Dicas essenciais e truques para cozinheiros inexperientes

Compartilhe...
Tempo estimado para leitura: 5 minutos

Entre os novos hábitos que estão sendo experimentados por muitas pessoas a partir das novas condições de vida em sociedade, provocada seja em função de uma pandemia ou fugindo da crescente violência urbana, em que muitas pessoas estão preferindo ficar em casa em vez de se divertir em bares e restaurantes, está o de se aventurar na cozinha.

Algumas dessas pessoas, apesar da inexperiência, parecem ter um talento nato para cozinhar. Elas pegam dicas ou receitas e, por sua intuição, já saem fazendo comidas excelentes, mas a grande maioria dos novos cozinheiros fica perdida dentro de uma cozinha.

Uma boa parcela desses novos cozinheiros cria um bloqueio mental com frases do tipo “não sei nem fritar um ovo”.

Se você é uma dessas pessoas que costuma fazer esse tipo de afirmação, saiba que fritar um ovo de forma que ele fique gostoso, bonito e perfeito, é uma das coisas mais difíceis de se fazer na cozinha, mas que, assim como qualquer outra tarefa culinária, para fazê-lo bem feito, basta um pouco técnica e conhecer alguns truques básicos sobre cada alimento.

Para ajudar você nesse bloqueio mental que pode estar impedindo que você se transforme em um monstro da culinária, listaremos abaixo diversas dicas e truques que podem fazer toda a diferença no sabor final de um prato ou que facilitem sua vida na cozinha.

Cozinhar pode parecer complexo, pois envolve muitas tarefas, como temperar, cortar, salgar, picar, descascar, lavar, cozer, enfim, parece ser uma lista interminável, porém, para tudo existem técnicas que simplificam muito essas tarefas e trazem prazer ao ato de preparar um refeição saborosa. São os chamados “Segredos da Cozinha”.



Dicas básicas para cozinheiros iniciantes

# A primeira dica antes de começar a preparação de qualquer prato é fazer o “Mise en place”, termo francês muito utilizado na cozinha, que significa “colocado no lugar” ou “por em ordem”. Evite surpresas, verifique se você tem em casa todos os ingredientes e utensílios necessários para fazer aquela receita e disponha-os sobre a mesa ou balcão da cozinha.

# Como saber se a massa está cozida – se você seguir exatamente o tempo de cozimento que está descrito em todas a embalagens de massas é certo que sua massa ficará perfeita. Mas, se você não tem essa informação, pode descobrir se ela está cozida provando-a. A massa deve estar macia mas ainda firme, sem o gosto de massa crua, o chamado “al dente”, nesse ponto ela pode ser retirada do fogo.

# Se você estiver cozinhando uma massa caseira, coloque um pouco de óleo na água para que ela não grude, massas industrializadas não é necessário acrescentar.

# Ainda sobre massa, assim que você considerá-la pronta, deve “cortar o cozimento”, ou seja, não a deixe na panela com água quente, escorra-a imediatamente, caso contrário ela continuará cozinhando e vai ficar mole e peguenta.

# A primeira vez que você for cozinhar a partir de uma receita, siga-a toda, fazer isso garantirá o sucesso do prato, quando tiver mais experiência você pode até eliminar algumas etapas que julgue não importantes.

# Se você for usar frutas cítricas, saiba que quanto mais lisa a casca de um limão ou de uma laranja, por exemplo, provavelmente mais suco eles terão. Evite utilizar limões e laranjas com a casca enrugada.

# Existem inúmeras técnicas e utensílios para descascar alho, você logo vai descobrir a sua, mas qualquer que seja atécnica escolhida, ao preparar o alho, abra-o ao meio no comprimento e retire aquele miolo longitudinal que ele tem, ele vai ficar bem mais saboroso.

# Se for utilizar pimentões, retire todas as sementes e utilize apenas a polpa, as sementes deixam um amargor desagradável na comida.

# Receitas com pratos que devem ser gratinados (colocado no forno para terminar o seu preparo), mesmo que a receita não especifique, misture um pouco de farinha de rosca com o queijo parmesão ralado e despeje um pouco por cima, isso vai garantir a formação daquela crosta maravilhosa dos gratinados.

# Você salgou um molho e, ao provar, descobriu que exagerou no sal, o que fazer? Coloque algumas batatas cruas inteiras dentro dele para cozinhar junto, elas vão absorver uma boa parte do sal.

# Para conservar os temperos verdes frescos por mais tempo, lave-os bem, escorra-os e coloque-os em um vidro com tampa ou um plástico hermeticamente fechado e guarde na geladeira.

# Uma outra forma de conservar por mais tempo os temperos frescos se eles ainda tiverem raiz, é deixá-los em um lugar fresco em um copo com a raiz mergulhada na água.


# Para retirar acidez da cebola e escurecer um pouco mais o molho, coloque um pouco de açúcar no óleo antes de fritá-la.

# Se o feijão estiver muito aguado, retire alguns grãos da panela, amasse-os bem com um garfo e coloque-os de volta na panela, isso vai ajudar a engrossar o caldo.

# Se for ralar chocolate, gele-o antes para não derreter com o calor das suas mãos.

# Não perfure o filé com um garfo quando você o estiver fritando, fazendo isso ele vai perder boa parte de seu suco, podendo ficar seco e sem gosto. Procure utilizar um espátula ou um pegador sem pontas para virá-lo.

# Ainda sobre bife de filé, para garantir que ele fique suculento você precisa selá-lo. Coloque-o para fritar e tempere apenas o lado que ficou para cima. Quando ele começar a formar água em sua superfície, vire-o para selar o outro lado e tempere o lado que estava para baixo.

# Nunca coloque a carne moída congelada para fritar ela vai virar almondega, para ela ficar soltinha e uniforme deve estar apenas gelada.

# Para a batata frita ficar crocante e sem óleo, descasque-a, faça os palitos e mergulhe-a em água com gelo por algum tempo. Depois utilize óleo bem quente para a fritura e escorra-a em papel toalha.

# Para os legumes não perderem a cor e o sabor originais, cozinhe-os no vapor.

# Se você for congelar um prato pronto, evite temperá-lo demais, quando ele descongelar os temperos ficarão com o sabor mais acentuado.

# Para o ovo frito ficar perfeito e não se despedaçar, quebre-o em uma tigela. Depois frite-o em um frigideira (de preferência antiaderente) com pouco óleo e fogo baixo. Leve com cuidado a clara que se espalha para perto da gema utilizando uma espátula. Quando a clara começar a ficar firme e esbranquiçada, tempere com sal e tampe a frigideira para terminar de cozinhar. Se você quiser a gema dura, deixe um pouco mais.

# Para o arroz ficar soltinho, frite-o bem em óleo antes de colocar a água, depois tempere-o e adicione o dobro de água em relação à quantidade de arroz, baixe o fogo e espere a água secar.

# Para não estragar o extrato de tomate que não foi utilizado para que ele esteja em condições quando você for preparar uma próxima refeição, retire-o da embalagem original e guarde-o na geladeira em um pote de vidro coberto com um pouco de óleo. Se você não fizer desta forma ele pode mofar por cima.

E então, mãos à obra? Vamos cozinhar?

Acreditamos que com essas dicas – e algumas outras que você encontrará em receitas que for fazer -, você já pode se aventurar em suas experiências culinárias. E se acontecer algum imprevisto no meio do caminho, teremos sempre o Google para nos ajudar, não é mesmo?


Se você gostou destas dicas, provavelmente também vá gostar dessas:
Você sabe como engrossar seus molhos?
Você sabe fazer molho branco?
5 dicas para melhorar o aproveitamento do balcão da cozinha
Os segredos de construir sabores na cozinha – primeiros passos
12 dicas para você economizar no preparo das refeições
Como cozinhar sem seguir receitas? 7 dicas simples e úteis
Dicas úteis para você parar de desperdiçar comida

Compartilhe...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *