Kombucha de café (Koffucha) – Parte II

Este é mais um post da nossa série de textos sobre alimentos probióticos. Ele também é a continuação do processo de preparo do kombucha, cuja preparação já foi explicada em textos anteriores e que podem ser acessados abaixo na lista de todos os textos já publicados nessa série. Esse também é o segundo texto sobre a variante de kombucha com café, denominada de koffucha. Nesse texto vamos abordar os cuidados e atenções necessários no seu preparo, baseados em experiências anteriores.

A kombucha, para relembrar, é uma bebida probiótica obtida através da fermentação de um chá adocicado por uma colônia de bactérias e leveduras (chamada de SCOBY). Esta bebida possui uma variação produzida a partir de café, já que esta é uma bebida rica em cafeína (que é uma substância essencial para estimular a fermentação do açúcar realizada pelo SCOBY).

Como também explicamos no texto anterior, produzir o koffucha é um pouco mais complicado do que o kombucha, pois a cafeína em maior quantidade faz com que a fermentação seja potencializada, resultando em uma bebida que pode até mesmo ficar intragável por seu amargor ou acidez. Por isso é necessário levar em consideração alguns pontos essenciais antes de tentar produzir a sua própria koffucha, são eles:

  • O café é uma bebida extremamente ácida por si só. Por isso, algumas pessoas reportam que conseguiram produzir o koffucha sem a necessidade de adicionar à mistura base inicial uma porção de kombucha/koffucha pronta ou de vinagre, se você já tentou de outra forma e o resultado ficou muito forte, pode tentar dessa forma;
  • Sempre utilize para o koffucha algum SCOBY que esteja sobrando, pois o processo poderá levar à morte da sua colônia e, portanto, se você utilizar seu SCOBY principal poderá acabar ficando sem koffucha e sem kombucha;
  • Depois que você utilizar um SCOBY para fazer koffucha não volte a usá-lo para fazer o kombucha;
  • O café é um grão rico em óleos essenciais, de maneira que é possível que a bebida fique rançosa em certa medida. Observe com atenção o processo de fermentação e limite seu tempo apenas ao necessário para conseguir o sabor desejado. Nunca consuma kombucha ou koffucha que tenha uma aparência, um sabor ou um cheiro desagradável;
  • O café normalmente produz manchas no SCOBY, então não se assuste caso apareçam manchas marrons no seu;
  • O koffucha deve ser servido em temperatura ambiente ou gelado, assim como no caso do kombucha. Aquecer o koffucha poderá levar à destruição das suas bactérias e leveduras mais benéficas;
  • Lembre-se que o café é uma bebida naturalmente muito mais amarga e ácida que o chá preto, verde ou branco. Desta maneira, obviamente que o koffucha refletirá tais características, e deve ficar com um sabor e aroma muito mais forte que o resultado final do kombucha. Pessoas com paladares mais sensíveis podem não se adaptar a esta nova bebida;
  • Para tornar a bebida mais palatável, você pode dilui-la em café fresco. Assim, bastaria servir meio copo de koffucha e completar a outra metade com café fresco à temperatura ambiente para conseguir uma bebida com sabor diluído. Você pode ter mais sucesso ainda diluindo o koffucha em água mineral ou filtrada e adicionando pedras de gelo;
  • Você pode usar o koffucha como base para fazer variações geladas de outras bebidas a base de café, como mocaccinos, cappuccinos e frapês ao acrescentar creme de leite, chantilly, leites vegetais e os demais ingredientes (somente acrescente estes ingredientes depois que o koffucha estiver pronto, nunca durante a fermentação).

Aparência do SCOBY após ser utilizado com café

Para ter acesso à toda a série que publicamos sobre probióticos e dominar melhor esse assunto, recomendamos você começar pela leitura do primeiro texto: O que são probióticos.

Leia também as outras postagens dessa série: (cada texto sobre o assunto será listado abaixo na medida em que for publicado)
O que são probióticos
O que é kefir
Kefir, como fazer?
O que é kombucha
Kombucha, como fazer? – Parte I
Kombucha, como fazer? – Parte II
Kombucha SCOBY, onde obter? Como cultivar?
Kombucha, como cuidar do seu SCOBY
O que é jun?
Jun, como fazer?
Kombucha de café (Koffucha) – Parte I
Saborizando seu kefir de água
Sugestões de sabores para kefir de água

Se você gostou desse assunto, provavelmente também vá gostar dessas outras postagens:
Receita de risoto de truta e rolo de presunto parma
Saiba porque você deve incluir o repolho na sua alimentação
Porque devemos comprar e consumir os alimentos da estação?
Como evitar ou diminuir o inchaço abdominal causado por gases
Conheça a primeira horta orgânica autoirrigável para pequenos espaços
Aprenda 3 formas de perfumar a sua casa com produtos naturais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *