Você sabe o que é tepache? Aprenda a fazer

Compartilhe...
Tempo estimado para leitura: 4 minutos

Em uma série de textos publicada aqui no blog “Lar, Doce Lar” sobre probióticos, abordamos e passamos dicas e informações sobre kefir, kombucha, koffucha e jun, probióticos que estão sendo muito utilizados em todo o Brasil.

Nesse texto vamos abordar uma outra fonte de probióticos, essa um pouco mais desconhecida que os outros por aqui, mas que é milenar e a mais popular no México. Trata-se do tepache, bebida fermentada produzida com ingredientes saudáveis e saborosos. O tepache contém probióticos que contribuem para a saúde da nossa flora intestinal entre outros benefícios para nosso organismo.

De origem Mexicana, apesar de ser uma bebida que fica fermentando durante vários dias, o tepache não contém muito álcool em sua composição final, seu teor alcoólico é semelhante às cervejas mais fracas. Mas esse teor alcoólico varia conforme a receita.


Qual a composição do tepache?

A fórmula básica do tepache é composta pela fermentação do abacaxi e da sua casca, adoçado com piloncillo (melaço extraído da cana-de-açúcar, uma espécie de rapadura) ou açúcar mascavo e temperado com especiarias, como a canela.

Quais os benefícios oferecidos pelo tepache?

O tepache contém probióticos excelentes para restaurar a nossa flora intestinal. Além disso, o abacaxi, que é seu principal ingrediente é uma fonte rica em fibras, vitamina A, vitamina C, vitaminas do complexo B, magnésio, cobre, cálcio, manganês e ferro.

O abacaxi, por suas propriedades digestivas, desintoxicantes, cicatrizantes e diuréticas atua em nosso organismo como anti-inflamatório, previne doenças cardíacas e câncer, reduz o risco de tromboses, alivia dores nas articulações, auxilia na perda de peso, regenera a pele e os cabelos, diminui as dores musculares após esforços e auxilia na recuperação muscular.

Como fazer tepache?

Algumas considerações iniciais importantes antes de passarmos a receita para que você esteja ciente da bebida que irá produzir.

Originalmente o tepache chegou a ser produzido a partir do milho, que posteriormente foi sendo substituído por frutas, especialmente o abacaxi, por suas propriedades.

Existem algumas variações na receita dessa bebida, que foram sendo adaptadas com passar o tempo, mas, na sua essência, os ingredientes principais são os mesmos e o objetivo é provocar a fermentação da fruta para produzir os probióticos.

Algumas receitas adicionam um pouco de cerveja para aumentar a velocidade da fermentação, mas ao fazer isso, você consequentemente aumentará também o teor alcoólico da bebida final. Se o tepache for produzido sem cerveja, a sua graduação alcoólica final geralmente será menos que 1% .

A fermentação acontece por alguns dias e o tempo de fermentação varia de acordo com a temperatura em que ele estiver submetido. É recomendável ir testando o líquido em fermentação, pois se ele fermentar demais poderá ficar muito forte ou virar vinagre.

Durante a fermentação pode acontecer de formar um bolor na superfície do líquido que deverá ser retirado, mas a bebida não precisará ser descartada.

O açúcar a ser utilizado é o marrom (pode ser mascavo ou demerara), ou um tipo de rapadura conhecida como pilonchillo.

As especiarias e temperos a serem utilizadas e suas quantidades podem ser ao seu gosto.

Muito bem, vamos à receita então? Como explicamos acima, existem muitas variações da receita, a que vamos ensinar abaixo tem como base a receita publicada por Diana Kennedy, uma autoridade em receitas mexicanas e um ícone da culinária local, em seu livro Regional Cooks of Mexico.

Receita original de tepache de abacaxi

Ingredientes:

– 1 abacaxi maduro;
– cravos-da-índia a gosto;
– grãos de pimenta-da-jamaica a gosto;
– pau de canela a gosto;
– Outros temperos e especiarias a gosto;
– 500 gramas de rapadura ou de açúcar (mascavo ou demerara);
– 200 ml de cerveja leve (cervejas lager costumam ser as mais leves);
– 10 xícaras de água.

Modo de preparar:

– Retire a base e a coroa do abacaxi;
– Lave bem o abacaxi com casca em água corrente (isso é importante para eliminar agrotóxicos e impurezas);
– Corte o abacaxi com casca em cubos de cerca de 3 centímetros e coloque em um recipiente grande de vidro ou de cerâmica;
– Triture os temperos e especiarias que você escolheu e junte ao abacaxi;
– Adicione 8 xícaras de água e misture bem;
– Cubra o recipiente com um filme plástico ou papel toalha e prenda com um elástico (atilho) em volta do bocal;
– Coloque o recipiente em lugar morno (o ideal é entre 23 e 30ºC) até a mistura começar a fermentar e ficar borbulhante no topo, isso deverá começar a acontecer em aproximadamente 3 dias, dependendo da temperatura;
– Coloque em uma panela 2 xícaras de água e a rapadura ou o açúcar escuro e leve ao fogo mexendo sempre até dissolver bem;
– Deixe esfriar essa mistura;
– Despeje a água açucarada e a cerveja no pote com o abacaxi que está fermentando e misture bem;
– Cubra novamente e deixe fermentando em um lugar morno por mais 2 dias;
– Coe a bebida, coloque em garrafas ou potes, feche hermeticamente (isso vai manter a bebida gaseificada) e coloque na geladeira;
– Sirva gelada.

Importante: Se para o seu gosto o resultado da receita nesse formato ficar muito forte, você pode reproduzi-la sem a adição da cerveja, ou pode colocar o açúcar desde o início da fermentação e deixar fermentar por apenas 3 dias.


Se você se interessou em saber mais sobre probióticos, leia também as outras postagens que fizemos sobre esse assunto:
O que é kefir
Kefir, como fazer?
O que é kombucha
Kombucha, como fazer? – Parte I
Kombucha, como fazer? – Parte II
Kombucha SCOBY, onde obter? Como cultivar?
Kombucha, como cuidar de seu SCOBY
O que é jun?
Jun, como fazer?
Kombucha de café (Koffucha) – Parte I
Kombucha de café (Koffucha) – Parte II
Saborizando seu kefir de água
Sugestões de sabores para kefir de água
Kefir de leite e intolerância à lactose

Compartilhe...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *