Tudo o que você precisa saber sobre shiplap + 40 ideias para inspiração

Compartilhe...
Tempo estimado para leitura: 7 minutos

Shiplap parece ser o novo queridinho da decoração, tanto de interiores como de exteriores, muitos arquitetos e decoradores estão o utilizando em praticamente tudo. Mas o que, exatamente, é shiplap?


Sempre que vamos construir, decorar, ou reformar nossa casa, a escolha dos revestimentos que serão utilizados é uma das etapas mais importantes.

Geralmente, quando não queremos errar, afinal será uma escolha que provavelmente perdurará por muitos anos, tomar essa decisão exige tempo, muita paciência e pesquisa, tanto através da internet, consultando especialistas e visitando lojas de materiais de construção para conhecer melhor as alternativas disponíveis.

Quando se trata de revestimentos para cobrir total ou parcialmente paredes, um dos materiais muito utilizado é a madeira. Foi então que surgiu a moda do shiplap, um tapume que dá acabamento e ainda aumenta o isolamento térmico e acústico.

O que é shiplap?

O shiplap surgiu como uma lâmina de madeira que era usada para construir barcos, galpões, celeiros e outras construções rústicas. O shiplap original tem um encaixe (ou ranhura) cortado na parte superior e inferior, o que permite que as peças se encaixem perfeitamente, formando uma vedação ajustada. Isso também dava a esse tipo de shiplap sua aparência distinta, com ranhuras horizontais sutis entre cada peça.

Portanto, o shiplap original, feito para uma vedação completa tinha o formato da figura abaixo, diferentemente da maioria dos que são comercializados hoje para decoração, que possuem encaixes de vários formatos e, até mesmo com diferenças de relevo aparentes. Entretanto, apesar de, tecnicamente, os outros tipos de encaixes terem outro nome, convencionou-se chamar todos eles de shiplap.

Antes do termo shiplap, importado do exterior, surgir aqui no Brasil, tábuas nesse formato eram chamados de tábuas de encaixe macho e fêmea, geralmente com um “U” em uma face e um “I” na outra, que se encaixavam perfeitamente.

O tapume de shiplap pode ser instalado de várias formas e sobre diversas superfícies. Instalado horizontalmente na parede de um ambiente faz com que o espaço pareça maior. Instalado verticalmente, enfatiza a altura do ambiente, fazendo com que ele pareça mais alto. Também pode ser instalado no teto, para chamar a atenção para o alto da peça.

Entretanto, aderir ao shiplap simplesmente por estar na moda pode não ser uma boa escolha. Até porque, o conceito dele mudou depois que passou a ser utilizado em larga escala, sua principal característica, que era a durabilidade, por isso mesmo era utilizado na construção de barcos e galpões, não é mais a realidade, com a entrada de novos materiais que simulam os tapumes originais de madeira compacta.

Por exemplo, se você gosta da aparência do shiplap, mas está com um orçamento restrito, você pode adquirir desde painéis de MDF, espuma, resinas e até papéis de parede que simulam o shiplap de madeira real. Fazendo dessa forma você vai economizar, mas a durabilidade do seu tapume será muito menor.

A entrada de novos materiais nos últimos anos, trouxe junto uma quantidade surpreendente de equívocos sobre o shiplap, o que leva muitos marceneiros e carpinteiros mais antigos a se negarem a chamar esses tapumes de encaixar de shiplap.

O shiplap adiciona profundidade, textura e personalidade à qualquer ambiente, entretanto, se você está pensando em adotar essa solução, vamos listar a seguir várias informações, algumas delas pode ajudar na sua decisão.

Qual a origem, características e curiosidades sobre o shiplap

O shiplap provavelmente recebeu esse nome que virou um estilo de decoração porque era usado para fazer barcos e navios. A mesma junta sobreposta que torna o shiplap à prova de intempéries em uma casa era feita também para que um navio fosse à prova d’água.

Seu uso, ao ser incorporado em residências, originou-se em regiões de climas severos e gelados, pois trazia consigo também o benefício de proteger as casas contra o vento, diferentemente de paredes de madeiras com frestas aparentes.

O shiplap também é associado a chalés e cabanas à beira-mar porque, historicamente, era usado em locais de climas rigorosos como forma de manter o vento e a água fora das casas, graças à junção sobreposta entre as tábuas. Também era frequentemente instalado no exterior dos edifícios, sobre as paredes de concreto ou de pedra.

Antigamente o shiplap quando utilizado em casas costumava ser coberto, em vez de ser um item decorativo ele ficava escondido.

Isso foi descoberto a partir de reformas em casas antigas, quando paredes começaram a ser derrubadas. Por trás das paredes de concreto, pedra, gesso, tecidos, ou papel de parede, ele era instalado para manter os ambientes quentes e secos. A ideia da época era esconder suas ranhuras e deixar a parede lisa.

A maioria das pessoas quando pensa em usar shiplap, pretende instalá-lo horizontalmente, entretanto, se a peça já for suficientemente grande, que não necessite parecer mais ampla, entretanto seja uma peça baixa, a melhor escolha é instalá-lo na vertical.

Instalá-lo no teto também é uma opção que valoriza o ambiente, melhora a temperatura e deixa mais aconchegante.

Com suas linhas marcantes e um toque artesanal, o shiplap se adapta muito bem em quase todos os ambientes, não apenas pelo seu charme aconchegante, mas também por transmitir uma sensação de limpeza e simplicidade.

A textura limpa e descomplicada proporcionada pelo shiplap pode funcionar tão bem em um ambiente contemporâneo como em um ambiente tradicional ou rústico. Por ser artesanal, pode adicionar calor a um ambiente moderno mais austero. No sentido inverso, por ter uma linha muito simples, principalmente quando pintado, ele pode ser usado para tornar um espaço clássico mais contemporâneo e leve.

Quando você for instalá-lo em uma parede inteira na horizontal, por exemplo. Deve começar de cima para baixo ou de baixo para cima? Depende. Possivelmente a última lâmina não vai se encaixar perfeitamente no espaço, portanto decida se você quer que essa tábua fique em cima ou embaixo, e comece pelo outro extremo.

Você pode usá-lo para esconder defeitos em paredes e tetos, entretanto, certifique-se de que o problema que você está encobrindo é puramente estético e não vá gerar problemas futuros.

O shiplap é bem simples para instalar, dificilmente você vai errar ao instalá-lo, desde, é claro, que tudo seja medido com cuidado. Quer você comece com a lâmina de cima e vá descendo, ou comece com a de baixo e vá subindo, apenas certifique-se de que a primeira prancha instalada esteja nivelada, pois as lâminas seguintes seguirão esse exemplo.

Pinte com muito cuidado. O maior charme do shiplap é o vão visível entre as tábuas, portanto, se você optar por pintar o seu, pinte com cuidado e com pouca tinta a cada demão, para garantir que essa tinta não preencha as lacunas.

A poeira pode ser uma desvantagem na utilização do shiplap. Se você for instalar o shiplap horizontalmente, esteja ciente de que as pequenas lacunas que dão ao shiplap seu charme também são pequenos espaços perfeitos para o acúmulo de poeira. Crie o hábito de usar um espanador, aspirador ou pano de vez em quando para garantir que elas fiquem livres de poeira, que são formadoras de ácaros e alergias.


Como fazer um tapume de shiplap gastando pouco?

Conforme já comentamos acima, você pode obter a aparência do shiplap sem investir muito dinheiro. Hoje em dia, a tendência duradoura do shiplap é mais sobre sua forma do que sua função original de proteção contra intempéries.

Ele insere em uma casa um estilo náutico ou rústico e pode fazer um espaço parecer mais aconchegante e maior. Porém muitas versões do shiplap que você encontra em sites e programas com dicas de decoração não são autênticos, na realidade são painéis de madeira ou outro material destinados a imitar o seu visual.

Conheça a seguir algumas maneiras de conseguir simular uma parede com aparência semelhante ao shiplap.

Shiplap de madeira compensada: em vez de placas de shiplap que podem ser caras e com encaixes, alguns designers e blogueiros instalam painéis de madeira baratos, até mesmo lâminas de compensado ou MDF cortadas em tiras, que são pregadas na parede deixando uma pequena lacuna entre elas para se assemelharem a um shiplap real.

Lâminas de espuma: há também lâminas de espuma ou de resina que imitam perfeitamente os relevos do shiplap e que podem ser encaixadas umas as outras e coladas na parede.

Papel de parede de shiplap: existem papéis de parede que simulam o shiplap até mesmo com relevo para deixar as suas ranhuras ainda mais reais.

Parede de destaque: em vez de adicionar painéis de madeira em espaços grandes e até mesmo todo o ambiente, instale uma pequena parede de destaque de shiplap embaixo de uma escada, um canto de leitura ou um bar.

Conclusão

Se você pretende usar esse item na decoração de qualquer ambiente de sua casa, avalie bem qual a melhor alternativa e como fazer, pois uma parede com shiplap não é como uma vaso ou um quadro que você pode simplesmente trocar de lugar.

Selecionamos a seguir 40 ideias de decoração com shiplap para você se inspirar, tanto em ambientes pequenos, como ambientes grandes e com diversas alternativas, imagine cada uma delas no espaço que você pretende decorar.

40 ambientes decorados com shiplap


Se você gostou dessas dicas, provavelmente também vá gostar destas:
Toalheiro térmico vale a pena?
12 sugestões de cores neutras para quartos de bebês
DIY – Faça você mesmo um mosaico de parede em um quarto de bebê
Ideias de cantinhos de leitura para os pequenos
Você mora em uma casa ou um lar?
15 ideias criativas para aproveitar as peças de Lego que você tem em casa
Conheça o estilo de design transicional, com dicas e muitas fotos para você se inspirar

Compartilhe...

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *