5 passos muito simples e eficientes para melhorar a estética da sua casa

Você acha que sua casa merece uma estética melhor? A sua aparência atual não lhe satisfaz? Então confira essas 5 dicas eficientíssimas para mudar essa situação.

Já comentamos em vários posts, aqui no blog “Lar, Doce Lar”, que seu entorno afeta sua vida mais do que você imagina. Os ambientes que você frequenta praticamente determinam o seu humor e os níveis de sua produtividade. A casa em que você vive deve ser a sua zona de conforto, o local onde você possa sentir-se livre, em segurança e feliz. Se isso não está acontecendo, sugerimos 5 passos para você melhorar sua casa visando atender essa necessidade tão importante.

Para que isso aconteça, é importante que você arregace as mangas e faça isso pessoalmente. É a sua casa e a forma como você se sente em relação a ela que você estará mudando, isso não pode ser delegado a outras pessoas. Aprecie e divirta-se com essas tarefas. Se você seguir os próximos passos em ordem cronológica o resultado será mais eficaz.

1. Busque por inspiração

Você não deve fazer essa mudança porque tem que fazê-la, mas porque quer fazê-la. Melhorar a sua casa requer criatividade e é muito importante que você se inspire. Mesmo que você já tenha algumas ideias sobre por onde você gostaria de começar, você deve verificar se elas são factíveis e qual a melhor maneira para conduzi-las. Dedique algum tempo visitando sites de design e decoração e procurando por inspiração (aqui mesmo no blog existem várias dicas interessantes), observando imagens de casas e avaliando o que é útil ou o que gosta em cada uma delas. Dessa forma, você será capaz de encontrar novas ideias e aperfeiçoar as que já tem.

2. Pratique o desapego

A primeira fase ativa de melhoria de sua casa deve ser o desapego. Como em tudo na vida, você precisa remover as coisas velhas que já não são úteis e dar espaço para as novas. Se há um monte de trabalho a ser feito em sua casa em relação a este passo, você não deve esgotar-se, comece por limpar completamente uma peça por dia, e quando se der conta, já estará tudo feito. O que sobrar deve ser colocado em locais pré-definidos, não deixe nada espalhado pela casa.

Nem tudo o que for descartado por você é lixo, você pode fazer algum dinheiro com alguns itens, pois nem tudo o que não serve mais para você é inútil para todo mundo, muitas coisas podem vir a ser úteis para outras pessoas. Você pode levar itens que tenha valor para um antiquário, pode ofertar outros em sites de trocas ou de produtos usados, pode convidar amigos para escolherem alguma coisa que os atenda, pode tentar trocar por itens que você precise. E, com o que conseguir vender, pode usar o dinheiro para as melhorias que você quer fazer – é possível que praticamente toda a remodelação da sua casa seja financiada pelos itens retirados dela mesma.

 
3. Faça pequenos reparos

Uma vez que sua casa esteja somente com os itens que sejam essenciais para seu uso, é hora de arrumar tudo o que estiver estragado. Se você tem pouca, ou nenhuma experiência nesta área, saiba que não é nada difícil executar pequenos consertos – muito pelo contrário, utilizando apenas um martelo, um alicate e uma chave de fenda, você pode fazer milagres em sua casa. Você sabe melhor do que ninguém o que precisa ser arrumado dentro de sua casa, mas, se você não sabe por onde começar, talvez você deva prestar atenção às suas portas rangendo, por exemplo, ou às janelas e armários que estejam com aquelas pequenas irregularidades irritantes e que você vem adiando encarar há tempo.

Depois de resolver os problemas mais aparentes, você pode verificar se há algum objeto que precise ser restaurado, itens que podem ser usados para personalizar a sua casa e criar novos enfeites, ou recuperar uma velha mesa de café que provavelmente só precise de uma nova camada de tinta.

4. Aplique tinta nas paredes

Mudar as cores das paredes ou simplesmente repintá-las para renovar o ambiente certamente vai levantar muito o astral da casa. Decida se vai fazê-lo você mesmo ou se vai contratar um profissional. Certamente tomar essa decisão depende do seu orçamento, a contratação de profissionais irá poupar seu tempo, mas não o seu dinheiro, e se você mesmo fizer, a satisfação final será compensadora.

Para essa fase você pode consultar um profissional de decoração, que lhe ajudará a escolher as cores adequadas, ou usar as combinações que lhe agradaram em alguma foto ou ambiente visto anteriormente. Temos alguns posts sobre esse assunto, que você pode dar uma conferida, comece por este: “Decoração, acerte nas cores!

5. Adicione toques pessoais

Este passo é geralmente o mais fácil e prazeroso, mas também o mais importante, são as pequenas coisas que fazem de uma casa um lar acolhedor e são os detalhes que vão fazer você se apaixonar por sua casa. No entanto, isso exigirá tempo e algum dinheiro, e nossa sugestão é fazer visitas regulares em mercados de pulgas, onde certamente você vai encontrar um monte de coisas interessantes e baratas. Porém, nem tudo precisa ser comprado, fotos, presentes, lembranças que você tenha guardados, e que encontrou quando executou o passo 2, podem sem bem interessantes para personalizar sua decoração. Sobre esse item publicamos o artigo “A importância dos detalhes na decoração“.

Este projeto de melhoria da casa vai levar algum tempo e esforço, mas não é nada comparado com o prazer que você vai ter para desfrutar ao final do processo. Comece logo e persevere. Vai valer a pena.

Se você gostou dessas dicas, provavelmente também vá gostar dessas:
Dicas de decoração de quarto de casal
Decoração, acerte nas cores
Bom gosto, você tem?
Mesa de jantar – como escolher a sua
5 plantas para cultivar dentro de casa
Vasos autoirrigáveis
32 ideias de lareiras externas
Você mora em uma casa ou um lar?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *