O versátil, nutritivo e delicioso manjericão

Compartilhe...
Tempo estimado para leitura: 4 minutos

Se você pedir para as pessoas citarem que plantas acham mais cheirosas, provavelmente 9 em cada 10 dessas pessoas vai citar o manjericão entre suas preferidas.

Isso porque o manjericão é uma das plantas que mais satisfaz o nosso olfato, ele é praticamente uma unanimidade.

Mesmo as pessoas que não gostam de consumir manjericão em saladas ou como tempero, geralmente apreciam o seu aroma envolvente e característico.

Saiba tudo sobre o manjericão

O manjericão (também conhecido alfavaca) é um arbusto perene, com muitos galhos, folhas e ramificações, originário da Ásia e da África.

É uma planta muito aromática e, embora seja utilizada como alimento e como remédio desde a antiguidade pelos indianos, gregos, egípcios e romanos, aqui no Brasil ela demorou a se tornar popular.

Agora, desde que se popularizou por aqui, ele caiu nas graças de praticamente todos os brasileiros, contudo existem algumas exceções, há quem não goste dele, mas certamente é a minoria.

Essa especiaria contém uma grande variedade de óleos essenciais, conhecidos pelas sua propriedades anti-inflamatórias e antibacterianas.

Sendo os principais óleos encontrados nessa rica planta o eugenol, citronelol, linalol, citral, limoneno e terpineol.

Além dessas propriedades, o manjericão também contém nutrientes essenciais para o corpo e a mente, como as vitaminas A, C e K, manganês, cobre, cálcio, ferro e omega-3.

Na gastronomia, além de muito saboroso, ele é muito nutritivo, 100 gramas de manjericão possuem cerca de 20 calorias.

Ele acrescenta um sabor maravilhoso tanto em doces e como em salgados, por ser muito versátil.

Sobretudo o manjericão fica delicioso em pizzas, massas, molhos, saladas, mas até mesmo em doces e sorvetes ele acrescenta uma explosão de sabores.

Atualmente o manjericão está sendo associado a cada vez mais benefícios para nossa saúde, ele possui também as funções de desintoxicante, antisséptico e ajuda a restabelecer o organismo de vários tipos de infecções.

Por fim, ele ainda protege nosso organismo de ataques bacterianos, estimula a memória, melhora a pele, a visão e alivia o estresse.

São atribuídos ao manjericão os seguintes benefícios

Auxiliar no tratamento de resfriados, melhorando o sistema imunológico e combatendo as bactérias.

Aliviar tosses e dores de garganta, além disso, combater doenças respiratórias, como asma e bronquite.

Ainda em relação ao sistema respiratório, melhorar o funcionamento dos pulmões, combatendo assim bronquites e tuberculoses.

Aumentar a produção de anticorpos em até 20%, melhorando assim o sistema imunológico e a proteção contra doenças como asma, alergias, artrite, câncer, gripes e resfriados.

Combater o estresse.

Melhorar a visão através das propriedades antioxidantes da Vitamina A contida em sua fórmula.

O manjericão também melhora a pele, prevenindo assim as acnes e acelerando o processo de cicatrização de feridas.

Melhorar a saúde bucal e diminuição do mau hálito.

Auxiliar na eliminação de pedras nos rins.

Melhorar o sistema digestivo, ajudando a curar úlceras e problemas no funcionamento do fígado.

Aliviar dores de cabeça e é um excelente relaxante muscular.

Normalizar os níveis de colesterol ruim e aumenta o fluxo sanguíneo.

Normalizar os níveis de neurotransmissores do cérebro, melhorando assim o sistema nervoso e, com isso, aumentar  a capacidade de memória.

Assim, ter manjericão plantado em casa, além de ter a mão todos esses benefícios gastronômicos e medicinais ainda tem outra vantagem, ele afasta mosquitos e moscas, que odeiam o seu aroma, sendo assim um excelente repelente natural.

Outra vantagem de ter seu próprio pé de manjericão em casa é saber que ele é totalmente livre de produtos químicos.

Como plantar e cuidar adequadamente de um pé de manjericão

Você pode plantar manjericão de 3 formas diferentes: a partir de sementes, através de mudas prontas, ou através do replantio de um galho fresco.

Para fazê-lo você precisará, além de uma das três opções acima, de um bom substrato para mantê-lo nutrido, ainda mais se for plantá-lo em um vaso.

Nesse caso, você precisará também de um vaso adequado (se for plantar dentro de casa ou em pequenos espaços) e um local em sua casa que receba luz natural.

O pé de manjericão não pode receber muita água e não necessita regas diárias, porém, caso a terra fique muito seca e dura, isso prejudicará o seu desenvolvimento.

As podas devem começar a partir do momento em que a planta esteja na idade adulta e quando ela colocar flores.

Apesar de serem bonitas, retire também as flores para, desta forma, manter a planta sempre jovem e saudável.

Se você tiver uma produção muito grande me manjericão, maior do que seu consumo diário, pode secá-lo para utilizar como tempero.

Inclusive você pode secar as flores juntamente com as folhas, elas também são muito gostosas e nutritivas.

Assim que elas estiverem bem secas, guarde-as em um recipiente hermeticamente fechado.

Como colher o manjericão

Ao colher as folhas e as flores procure não arrancá-las, utilize uma tesoura para cortá-las, evitando assim danificar os galhos e folhas remanescentes e danificando o menos possível a planta.

Se você for plantá-lo em um vaso, os vasos autoirrigáveis são excelentes para manter a quantidade de água exigida pelo manjericão.

Você mesmo pode produzi-los ou adquiri-los prontos. No texto “Vasos autoirrigáveis“, que publicamos aqui no blog “Lar, Doce Lar”, ensinamos como você pode fabricar seus próprios vasos.

Afinal, quem não quer ter uma planta em casa que, além de afugentar insetos, deixar nossa casa perfumada, ainda é deliciosa e faz bem para a saúde?


Leia também:
Quais os benefícios da banana para a saúde?
Benefícios para a saúde do dente-de-leão
Como acabar com as lagartas que atacam as plantas
Quais as plantas mais fáceis de cultivar dentro de casa?

Compartilhe...

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *