Manual gratuito ensina a fazer hortas verticais autoirrigáveis

manual_horta_vertical

Hortas verticais são uma ótima solução para quem tem pouco espaço horizontal em sua casa mas mesmo assim sonha em ter sua própria horta. Elas podem ser instaladas em terraços, sacadas, varandas, áreas de serviço, cozinhas, cercas, corredores, ou qualquer pequeno espaço da casa que receba luz solar.

Partindo dessa premissa, no ano de 2012, uma equipe organizada pela USP desenvolveu um projeto de agricultura urbana baseado na utilização de materiais recicláveis como garrafas PET, destinado a atender a comunidade carente de Dois Palitos, em Embu das Artes, região metropolitana de São Paulo. Com uma população de cerca de 3 mil famílias e pouquíssimo espaço horizontal para ser ocupado por vegetação, sem saneamento básico e sem áreas de lazer para seus moradores.

A comunidade recebeu a visita da equipe formada por participantes de diversos lugares do mundo e que tem por objetivo desenvolver produtos e serviços que melhorem a vida das pessoas que residem em comunidades carentes, essa equipe é conhecida como IDDS (sigla que em inglês significa Encontro Internacional de Design para o Desenvolvimento Social).

Na pesquisa feita entre os moradores, os integrantes do projeto constataram que uma parte muito significativa do orçamento doméstico era utilizada para a alimentação. Ao mesmo tempo, os moradores declararam que gostavam de usar temperos e ervas na comida e que tinham interesse em hortas e agricultura.

Durante as conversas com os moradores locais, os pesquisadores identificaram a seguinte situação:

  • Grande parte deles gostava e usava ervas, temperos e vegetais em sua alimentação diária;
  • Os gastos com estes alimentos representavam uma parte significativa do orçamento familiar;
  • Havia grande interesse em hortas e agricultura em geral;
  • Poucos eram os espaços disponíveis na comunidade para o cultivo de hortas.

Com base nessas informações, o grupo percebeu uma grande oportunidade de criar um produto de fomento à agricultura urbana, que possibilite aos moradores plantarem seus alimentos em um espaço restrito e que tanto a composição quanto a manutenção do sistema simples. Portanto, as hortas propostas para a comunidade não ocupam espaço, são fáceis de fazer, fáceis de manter e têm custo baixo. Além de deixarem o ambiente mais alegre e bonito (além de temperos, com esse processo é possível cultivar flores, por exemplo), ajudam a melhorar a qualidade da alimentação e são uma alternativa de entretenimento para as crianças e os adultos.

Além disso, as hortas projetadas tem um sistema de irrigação muito interessante, que facilita muito a manutenção das plantas. O sistema autoirrigável exige muito menos atenção diária para quem cultiva, sugerimos também a leitura do texto “10 motivos para usar vasos autoirrigáveis“, que publicamos aqui no blog “Lar, Doce Lar”.

 
A solução proposta ficou tão interessante que se transformou em um manual que pode ser aplicado em qualquer situação, portanto, se você tem interesse nesse assunto, pode acessar o “MANUAL DE HORTAS VERTICAIS: Passo a passo sobre como plantar temperos, ervas e verduras em pouco espaço” gratuitamente em PDF aqui.

Se você gostou desse assunto, provavelmente também vá gostar dessas outras postagens:
Vasos autoirrigáveis
Jardinagem, o hobby que me encanta!
Manual gratuito para cultivar hortas em pequenos espaços
A importância da adubação de hortas e jardins
Como alegrar sua casa usando plantas na decoração
10 motivos para usar vasos autoirrigáveis

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *