Conheça alguns sinais de que seu fígado não anda bem

Alguns sinais de que seu fígado não está bem e que você pode estar armazenando toxinas nas suas células de gordura podem ser detectados facilmente, descubra quais são.

O fígado é o órgão responsável por exercer aproximadamente 500 funções diferentes no corpo humano. Todos os dias o seu fígado dá suporte e sustento às suas atividades diárias garantindo que você terá energia, combate infecções que você muitas vezes nem percebe, limpa seu organismo de toxinas, auxilia na coagulação do sangue, regula seus hormônios e faz diversas outras coisas essenciais para a sua saúde. O seu fígado faz muito por você, então quando ele não está funcionando direito você com certeza vai perceber.

Assim como os rins, o fígado é responsável por filtrar as toxinas e as substâncias prejudiciais ao corpo humano. Este órgão também produz albumina, uma proteína que auxilia a manter a fluidez do fluxo sanguíneo. Isso evita inchaços e o acúmulo de fluídos nos tecidos do corpo.

Um dos primeiros passos para se livrar das toxinas presentes no seu corpo é quando o seu fígado transforma estas toxinas solúveis em gordura em toxinas solúveis em água, que são expelidas do corpo humano através da bile. Quando o seu fígado está sobrecarregado com toxinas ele passa a armazenar estas substâncias nas células de gordura do seu corpo. 

Se você estiver se sentindo muito cansado, enfraquecido, nauseado, confuso ou com problemas digestivos – e até apresentar ganho de peso – você pode estar com algum problema no fígado. Outros sintomas podem incluir ansiedade, problemas de pele, crises alérgicas e inchaço constante, bem como confusão mental e desequilíbrio hormonal. A seguir apresentamos uma lista de outros sinais que você deve considerar:

  • Fadiga crônica;
  • Letargia;
  • Fortes dores de cabeça;
  • Dores crônicas musculares ou nas articulações;
  • Transpiração excessiva;
  • Problemas na digestão de gorduras;
  • Dores abdominais;
  • Diarreia;
  • Depressão;
  • Sensibilidades químicas;
  • Mau hálito crônico;
  • Ganho de peso inexplicado.

A melhor maneira de manter o seu fígado saudável é comendo alimentos integrais e o mais próximos do seu estado natural possível, evitando alimentos processados, principalmente os ricos em açúcares e gorduras saturadas. Dormir bem, não fumar e evitar bebidas alcoólicas também são passos importantes na manutenção da saúde do seu fígado. Além disso, é muito importante tomar muita água, ingerir gorduras saudáveis, ferro e muitas fibras para auxiliar na absorção da bile tóxica e na sua expulsão do seu corpo.

Existem algumas plantas que contém substâncias que podem ajudar a dar uma melhorada no seu fígado, quais sejam:

  • Cardo do leite (milk thistle): é a erva número um sugerida para o tratamento de alcoolistas e para o tratamento da hepatite alcoólica, fibrose e cirrose hepática. Ela também protege o fígado de toxinas e drogas, sendo muito útil para pacientes em tratamento de doenças crônicas. Esta substância também estimula o fígado a se regenerar através do estímulo à produção de novas células. Suas propriedades antioxidantes e anti-inflamatórias são benéficas para o tratamento da hepatite viral;
  • Alcachofra: assim como o cardo do leite, a alcachofra estimula a produção de bile e seu fluxo de dentro do fígado. Isto ajuda a evitar azia e previne ressacas. Essa planta também auxilia no controle dos níveis de colesterol após o consumo de carnes gordas e sua inclusão regular na alimentação pode melhorar os sintomas da síndrome do intestino irritado. Suas propriedades antioxidantes e bactericidas protegem o fígado de danos e de infecções;
  • Açafrão: O açafrão é famoso no mundo inteiro por suas propriedades anti-inflamatórias e antioxidantes que podem proteger o fígado de danos, ao mesmo tempo em que promove a regeneração das células. Também protege o fígado contra o álcool e drogas farmacêuticas poderosas. É muito fácil de encontrar e de ser incrementado na sua dieta, pois dá sabor, aroma e cor aos alimentos.

Portanto, se você está com algum dos sintomas acima, lembre-se sempre que o ideal é marcar uma consulta com seu médico, além disso, mesmo que seu médico não encontre nada que possa ser preocupante, procurar alterar a alimentação para preveni-los é sempre recomendável.

Leia também
Para sermos saudáveis precisamos criar hábitos
Você já passou dos 40 anos? Veja essas 12 dicas para emagrecer com saúde
Jardinagem, o hobby que me encanta!
10 hobbies que melhoram a inteligência
Pipoca, saiba mais sobre esse rico alimento
Conheça a primeira horta orgânica autoirrigável para pequenos espaços
Você não consegue ir ao banheiro quando está viajando? Saiba que isso não acontece só com você

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *