Como saber se meu cachorro está feliz

Compartilhe...
Tempo estimado para leitura: 7 minutos

Quem é observador sabe que uma boa comunicação entre as pessoas não se resume apenas às palavras que são ditas, mas envolve também o tom de voz e a linguagem corporal de quem está se expressando.

Com os cães isso não é diferente. Eles sentem emoções semelhantes às nossas, mas não têm a capacidade de expressá-las falando, como a maioria das pessoas. Portanto, os cachorros mostram seus sentimentos por meio da linguagem corporal, do seu comportamento e até mesmo da sua saúde, de uma forma ainda mais expressiva que os seres humanos.


E como nossos cães geralmente dependem apenas da linguagem corporal para que saibamos qual o seu estado emocional, precisamos estar especialmente atentos a eles para identificarmos se eles estão felizes ou tristes.

A maneira universalmente conhecida de saber que um cão está feliz é quando ele demonstra carinho e quando abana seu rabo efusivamente. Mas isso se dá por alguns momentos, existem outros sinais que podem ser observados durante todo o decorrer da convivência com ele.

Prestar atenção à linguagem corporal de um cachorro, incluindo a sua cara e a posição e postura de seu rabo é uma ótima maneira de entender como ele está se sentindo. Essa também é a maneira de conhecê-lo melhor e começar a aprender o que ele gosta e o que ele não gosta, o que o deixa feliz e o que o deixa triste.

Meu cachorro é feliz?

Essa é uma pergunta que muitas pessoas se fazem, porém, existe uma diferença sutil entre ser feliz e estar feliz. Na realidade não existe nenhum ser vivo que seja feliz permanentemente, problemas e frustrações acometem a todos em algum momento. Cães solitários, por exemplo, podem ter momentos de tristeza, mas isso não os transforma em “cães infelizes”.

Assim como acontece com as pessoas, a felicidade é apenas uma das muitas emoções que um cão é capaz de sentir. Por isso também é importante prestar atenção aos sinais emocionais de nossos filhotes de quatro patas, pois as mudanças na sua linguagem corporal, ou no seu comportamento, podem indicar um estresse emocional em um cão, um desconforto físico ou até mesmo alguma doença.

Mas também é importante estarmos cientes que os cães, apesar de geralmente viverem o momento presente, também têm variações em seu humor. Afinal, quem não se irrita ou não se incomoda de vez em quando com uma situação desagradável?

Portanto, contanto que seu cão esteja saudável, confortável e bem cuidado, você pode ter certeza de que ele está muito feliz, não importa a forma que ele vai encontrar para demonstrar isso.

Isso mesmo. Não existem sinais específicos genéricos que indiquem a felicidade canina, o que existe são sinais que cada cão desenvolve na convivência com você.

A capacidade de melhorar rapidamente o humor que um cachorro tem é impressionante, mesmo os cães que, infelizmente são maltratados, encontram, nas pequenas coisas do seu dia, momentos para deixá-los mais felizes.

Voltando à pergunta pela qual provavelmente você tenha chegado até esse texto: “Meu cachorro está feliz?

Para obter essa resposta, você precisará criar vínculos com o seu cachorro e identificar em seu comportamento os sinais de felicidade.

Talvez você identifique isso pela maneira como ele abana o seu rabo ou como atropela tudo o que encontra pela frente quando você retorna para casa. Provavelmente você até já saiba em que momentos o seu cachorro esteja mais ou menos feliz, ainda que não tenha se dado conta de quais são os sinais que ele está lhe transmitindo.

Enfim, durante essa leitura esperamos que você perceba os sinais de como o seu melhor amigo demonstra suas emoções.

Como os cães demonstram suas emoções

Os cães têm a capacidade emocional equivalente ao de uma criança de 2 a 2,5 anos de idade. Isso significa que eles experimentam diversas emoções, como alegria, impaciência, medo e raiva.

Os cães possuem os mesmos hormônios e passam pelos mesmos tipos de mudanças químicas que os humanos sofrem durante as suas mudanças emocionais.

Existem vários estudos que comprovam esses dados. Um desses estudos foi desenvolvido pelo professor norte americano Gregory Berns, da Emory University, em Atlanta, nos EUA.

O professor Berns, que é neurocientista, dedicou vários anos analisando o funcionamento do cérebro do seu próprio cachorro, com ajuda de um adestrador. Após vários experimentos sua conclusão foi que os cachorros utilizam a mesma região do cérebro que os humanos para sentir as emoções.

Assim como uma criança de 2 anos, os cães não têm um vocabulário formado para nos dizerem como se sentem. Entretanto, também como uma criança pequena, a linguagem corporal e o comportamento dos cães nos transmitem suas emoções.

Você já deve ter identificado quando seu cachorro está frustrado, ou até mesmo um pouco deprimido, não é verdade? Seja através de gemidos queixosos, ou de latidos monótonos, bem diferentes de seus latidos felizes, ou ainda de outra forma de demonstração, é possível observar essa condição.

Cães que brincam com outros cães ou com gatos, durante essas brincadeiras também nos dão mostras de seu estado emocional. É facilmente possível perceber se estão felizes ou não.

Quais são os sinais físicos mais frequentes que demonstram que um cachorro está feliz?

É claro que, como explicamos anteriormente, cada cão é diferente de outro e, portanto, a demonstração corporal de cada um deles pode variar. Mas, quase sempre, um cachorro feliz parecerá estar confortável e à vontade. Portanto, de um modo geral, um cão feliz tem uma linguagem corporal relaxada, apresentando alguns desses sinais físicos:

  • A boca parcialmente aberta sem tensionamento ou rigidez;
  • As orelhas relaxadas e caídas, e não esticadas para trás ou tensas por um estado de alerta;
  • Posição geral do corpo relaxada, com a cabeça levantada, o rabo relaxado e a postura confiante;
  • O abanar do rabo envolve meneios e movimentos de corpo inteiro ou, pelo menos, de um corpo relaxado – diferentemente de um cão que permaneça em pé, rígido e com o rabo ondulando tensamente por estado de alerta ou de nervosismo;
  • Oferece sua barriga para receber nosso carinho;
  • Posiciona-se com o traseiro para cima e o peito abaixado apoiado nas patas da frente, em um claro convite provocativo para brincar.

Da mesma forma que a linguagem corporal, com a postura relaxada, é possível também observar se um cachorro está feliz pelo seu comportamento. Esses sinais comportamentais de um cachorro feliz geralmente são:

  • Não costumam ser destrutivos. O comportamento destrutivo de um cachorro pode ser um sinal de ansiedade ou estresse;
  • Qualquer atenção os deixam felizes. Eles ficam felizes em brincar, dar uma caminhada ou um passeio de carro. Quando um cão não se interessar por uma brincadeira, isso pode ser um sintoma de que ele pode estar se sentindo mal ou com dores;
  • Apetite voraz. Um apetite saudável indica que um cão se sente bem fisicamente e está emocionalmente feliz. As mudanças no apetite e a recusa de alimentação podem ser sintomas de alguma doença ou desconforto, ou ainda de uma infelicidade em potencial ou depressão;
  • Se inclinam para se apoiar em sua mão ou no seu corpo. Muitos cães, quando estão felizes gostam de fazer contato corporal conosco;
  • Eles estão ansiosos para lhe receber e quando você entra em casa fazem muita festa;
  • Dormem profundamente.

É claro que muitos fatores, entre eles a raça do cão, sua idade e a sua saúde podem afetar o seu comportamento, assim como a sua personalidade básica tem um papel importante na forma como ele expressa sua felicidade.

Conforme comentamos acima, você provavelmente já conhece as variações de “comportamentos felizes” do seu cão, portanto sua lista de sinais pode ficar um pouco diferente da que relacionamos acima.

E se você já identificou que seu cachorro é feliz, mas quer proporcionar ainda mais felicidade para ele, o que fazer?

Como deixar seu cachorro ainda mais feliz

Os cães de uma maneira geral amam os seres humanos, o simples fato de receberem nossa atenção já os deixam felizes. Por isso, a melhor maneira de fazer um cão feliz é simplesmente suprir suas necessidades físicas, intelectuais e emocionais.

Oferecer felicidade a um cachorro é muito fácil em função deles viverem sempre o momento presente. Certifique-se de que seu cão sempre tenha uma dieta saudável, faça uma quantidade adequada de exercícios para sua idade e perfil físico, estimule-o mentalmente o suficiente e dê a ele muito amor e carinho.

Identifique e respeite as necessidades de exercícios de seu cão. Geralmente cães filhotes costumam ser mais ativos do que os cães mais idosos, pois precisam gastar mais energias. Um cachorro adulto que esteja feliz também é ativo, mas com o passar do tempo, na medida em que ele envelhece, suas exigências de atividade diminuirão.

A qualidade do carinho e atenção por vezes é mais eficaz que a quantidade. Se você nem sempre consegue dar ao seu cão o atenção que ele merece não se culpe, procure compensar com o máximo de amor e atenção sempre que possível,

Cachorros felizes querem brincar, passear, correr, explorar, são curiosos e querem aprender e conhecer novas situações e lugares.

Outra maneira não menos importante de garantir a felicidade do seu cão é cuidar da sua própria felicidade. Os cães são sensíveis às nossas emoções, além de terem suas próprias emoções, os cães também reagem ao nosso estado de espírito. Quanto mais saudável e feliz você estiver, mais confortável e contente seu cão estará.


Se você gostou deste assunto, provavelmente também vá gostar de ler sobre esses:
Testamos o mordedor para cães que se propõe a substituir a escova de dentes
Que raças de cachorros podem ficar sozinhas?
14 alimentos que jamais devem ser dados para cães
É recomendável usar xampu humano em nossos cães? E qual a maneira mais adequada para banhá-los?
Como acabar com o mau hálito do meu cachorro?
Dicas importantes para quem precisa deixar seu cão sozinho em casa
Quanto o seu cão entende você?
Calos de apoio em cães são um problema?

Compartilhe...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *