Como saber se um ovo ainda está próprio para consumo?

Quantas vezes já aconteceu de você estar cozinhando, abrir a geladeira para pegar um ovo, adicioná-lo a sua receita e descobrir que ele está estragado? E se você quebrá-lo sobre a comida em preparação, provavelmente estará tudo perdido… Isso sem considerar ainda o cheiro desagradável que os ovos podres deixam no ambiente quando são quebrados.

O pior é que raramente sabemos a idade dos ovos que temos em casa, apesar dessa informação geralmente constar na embalagem, costumamos mistura os ovos na geladeira de compras diferentes e descartamos suas embalagens, atrapalhando ainda mais o controle que temos sobre eles. Isso considerando que a informação prestada pelo produtor esteja correta.

A qualidade dos ovos cae com o passar do tempo, pois como a sua casca é porosa, ele perde líquido através dela e forma bolsas de ar em substituição ao líquido perdido, diminuindo assim a quantidade de clara e provocando o início do seu apodrecimento pela atuação de bactérias presentes nele.

Se você quer evitar esse dissabor quando está na cozinha, saiba que existem testes bem simples que podem ser feitos para verificar as condições de consumo dos ovos antes mesmo de parti-los. Por exemplo, os ovos podem ser examinados contra a luz, para quem tem experiência e é conhecedor, pois um ovo pode estar velho, mas mesmo assim ainda próprio para consumo.

Mas o melhor, mais rápido e mais simples teste que pode ser feito é o “Teste da Flutuação”, que ensinaremos abaixo.

Como saber a idade de um ovo e se ele está bom para consumo?

O “Teste de Flutuação” é muito simples, coloque água em uma vasilha, suficiente para o ovo afundar completamente. Largue o ovo dentro.

  • Se ele afundar completamente e ficar de lado é um ovo muito fresco;
  • Se ele afundar de lado, mas depois uma das pontas levantar um pouco, é um ovo que já tem uma semana;
  • Se o ovo afundar, mas ficar de pé, é um ovo que já tem 3 semanas mas que ainda pode ser consumido;
  • Porém, se o ovo flutuar e ficar balançando na água, provavelmente já esteja impróprio para consumo, é o chamado ovo podre.

A explicação para esse “fenômeno” é bastante simples, como explicamos acima, a casca é porosa e portanto os ovos vão perdendo água através dela, com isso, vai sendo criada uma câmera de ar dentro do ovo, que faz com que os mais velhos flutuem e que os estragados oscilem, pois já estando em decomposição, não existe mais a separação bem definida de clara e gema.

Leia também: 
Sorvete de abacate pronto em segundos
Cheesecake – receita rápida e muito deliciosa
Torta de legumes – receita facílima
Receita de marshmallow cremoso
Receita facílima de mousse de chocolate
Receitas de sopas nutritivas para dias frios
Receita de torta de banana com doce de leite

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *