Dicas para escolher sofá

O sofá é um móvel muito importante em todas as casas. Sentados ou deitados, sozinhos ou acompanhados, assistindo TV ou conversando com amigos, é onde ficamos grande parte do nosso tempo quando estamos em casa. Ele deve ser confortável, prático e durável.

Por ser um móvel grande, geralmente é a peça que mais chama a atenção na decoração da sala. Um bom sofá dura, em média, 10 anos e por isso deve ser muito bem escolhido. Devemos levar em consideração o objetivo principal do uso do sofá, o seu tipo, o material, o seu tamanho e o espaço disponível no ambiente onde será inserido.

Tipos de uso do sofá

Se a destinação principal de sua sala for para receber visitas, recomendamos comprar um sofá de linhas mais retas, espuma mais firme e que fique confortável para pessoas ficarem sentadas conversando. Caso haja espaço no ambiente e seja necessário acomodar muitas pessoas, o sofá em “L” é a melhor opção. Também pode-se optar por dois sofás ou um sofá e duas poltronas e alguns pufes para ampliar o número de acentos disponíveis.

Para assistir televisão, o ideal é um sofá bem fofo e aconchegante, com encosto reclinável e chaise ou, se houver mais moradores na casa e espaço suficiente para abri-lo, um sofá retrátil. Se você gosta de deitar no sofá, procure um com braços mais baixos e estofados para a cabeça ficar confortável. O tecido deve ter o toque suave e não esquentar.

Tipos de sofá

chaise-longue

Chaise-longue: Formato ideal para esticar e relaxar as pernas depois de um longo dia de trabalho. Pode ser independente ou acoplado ao sofá. Esse tipo de sofá tem se popularizado muito pelo conforto que proporciona, principalmente em ambientes nos quais o sofá pode ser colocado em um canto. 

 

 

 

 

 

Sofá Retrátil

sofá retrátil

Sofá retrátil: Para salas de televisão ou home theater, o sofá retrátil é muito bom, com ele também é possível esticar as pernas e assistir ao seu filme favorito de uma maneira muito confortável, prático e funcional, basta expandi-lo! Alguns têm encostos de cabeça reclináveis, o que o torna ainda mais confortável. Como é versátil, esse modelo é muito interessante para quem tem uma sala com duas funções, assistir televisão e receber amigos.

sofá-de-canto

sofá de canto

Sofá de canto: O sofá de canto proporciona um maior aproveitamento de espaço. É ótimo para pequenos espaços e acomoda mais pessoas. Ainda que o acento do canto não seja muito prático, com algumas almofadas é possível deixá-lo mais confortável.

sofá-cama

sofá-cama

 

 

Sofá-cama: Esse é um prático dois-em-um, um sofá para conviver com suas visitas e uma cama para que que seus hóspedes possam dormir confortavelmente. Normalmente é um sofá estreito, mas com profundidade maior, dependendo da forma como a cama se abra.

Sofá padrão: Existem muitos modelos e tamanhos disponíveis. Pode ser usado em qualquer ambiente, varia muito em largura, profundidade, tamanho dos braços e altura do encosto, enfim, como é um sofá com uma única finalidade, existem design muito criativos para esse formato.

sofá padrão

Materiais utilizados

Estrutura: Dê preferência a uma base sólida e que inclua pés. Se a estrutura do sofá for de boa qualidade ele irá durar muito mais tempo. Quando as molas ou a espuma estiverem gastas, você poderá mandar restaurá-lo, porém, se a estrutura estragar, será muito difícil continuar com ele.

Enchimento: A melhor opção de enchimento é espuma de alta resistência ou espuma de poliuretano, elas proporcionam um maior conforto, durabilidade e evitam a rápida deformação do sofá, assim como a acumulação de ácaros. As molas devem ser juntas e bem apertadas, se ao sentar para testá-lo você ouvir um algum estalo escolha outro sofá! Isso acontece porque as molas não são bem encaixadas.

Revestimento: Avalie a aparência, o toque e os cuidados que serão necessários no dia-a-dia para preservar aquele tipo de revestimento.

  • O couro, quando hidratado regularmente, tem maior durabilidade, é mais fácil de limpar e é ótimo para quem tem alergias. É difícil encontrar couro legitimo e esse material encarece o sofá. Existem ótimas opções em couro sintético. Se você tem crianças, ou animais domésticos é uma ótima escolha. Muito cuidado com os gatos, eles afiam as unhas no couro;
  • A camurça exige muito mais cuidados, é mais difícil de limpar, deve ser impermeabilizada antes de começar a usar e depois de algum tempo de uso. O Suede, é um tecido que imita a camurça, tem várias texturas e tem um custo bem menor, é o tecido mais utilizado atualmente;
  • Tecidos comuns (Chenille, suede, veludo ou poliéster), são uma opção bem mais econômica, existem vários tipos, cores e padrões. Optando por esse material, mande impermeabilizar ao comprar o sofá, isso aumentará a resistência do tecido. Se tiver crianças ou animais domésticos em casa utilize capas, ou mantas, que podem ser trocadas e lavadas. Tome cuidado com a sarja e o linho, pois sujam com muita facilidade e não são fáceis de limpar. Devem ser impermeabilizados com maior frequência que a camurça;
  • Os Tecidos aquablock são ótimos para ambientes externos, resistentes a água e fáceis de limpar. Porém, o estofado não fica tão fofo a agradável ao toque como os tecidos comuns. São bem resistentes a gatos, eles não conseguem afiar suas unhas nesse tipo de tecido, pois sua trama é bem fechada.

Quanto à cor, o ideal é escolher uma neutra, que resista às modas e mudanças (de casa ou de humor), que poderá variar completando com almofadas e mantas coloridas e que são mais fáceis de substituir. Tecidos estampados são ótimos para quem tem criança, ajudam a disfarçar pequenas sujeiras. Só tenha cuidado com as combinações.

 
Tamanho do sofá e o espaço disponível

Os sofás variam muito de tamanho e também podem ser encomendados em medidas personalizados. As medidas mais comuns ficam entre: Profundidade: entre 90 e 110 cm; Largura: sofás de 3 lugares entre 190 cm e 220 cm e de 3 lugares entre 160 cm e 180 cm.

Essas medidas variam muito em função da largura dos acentos, largura dos braços e modelo do sofá. Antes de ir à loja ver as opções disponíveis, tire as medidas do local onde ele será colocado. E, se possível, depois de escolher o móvel e antes de comprá-lo marque no piso da peça, com papel ou fita, o espaço que ele ocupará. Avalie: posição das tomadas nas paredes, o espaço para mesas laterais, mesa de centro e a circulação das pessoas. Se for distribuir dois sofás em “L” observe se as pessoas não vão bater os joelhos quando estiverem sentadas.

Considere também a altura do encosto. Quanto mais alto o encosto maior o sofá parecerá. Se o sofá ficar de costas para uma parede, essa altura geralmente não é um problema, mas se ele ficar separando ambientes, é melhor escolher modelos com encosto mais baixo.

Última atitude a tomar antes de comprar um sofá. SEMPRE experimente! Perca o constrangimento e use o sofá na loja como faria em sua casa. Verifique se ao sentar ou ao deitar nele você fica confortável. Faça isso em todos os sofás que você escolheu e, nesse momento seja egoísta, pense somente em seu conforto, afinal você é quem vai usar este móvel. Ninguém merece um sofá lindo e desconfortável.

Se você gostou dessas dicas, provavelmente também vá gostar dessas:
Dicas de decoração de quarto de casal
Decoração, acerte nas cores
Bom gosto, você tem?
Cozinhas Americanas – Ideias e Dicas
5 plantas para cultivar dentro de casa
Vasos autoirrigáveis
32 ideias de lareiras externas
12 ideias para camas feitas utilizando pallet
Você mora em uma casa ou um lar?

Um comentário em “Dicas para escolher sofá

  1. Aurea Martins disse:

    Adorei o site, parabens!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *