Quer emagrecer? Pese-se todos os dias!

Compartilhe...
Tempo estimado para leitura: 3 minutos

Com que frequência você se pesa? A maioria das pessoas acredita que pesar-se todos os dias pode desestimular a tentativa de emagrecer pelo fato de que a variação de peso, tanto para cima como para baixo, é normal de um dia para outro

. As dietas mais consagradas recomendam que quem está de dieta confira seu peso uma vez por semana, outra sugerem que as pessoas em dieta nunca se pesem para não perder a motivação.

Porém, contrariando todas essas teorias e suposições, duas pesquisas concluíram que as pessoas que se pesam todos os dias tendem a perder mais peso.

A primeira delas foi realizada na Finlândia, pela Tampere University of Technology e publicada no periódico científico Plos One, tendo como autora a pesquisadora Elina Helander.

A conclusão da pesquisadora é que esse resultado pode estar relacionado ao fato de que as pessoas que levam a dieta mais a sério, ao subirem na balança todos os dias, ficam felizes e incentivadas com o resultado obtido, ganhando assim estímulo para continuar.

O estudo analisou as quase 3.000 vezes em que 40 pessoas que participavam de um programa de emagrecimento subiram na balança.

O segundo estudo foi realizado nos EUA e concluiu que se alguém quer perder peso, subir à balança diariamente pode ajudar.

A conclusão deste estudo norte americano, que revela que pesar-se todos os dias e registar, por escrito, os resultados alcançados facilita a tarefa de quem quer emagrecer, em função de estabelecer diariamente a relação entre o peso que alcançamos e o que comemos.


A investigação, levada a cabo durante dois anos por uma equipe da Universidade de Cornell, nos EUA, foi publicada na revista científica Journal of Obesity e sugere que o hábito de “enfrentar” diariamente a balança é eficaz na perda de peso e na manutenção dos resultados alcançados, especialmente entre os homens.

Os cientistas, liderados por David Levitsky, professor de psicologia e nutrição, acompanharam 162 voluntários, entre homens e mulheres, que foram divididos aleatoriamente em dois grupos – um grupo de intervenção e outro apenas de controle.

Aos indivíduos do grupo de controle foi pedido que perdessem 1% do peso corporal através de qualquer método desejado. “Como não quisemos indicar uma solução para a perda de peso, todos o fizeram à sua maneira: alguns reduziram o tamanho das porções, outros acabaram com os aperitivos e outros ainda eliminaram uma refeição diária”, explicou Levitsky, dizendo ainda que a perda de 1% do peso implica apenas “o corte de cerca de 150 calorias diárias durante duas semanas”.

Depois de manterem a perda de peso conseguida durante 10 dias, esses voluntários foram convidados a atingir uma nova meta: perder mais 1% do peso, um objetivo que foram renovando até perderem 10% do peso corporal que possuíam no início da experiência.


Segundo os investigadores, tanto os homens como as mulheres emagreceram, mas a perda de peso foi especialmente significativa entre os participantes do sexo masculino.

Pesagens diárias aumentam motivação

“Para fazer a diferença, basta uma balança de banheiro e um bloco de anotação”, salientou o pesquisador, explicando que as pesagens regulares “obrigam a que haja consciência da relação entre o que comemos e o que pesamos”. Embora muitos especialistas defendam que a subida diária à balança não é recomendável, o nutricionista assegura que este estudo prova o contrário.

De acordo com a equipe de pesquisa, aqueles que se pesam diariamente têm maior motivação para manter comportamentos benéficos para a dieta, como comer menos ou fazer caminhadas e exercícios. “Achamos que a balança torna as pessoas mais conscientes sobre sua alimentação e permite que façam escolhas alimentares mais adequadas ao seu peso”, justificou Levitsky.

Os investigadores pretendem ainda continuar testando a eficácia deste método no âmbito de um programa de prevenção de ganho de peso entre os estudantes da Universidade de Cornell, para posteriormente aplicá-lo em crianças e adolescentes com excesso de peso.

A pesquisa planeja também, futuramente, apurar se este método pode prevenir o ganho de peso relacionado com o envelhecimento, já que a maioria das pessoas começa a engordar a partir dos 40 anos.


Se você gostou desse assunto, provavelmente também vá gostar destas outras postagens:
Chocolate melhora o funcionamento do cérebro
Caminhando na esteira, como transformar um martírio em prazer?
Dormir sem roupas pode trazer algum benefício?
Chá de camomila aumenta a longevidade
Animais de estimação contribuem para diminuir o estresse
Por que o Desodora funciona?

Compartilhe...

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *