Maneiras naturais e econômicas para resfriar uma casa

Compartilhe...
Tempo estimado para leitura: 4 minutos

Com o alto custo da energia elétrica, tentar manter uma casa fresca durante os dias ardentes de verão pode acabar ficando muito caro.

Por isso, listaremos a seguir algumas formas naturais de ajudar a manter o conforto da sua casa, que além de não serem prejudiciais ao meio ambiente, ainda poderão trazer muita economia.


Como fazer para refrescar uma casa gastando pouco

Aumente a quantidade de sombra

Uma das maneiras mais inteligentes de ajudar a manter o frescor de uma casa é plantar árvores copadas e com muitas folhas no lado da casa onde o sol bate mais forte, geralmente isso acontece do meio-dia até o meio da tarde.

Escolha árvores que fiquem cheias de folhas no verão e que caiam no inverno, dessa forma, além de fornecerem uma sombra refrescante suficiente para aliviar o calor da casa, no inverno elas permitirão que o sol atravesse-as para ajudar a aquecer a casa.

Ao plantar árvores certas e nos locais certos, você poderá reduzir suas necessidades de ar condicionado em até 30%, de acordo com o Serviço Florestal do Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA).

Você também pode plantar arbustos colados às paredes onde mais bate o sol forte, para manter as partes inferiores de sua casa na sombra por mais tempo.

Use suas janelas com sabedoria

Em dias de sol forte, durante o período em que o sol está batendo em sua casa, é melhor manter as janelas fechadas e as persianas ou cortinas também fechadas para evitar que o ar quente externo entre.

Cortinas reflexivas, películas reflexivas para os vidros (Insulfilm) ou venezianas também são maneiras eficazes de evitar que o sol entre e aqueça o ambiente interno da sua casa.

À noite, se possível, abra as janelas e as cortinas para que o ar mais fresco da noite entre na sua casa e aproveite a brisa refrescante das noites de verão.

Além disso, se você tiver um sótão, considere a instalação de aberturas de ventilação para circular o ar através do sótão e ajudar na fuga de calor. O ar quente sobe, se o sótão da sua casa expulsar o ar quente, ele será substituído pelo ar frio que vem de baixo.

Faça o ar circular, quanto mais o ar circular pela sua casa, mais amena ficará a temperatura interna.

Procure gerar menos calor na cozinha

Mesmo com isolamento, o fogão dispersa muito calor pelo ambiente, então experimente cozinhar ao ar livre, em uma grelha, fogareiro ou churrasqueira sempre que possível. Isso ajudará a manter a cozinha e as áreas circundantes mais confortáveis ​​durante os meses de verão.

Se você se cansar de cozinhar fora de casa, ou se isso for um transtorno, substitua suas refeições por comidas frias, como saladas fartas com vegetais frescos, feijão, queijos e frutas, ou então cozinhe receitas quentes que demandem pouco tempo de fogão e evite utilizar o forno.

Utilize ventiladores de teto

Os ventiladores de teto são uma ótima maneira de fazer com que o ar circule no interior da casa para ajudar a resfriá-la. Eles gastam uma fração do custo dos aparelhos de ar-condicionado, então vale a pena tê-los em todos os ambientes em que seja possível.

Procure usar tecidos e materiais que não aquecem

Os tecidos leves e naturais, além de serem mais confortáveis que os sintéticos, respiram melhor e aquecem menos. Se você tiver sofás de couro sintético ou tecidos grossos, cubra-os com mantas leves ou capas de algodão.

Retire tapetes peludos ou sintéticos e deixe sem durante o verão, ou substitua-os por tapetes naturais, confeccionados com sisal, corda, palha ou fibras de algodão.

As cortinas também devem ser de tecidos leves e vazados, permitindo que o ar circule pela casa. Opte por cores claras e neutras, pois elas refletem o calor, enquanto os tecidos escuros absorvem o calor e o transferem para o ambiente interno.

Utilize lâmpadas que não esquentam

Se você tem lâmpadas antigas em sua casa, trocá-las por lâmpadas que não esquentam é outra medida importante para deixar a sua casa mais refrescante. As melhores lâmpadas para usar são as de LED.

As lâmpadas convencionais esquentam muito para produzir luz, enquanto as de LED esquentam muito pouco, pois consomem menos energia elétrica. Portanto, você fará economia em dobro, pois além de suas lâmpadas não aumentarem o aquecimento da casa, liberando menos calor, gastarão menos. Além disso, a vida útil das lâmpadas de LED é muito maior e é um produto mais sustentável.

Coloque plantas dentro de casa

As plantas absorvem o calor e aumentam a umidade interna pelo processo de fotossíntese. Portanto, cultive o máximo de plantas que puder dentro de casa para que elas tenham algum efeito, uma só planta não fará muita diferença.

Diminua a quantidade de aparelhos eletrônicos ligados

Os aparelhos eletrônicos são outros geradores de calor, assim como as lâmpadas convencionais, portanto, mantenha ligado somente os necessários.


Se você gostou desse assunto, provavelmente também vá gostar destas postagens:
Como organizar e facilitar a mudança de casa
13 dicas para ter uma casa sustentável
Dicas para tornar o inverno uma estação mais agradável
19 dicas imperdíveis para você economizar água
Adotando essas práticas você poderá economizar muito dinheiro
Quatro tarefas fáceis e rápidas para fazer todos os dias em sua casa

Compartilhe...

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *