentivar as crianças a comerem sopa nem sempre é fácil, mas com um pouco de imaginação a coisa vai lá! Inspirem-se nas minhas sugestões que divertem tantos os pequenos como os graúdos!”

A nutricionista de Portugal também atualizou seu perfil em seu blog, que agora está assim: “Olá! O meu nome é Lillian Barros, uma canadiana, criada no Algarve, a construir uma família de alfacinhas. Sou nutricionista, mãe de uma pipoca, grávida de um feijãozinho e dona de um labrador em constante dieta. Apaixonada pela minha profissão, neste blog partilho dicas e receitas deliciosamente saudáveis que inspiram os meus pacientes todos os dias.”

Esse perfil atualizado demonstra que ela não só é apaixonada pela profissão, como também procura praticar o que prega, em função disso, ela está utilizando seu conhecimento profissional para criar sua família.


Mas vamos à receita que prometemos acima, afinal é por ela que você começou a ler esse texto, não é mesmo?

Receita de “sopa fantasmagórica”
Por: Lillian Barros

Ingredientes:
– 1 cebola;
– 1 dente de alho;
– 3 abobrinhas;
– 1/2 couve roxa;
– 500 ml de água;
– 2 colheres de sopa de azeite extra virgem;
– sal marinho a gosto;
– pimenta preta a gosto;
– molho branco de castanha de caju (para desenhar sobre a sopa, pode ser algum outro ingrediente natural claro e com a mesta textura);
– sementes de chia.

Modo de fazer:
– Lavar bem e descascar todos os vegetais;
– Cortar grosseiramente todos os ingredientes e colocar numa panela alta;
– Adicionar a água até cobrir todos os legumes e deixar cozinhar durante cerca de 20 minutos;
– Temperar de acordo com o seu paladar;
– Depois de cozido triturar ou bater no liquidificador para formar um creme sedoso.
– Colocar em uma sopeira e com uma colher de café colocar pequenos círculos de molho branco com cerca de 1 cm de diâmetro sobre o creme;
– Utilizando um palito de dentes desenhar as “perninhas” dos fantasmas, arrastando o molho branco do centro para a base;
– Colocar 2 sementes de chia para fazer os olhos dos fantasminhas e está pronta a surpreender seu filho ou mesmo os adultos.

Lillian Barros é nutricionista clínica em Portugal, apaixonada pela profissão que escolheu e que exerce com todo o carinho e dedicação. É autora do blog Santa Melancia – o Diário de uma Nutricionista, voltado para quem se interessa por saúde e boa nutrição.

Essa postagem teve pequenas adaptações autorizadas pela autora para o Português do Brasil, feitas pelo blog “Lar, Doce Lar” e sua postagem original, escrita em Português de Portugal, pode ser lida aqui.


Se você gostou desta receita, provavelmente também vá gostar dessas outras dicas e receitas:
Aprenda 3 receitas deliciosas de biscoitos de Natal
Quer emagrecer? Pese-se todos os dias
Chocolate melhora o funcionamento do cérebro
Como plantar e cultivar o alho-poró
10 motivos para usar vasos autoirrigáveis
Conheça a dieta que previne doenças e atrasa o envelhecimento
Como tratar e como evitar a obesidade em gatos
Receita de dahl de lentilha

Compartilhe...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *