A curiosidade matou o gato! Não seria o cachorro?

Compartilhe...
Tempo estimado para leitura: 3 minutos

Existe um ditado popular que afirma que a curiosidade matou o gato, mas será que o gato é realmente o mais curioso dos nossos animais de estimação?

Nesse texto também vamos procurar esclarecer a origem desse ditado popular, mas nosso objetivo é outro. Com um pouco de humor, vamos mostrar que geralmente o animal mais curioso nas nossas casas é outro.

Existem pelos menos duas versões que tentam explicar a origem da expressão “A curiosidade matou o gato”.

Uma delas é que esse ditado era usado para alertar uma pessoa de que um mal poderia ocorrer com ela caso fosse muito curiosa. Segundo essa explicação, a forma original do ditado – que hoje é pouco conhecida -, era “A preocupação matou o gato”. Ou seja, a palavra “preocupação” era de a pessoa ficar preocupada mesmo, ou angustiada. Era no sentido de ficar triste por alguma frustração com o desconhecido.

Ainda de acordo com essa corrente de interpretação do ditado, há uma continuação para ele, também pouco conhecida atualmente. Seria algo como: “a curiosidade matou o gato, mas a satisfação o ressuscitou”, seguindo a mesma lógica de que a satisfação em descobrir a verdade compensa os problemas decorrentes da curiosidade. Essa continuação sobre a ressurreição talvez se refira às várias vidas atribuídas aos gatos.

A outra explicação para o ditado é que ele teria origem na Idade Média em função de ser a época da caça às bruxas. Naquela época ser muito curioso poderia se transformar em um problema. Quando alguém era muito questionador acabava indo para a fogueira.

Segundo essa interpretação, nessa época os gatos eram odiados pela população, principalmente os pretos, por serem associados ao ocultismo e bruxarias. As pessoas usavam então da curiosidade felina para exterminá-los. Para isso criavam armadinhas que despertavam a atenção dos gatos que, graças a sua curiosidade, acabavam mortos.

Parecem ser duas explicações coerentes, não é mesmo? Mas como dissemos acima, esse não é o assunto do nosso texto.


Afinal, qual é o animal de estimação mais curioso?

Aqui no blog “Lar, Doce Lar” trabalhamos em sistema de home office, portanto cercados pelos nossos “filhos peludos”, um deles, o Thor, é simplesmente o ser mais curioso que se tem notícias, mete o focinho em tudo o que esteja ao seu alcance.

Se você tem cães em casa, sabe do que estamos falando, eles fazem qualquer coisa para “verem o movimento”. E mais, quando estão fazendo arte para espiar, você já observou que nunca se machucam? Mesmo os mais escandalosos, que gritam por qualquer coisinha, para poder espiar vale tudo.

Algumas vezes, nem conseguem enxergar o que está acontecendo, mas o focinho tem que estar marcando presença.

Ao pesquisar sobre isso, encontramos muitas fotos na internet que ajudarão a esclarecer essa discussão. Imagens engraçadíssimas de cães que fazem o possível (e as vezes o impossível) para espiar através de cercas, janelas, portas, arbustos e muros o que está se passando fora do seu campo de visão.

São 34 imagens de cães curiosos, temos certeza de que muitas delas você não vai conseguir segurar o riso.


Se você gostou desse assunto, provavelmente também vá gostar de ler sobre esses:
Você prepara em casa a comida do seu Pet? Então leia essas dicas importantes
A casa e os animais de estimação
Testamos o mordedor para cães que se propõe a substituir a escova de dentes
Você pretende ter um animal de estimação?
Dicas importantes para quem precisa deixar seu cão sozinho em casa
Cachorros e Jardins Combinam?
Truques simples e caseiros para solucionar algumas situações com seus animais de estimação
É possível afirmar que um cão é mais ou menos inteligente em função da sua raça?
Obesidade canina é um problema sério, saiba como resolver

Compartilhe...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *