Sua casa é segura para crianças?

Você tem crianças em casa, ou seu primeiro filho está a caminho? Saiba se sua casa tem armadilhas perigosas.

Por: Míriam Roman

Crianças são muito curiosas, conforme vão crescendo e descobrindo o mundo, vão o explorando cada vez mais. Quando estão em casa, queremos deixá-las livres para isso, porém, algumas vezes é  exatamente quando os acidentes acontecem. Para evitá-los, ou minimizar as suas consequências, devemos tomar cuidado com vários itens.

Veja abaixo algumas dicas de ações que selecionei e que podem ser tomadas em sua casa para torná-la mais segura para as crianças.

Procure manter travadas todas as portas e gavetas dos armários onde você guarda objetos que possam causar acidentes, tais como louças, facas, tesouras, isqueiros, pilhas, objetos pequenos que podem ser engolidos, material de limpeza e remédios. Deixe livre somente as portas que possam ser abertas pelas crianças sem riscos.

Existem muitos modelos diferentes de travas a venda no mercado ou você mesmo pode improvisar formas de travá-las de forma segura, o importante é impossibilitar o acesso. Caso o armário não se adapte a nenhuma forma de bloqueio das portas e gavetas, troque esses objetos para outro armário, não dê chance para o azar.

Procure priorizar a utilização dos queimadores do fundo do fogão em vez dos da frente que estarão mais acessíveis para mãozinhas curiosas, e sempre vire os cabos das panelas para dentro do fogão. Interrompa sempre o fornecimento de gás da mangueira quando o fogão não estiver sendo utilizado.

Equipamentos elétricos e geradores de calor devem ser utilizados sempre sobre uma bancada ou mesa alta o suficiente para que não fiquem ao alcance dos pequenos. Lembre-se sempre que botões e luzinhas coloridas são grandes atrativos para eles, preferencialmente é interessante que nem fiquem a vista deles, quando em uso.

Crianças gostam de correr dentro de casa e são distraídas. Mesas e bancadas, principalmente, podem ter cantos muitos perigosos para batidas de cabeça. Se você for comprar móveis novos que possam causar esse tipo de acidente, dê preferência para os que tenham cantos arredondados ou sem saliências no tampo, caso já tenha móveis que não contemplem essa regra ou não seja possível adquirir esses itens nessas condições, procure cobrir os cantos que ficam em alturas que possam causar machucados em batidas acidentais, com protetores que os suavizem ou eliminem.

Se possível, coloque portões de segurança nas portas de acesso à cozinha, assim, quando seu filho começar a engatinhar ou caminhar, você evitará que ele tenha acesso à ela desacompanhado. Adote esse procedimento também na base e no topo das escadas. Esses portões não exigem nenhuma obra, são reguláveis, se encaixam facilmente em várias larguras de vãos e podem ser reaproveitados em outros lugares dentro da casa, sempre que você quiser isolar alguma peça.

Utilize protetores de tomadas para evitar a ocorrência de choques elétricos e esconda os cabos de energia dos equipamentos que estejam ao alcance das crianças. Esses itens tem a tendência de atrair crianças pequenas para eles, procure escondê-los sempre que possível.

Procure fixar na parede os móveis que possam pender para a frente, crianças gostam de escalá-los para brincar ou para alcançar algum objeto que esteja sobre eles. Móveis pesados, principalmente, são muito perigosos se caírem sobre elas, é um dos acidentes que pode causar mais consequências físicas. Evite também de colocar em pontos muito altos objetos que sejam de uso da criança e que ela possa ter interesse em pegar sozinha. Lembre-se que criança não tem paciência em esperar ser atendido.

Coloque protetores nas portas para evitar que essas batam e machuquem os dedos das crianças que estejam brincando com elas. Procure sempre colocar protetores que fiquem fora do alcance delas ou que sejam difíceis de serem retirados por elas.

Retire as chaves das portas para evitar que a criança se tranque sozinha em alguma peça, ou leve a chave para a boca, dependendo da situação, pode engoli-la.

Para mobiliar o quarto de crianças recém nascidas ou muito pequenas, prefira móveis com quina arredondada, sem vidros e procure posicionar os brinquedos em alturas que ela alcance sem precisar subir em nada. Utilize tapetes emborrachados para evitar escorregões e prefira berços que possam ser abaixados na medida em que ela cresça para que o colchão fique próximo do chão, assim quando ela começar a sair do berço sozinha, não terá perigo de cair de uma altura maior.

Se você morar em um local alto ou com real perigo de queda, sempre coloque redes de proteção nas janelas e guarda corpos. Lembre-se que as crianças são muito rápidas e que qualquer descuido pode ser fatal.

 
Com essas dicas, espero ter ajudado a aumentar a segurança das crianças pequenas de sua casa. Tenho uma última dica, talvez a mais importante: Procure ensinar para a criança o que ela pode ou não pode fazer e sempre fique de olho nela, pois sua curiosidade é inimiga da segurança.

Texto escrito por Míriam Roman, decoradora e proprietária da loja Kamari, especializada em cama, mesa, banho e decoração.

Se você gostou dessas dicas, provavelmente também vá gostar dessas:
Dicas de decoração de quarto de casal
Decoração, acerte nas cores
Bom gosto, você tem?
Cozinhas Americanas – Ideias e Dicas
5 plantas para cultivar dentro de casa
Vasos autoirrigáveis
32 ideias de lareiras externas
Você mora em uma casa ou um lar?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *