Você prepara em casa a comida do seu animalzinho? Então leia essas dicas

Seja porque acham o preço da ração alto demais, em função de doenças ou de alergias ou simplesmente porque estão desconfiadas da qualidade e da capacidade de nutrir o seu animal de estimação, cada vez mais pessoas têm optado por preparar as comidas de seus animais de estimação em vez de comprá-las prontas.

Entretanto, se seus animais de estimação estão acostumados a comer somente rações e você está pretendendo substituir sua alimentação, você deve ter muito cuidado ao fazer esta transição, pois os animais de estimação não podem comer muitas coisas que para nós são completamente normais. Por exemplo: você sabia que coelhos e outros roedores não podem comer alface? O alface para animais de pequeno porte pode ser tóxico e até induzir a uma condição conhecida como “doença do sono”, ou ainda você sabia que temperos fortes são muito prejudiciais para cães? Aqui mesmo no blog “Lar, Doce Lar” já publicamos alguns textos sobre esse assunto tão importante para que ama seus pets, como por exemplo a postagem sobre os alimentos proibidos para cães, que pode ser lida aqui.

Se você está pensando em aderir à dieta preparada em casa, sugerimos consultar antes um veterinário, pois ele certamente terá muitas dicas excelentes para instruir nesse processo e lições muito valiosas para o preparo e o acondicionamento da comida. Além das dicas de um profissional, também listamos a seguir algumas dicas que você precisa saber para ter mais confiança ao preparar a comida do seu animal de estimação e estar mais seguro de que não está fazendo mal a sua saúde, tais como:

  • Compre uma panela grande, dessa forma você poderá preparar comidas em grande quantidade, o que além de economizar tempo também representa economia em custos. Isto porque normalmente é mais barato comprar ingredientes em quantidades maiores, e assim você poderá congelar porções e garantir uma grande quantidade de refeições para o seu animal de estimação de uma única vez;
  • Ao comprar fontes de proteína animal, como carnes bovinas, frangos e porcos, dê preferência para aquelas às quais não são adicionados compostos químicos como antibióticos e hormônios. Além disso, se você estiver buscando uma alternativa mais barata, explore opções e cortes de carne pouco consumidos, como fígado e rins (os animais adoram essas carnes);
  • Tenha copos e colheres medidoras. Se você realmente quer garantir que o seu animal de estimação terá refeições balanceadas e nutritivas, você precisa saber exatamente o quanto de cada ingrediente você está acrescentando na comida que está preparando;
  • Invista em uma balança de precisão. Muitas pessoas já possuem balanças de precisão em suas cozinhas, pois são muito utilizadas para medir os ingredientes em gramas para as mais variadas receitas. Cozinhar para o seu pet é uma ciência e deve ser tratado com a devida atenção e respeito – sempre use a balança e tenha certeza que seu animal de estimação está comendo a quantidade adequada de comida (nem mais, nem menos) para o seu peso, tamanho e grau de atividade;
  • Você pode enriquecer a alimentação do seu pet com suplementos vitamínicos e alimentos probióticos, inclusive kefir. Entretanto, sempre consulte um veterinário antes de inserir quaisquer suplementos – sejam farmacêuticos ou naturais, no caso de probióticos – na alimentação do seu animal de estimação;
  • Compre saquinhos de plástico de boa qualidade que possam ser fechados com uma seladora e levados ao congelador. Estes saquinhos certamente poderão ser reutilizados diversas vezes antes que você precise comprar novos;
  • Visite as suas feiras locais e sempre compre os alimentos que estiverem mais baratos. Muitas vezes as feiras vendem legumes e hortaliças por preços muito menores do que os supermercados. E você ainda pode tentar negociar com o feirante para comprar aqueles legumes mais feios que ninguém quer. Apenas tenha certeza de que seu animal de estimação pode comer aquele tipo de legume antes de comprá-lo.

Se você gostou desse assunto, provavelmente também vá gostar de ler sobre esses:
Dicas importantes para quem precisa deixar seu cão sozinho em casa
A casa e os animais de estimação
14 alimentos que jamais devem ser dados para cães
Saiba que plantas você deve evitar se tiver animais em casa
10 passos para preparar sua casa para um filhote de gato
9 dicas maravilhosas para donos de gatos inexperientes

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *