Você esquece de beber água? Como resolver?

Todos sabemos que consumir uma quantidade mínima de água todos os dias é extremamente importante para a nossa saúde. Grande parte do nosso corpo é formada por líquidos (entre 60 e 75%). Permanentemente estamos eliminando uma parte desses líquidos, de várias formas, pelo suor, urina, entre outras. Também sabemos que repor essa água perdida é fundamental, mas com tantas preocupações do dia-a-dia nem sempre lembramos de fazê-lo. Se você está entre as pessoas que esquece, veja essas dicas interessantes que poderão lhe ser úteis.

Por: Lillian Barros

Não bebo água e agora?

“Não consigo beber 1,5 litros de água!”
“Sou constipada!”
“Por mais que eu corra, não consigo me ver livre dessa casca de laranja!”

Você quer saber quais as queixas mais comuns nas consultas com um nutricionista? Provavelmente isso ocorre também com você!

Cada pessoa é um caso à parte, mas em consultório existem muitas queixas que se repetem… como a tendência para a retenção de líquidos nas mulheres, a vontade de comer doces ao final do dia (há uma hora do lobo que não sabemos porque existe), a acumulação de gordura localizada, que insiste em não deixar os quadris ou o abdômen, as más digestões, o inchaço… estes são apenas alguns exemplos.

E se eu não gostar de água? Como faço?

Uma das grandes queixas que recebo durante as consultas é o consumo insuficiente de água ao longo dia, ou porque não conseguem, ou porque se esquecem ou até mesmo porque não gostam.

Nunca se esqueça que devemos hidratar o nosso organismo diariamente, quer seja no verão ou no inverno. Esse consumo deve ser distribuído ao longo do dia e, de acordo com a temperatura exterior, a temperatura corporal, a umidade e as perdas de líquidos ao longo do dia, pelo menos de 7 a 8 copos diários não devem ser esquecidos.

Se você é daquelas pessoas que só se lembra que não bebeu a água suficiente ao longo do dia quando olha para a garrafa ainda quase cheia na hora de sair do trabalho então veja as dicas abaixo, pois existem alguns truques que nos ajudam a lembrar desta regra tão básica, mas tão importante.

 
1. Beba águas aromatizadas ou funcionais

Associar um sabor e funcionalidades à sua água pode ser uma forma de beber água com muito mais prazer. Paus de canela, rodelas de limão, hortelã ou frutos vermelhos podem ser soluções interessantes que ajudam não só a hidratar mas também a saciar, a combater os radicais livres e a melhorar a digestão.

2. Beba chás

No dias mais frios o consumo de bebidas frias nem sempre apetece, optar por chás quentes pode ser uma boa forma de mantermos a temperatura corporal, nos hidratarmos e entrarmos no mundo das plantas medicinais que apresentam inúmeros benefícios para a nossa saúde e bem estar.

3. Opte por drenantes

Se sua vida é uma correria e a falta de tempo é o seu calcanhar de aquiles, opte por misturas preparadas como os típicos drenantes que encontramos à venda.

Muitas vezes tenho de optar por coisas mais práticas e que envolvam menos passos de preparação. Estas misturas normalmente apresentam ervas ou outros compostos naturais que ajudam o organismo a drenar ao mesmo tempo que o hidratamos.

4. Coloque lembretes no celular

Existem aplicativos para celular que nos ajudam a lembrar de beber água, mas um simples lembrete pode ser tudo aquilo que precisamos para ir fracionando a água ao longo do dia.

5. Estipule metas

Se o seu objetivo é beber 1,5 litros de água até terminar o seu dia, aproveite e divida a sua água com metas de consumo ao longo do dia e com horários definidos.

6. Adote rotinas estratégicas

Inclua copos de águas estratégicos ao longo do seu dia para criar hábitos regulares. Sabendo que cada copo de água tem cerca de 200 a 250 ml então esse habito vai tornar o seu objetivo cada vez mais próximo.

 
Experimente começar o seu dia com um copo de água morna – acrescente algumas gotas de limão (leia também o texto “Descubra 4 motivos para beber água com limão em jejum” que publicamos aqui no blog “Lar, Doce Lar”) -, acompanhe o seu café da manhã com uma infusão sem açúcar, antes de almoço e do jantar beba um bom copo de água para ajudar a saciar sua fome, faça o seu próprio chá da tarde, acompanhando o seu lanche de uma infusão não açucarada e beba um chá calmante antes de se deitar. Com esta distribuição você já terá consumido 6 copos, experimente.

7. Mantenha a água por perto

Algumas vezes, se você tiver que levantar cada vez que quiser de beber um copo de água, provavelmente vai pular esta rotina. Não se esqueça de ter a água acessível, perto de você, na mesa de trabalho e pronta a beber.

8. Opte por alimentos hidratantes

Essa opção não substitui por completo o consumo da água, mas optar por alimentos hidratantes pode ser uma boa estratégia, especialmente nos dias mais quentes.

Gelatinas sem açúcar, frutas frescas, legumes, verduras, hortaliças, sucos e sopas frias ou quentes são alguns exemplos.

Lillian Barros é nutricionista clínica em Portugal, apaixonada pela profissão que escolheu e que exerce com todo o carinho e dedicação. É autora do blog Santa Melancia – o Diário de uma Nutricionista, voltado para quem se interessa por saúde e boa nutrição. Essa postagem teve pequenas adaptações autorizadas pela autora para o Brasil, feitas pelo blog “Lar, Doce Lar” e sua postagem original, escrita para Portugal, pode ser lida aqui.

Se você gostou dessas dicas, provavelmente também vá gostar dessas:
10 hobbies que melhoram a inteligência
Quer emagrecer? Pese-se todos os dias
Chocolate melhora o funcionamento do cérebro
Conheça o apaixonante kit para as crianças amarem plantar
Aprenda 3 formas de perfumar a sua casa com produtos naturais
Você adora morangos? O que acha de plantar os seus?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *