Como retocar a pintura sem pintar toda a parede?

Compartilhe...
Tempo estimado para leitura: 6 minutos

retocar a pintura

Você quer aprender a retocar a pintura sem ter que pintar toda a parede e sem deixar marcas? Então vamos te ajudar. Paredes limpas e bem pintadas valorizam muito uma casa e ainda aumentam o prazer de permanecer em um ambiente, não é mesmo?

Infelizmente o desgaste pelo tempo de uso, furos que ficam aparentes, manchas feitas por crianças, animais de estimação ou arranhões acabam acontecendo. Entretanto, nem sempre o aparecimento desses problemas pode ter atingido uma dimensão que valha a pena repintar toda a parede.

Em casos assim, os retoques na pintura podem ser a melhor solução para prolongar a vida útil das paredes. O problema é conseguir que esses retoques não deixem a parede ainda mais feia e manchada.


Além disso, esse problema de ter de melhorar a aparência de uma parede, também acontece com quem mora de aluguel e está planejando entregar o imóvel e se mudar para outro. Algumas vezes o desgaste da pintura não justifica uma repintura geral, mas se os retoques não ficarem bons o suficientes há o risco da imobiliária não aceitar a entrega.

Por isso, nesse texto vamos procurar a ensinar a melhor forma de retocar a pintura de uma parede de modo que não se perceba que isso foi feito.

Como retocar a pintura da parede da maneira certa?

Retocar a pintura de uma parede pode até parecer simples, mas se você não utilizar as ferramentas e as técnicas certas seu trabalho pode resultar em manchas feias que vão chamar tanto a atenção quanto as manchas e buracos que você pretendeu eliminar.

Itens importantes que você precisa observar antes de começar o retoque da pintura de uma parede

Para que a tinta utilizada no retoque se misture perfeitamente à cor da parede ao redor, você precisa usar a mesma – ou a mais semelhante possível – tinta e aplicadores de tinta (rolos e pincéis) que foram originalmente usados ​​para pintar a parede inteira.

O cenário ideal é que você tenha algumas sobras da tinta e dos aplicadores de quando a parede foi pintada pela primeira vez ou, pelo menos, o código dela. Portanto, sempre que sobrar tinta de uma pintura geral em sua casa, procure acondicioná-la de uma forma adequada. Mas, se não tiver sobrado, pelo menos anote a marca e o código da tinta usada.

Entretanto, se você não tiver certeza de que tinta utilizou, terá que procurar uma tinta correspondente com a mesma cor e brilho. Você poderá tentar fazer isso de três formas.

A primeira forma de identificar a cor da parede é utilizando um aplicativo para celular que tenta identificar a cor aplicada na parede originalmente. Existem vários aplicativos gratuitos que podem combinar a cor da sua parede com uma tinta compatível. Entretanto, essa alternativa não pode não ser a mais adequada, pois a comparação pode não produzir um resultado muito preciso.

Outra alternativa é usando a tecnologia de correspondência de cores

Geralmente as lojas de tintas usam uma análise de espectrômetro para determinar a cor e o brilho da pintura da parede. Entretanto, para usar este serviço, você precisará levar até a loja uma amostra da tinta que deseja combinar. Esta amostra é geralmente uma peça física que você vai retirar da parede, como um quadrado de 2,5 centímetros que terá que tirar da parede.

Sim, você não gostou da ideia, mas fazer isso produz o resultado mais preciso, apesar de você ter que danificar ainda mais a sua parede. Algumas lojas podem analisar uma foto tirada com seu telefone, mas isso pode não ser tão preciso quanto uma amostra física.

A terceira alternativa é conseguir uma cartela de cores e aproximá-la da parede até encontrar a cor mais parecida, porém esteja ciente que nem sempre a cor que está na cartela vai ficar igual depois de aplicada na parede.

Se você não tiver certeza de ter conseguido a cor exata da parede, considere comprar uma latinha pequena da tinta indicada pela loja e faça um teste em um cantinho da parede para observar o resultado.

É importante também considerar que a exposição da tinta ao longo do tempo à luz solar pode alterar muito sua tonalidade. Nesse caso, talvez a solução não seja o retoque, mas uma pintura total.

Sobre o aplicador. Se você não tiver certeza do tipo de aplicador que foi usado, saiba que os rolos geralmente são considerados a melhor opção para retocar a pintura. Rolos menores são os mais recomendados, pois oferecem um nível de de controle e precisão maiores. Além disso, a utilização de pincel pode deixar a marca das fibras, e se esse aplicador não tiver sido utilizado originalmente pode se destacar.

retocar a pintura

Como preparar a área para retocar a pintura

Antes de começar a pintar, você precisará deixar a parede livre de sujeiras, buracos, ranhuras e outras manchas que podem impedir que a tinta adira à parede adequadamente.

Comece limpando os lugares da parede que você vai pintar com uma esponja úmida. Depois seque bem com um pano limpo. Continue limpando a área até que não haja nenhum vestígio de sujeira, graxa ou fuligem.

Caso a área a ser pintada não fique limpa apenas com água ou esteja com gordura, tente utilizar um detergente neutro para melhorar o resultado.

Em seguida, preencha quaisquer pequenos orifícios, cortes ou ranhuras com massa. Para isso, elimine quaisquer superfícies ásperas com uma lixa fina, depois limpe a poeira residual com um pano úmido.

Coloque na ponta de uma espátula a massa e espalhe sobre o local até que esteja completamente preenchido – ele pode ficar um pouco saliente, isso não é um problema. Assim que a massa estiver bem seca, use uma lixa fina novamente para alisar a massa até que fique nivelada com o resto da parede. Limpe novamente a poeira com um pano úmido.

Uma dica importante

Se o buraco que você pretende tapar for muito grande, procure preenchê-lo, antes da aplicação da massa, com cimento, ou algum pedaço de tijolo. Utilizar massa em espaços muitos profundos podem provocar rachaduras e afundamento dela, deixando seu remendo visível.

Antes de pintar, a aplicação de uma camada leve de primer de látex para uso interno pode ajudar a misturar a tinta de retoque na parede ao redor e promover uma melhor aderência da tinta. Use um pincel pequeno para cobrir a área preparada na etapa anterior, tomando muito cuidado para não pintar muito além da área que você está retocando.

Após abrir a lata de tinta, mexa bem para misturar adequadamente todos os pigmentos e ligantes. Você pode misturar manualmente a tinta com uma vareta.

Caso a pintura original tenha sido feita com tinta diluída, você também pode considerar a diluição da tinta para ajudá-la a se misturar melhor na parede.

Como regra geral, a tinta látex deve ser diluída com a adição de água suficiente para perfazer 5 a 10 por cento do volume da tinta, enquanto as tintas à base de óleo devem ser diluídas com a mesma quantidade de aguarrás. Consulte as instruções específicas de diluição fornecidas pelo fabricante da tinta que você está usando. A diluição da tinta clareará levemente a sua cor, teste uma pequena área para a correspondência de cores antes de prosseguir.

Não exagere na tinta

Para aplicar a tinta de retoque não exagere na quantidade. Coloque no pincel ou no rolo tinta apenas o suficiente para cobrir a área de retoque.

Agora vem o grande segredo para um retoque eficiente. Comece a pintar no meio do ponto de retoque e trabalhe até as bordas. Sem recarregar o aplicador, aplique suavidade nas bordas, fazendo movimentos leves que se estendem um pouco além da borda na parede ao redor. Esse enevoamento cria uma transição menos perceptível entre a tinta nova e a velha, o que ajudará o ponto de retoque a se misturar na parede.

Uma última dica, se você for cobrir uma área com menos de 2,5 cm de tamanho, use um pequeno pincel de espuma ou até mesmo um cotonete para aplicar levemente a tinta no local.

Se a área pintada não ficar exatamente igual à parede logo que você pintá-la, não se desespere, deixe secar bem. Quando a tinta estiver seca você conseguirá observar o resultado. Se, mesmo assim, você notar que o retoque da tinta em sua parede não está combinando, o motivo mais comum é porque a tinta em sua paredes pode ter desbotado devido, principalmente, à exposição ao sol.

Se for esse o caso, talvez seja melhor repintar toda a parede, conforme sugerimos acima. Mas se você realizou um teste anteriormente isso não deverá acontecer.


Leia também:
Mitos e verdades sobre o DIY
Decoração, acerte nas cores
Papel de parede, dicas de escolha e instalação
Algumas dicas para facilitar a pintura da sua casa
5 dicas para deixar a decoração da sua casa com a sua cara
Parede pintada pela metade, 22 ideias e várias dicas
10 dicas para o dia a dia, algumas você vai se surpreender por nunca ter feito dessa forma

Compartilhe...

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *