Benefícios proporcionados pelo consumo de couve

Gostou dessa postagem? Compartilhe com seus amigos

No Brasil, geralmente o consumo de couve está associado à uma feijoada completa não é mesmo? Seu amargor característico não é apreciado por muitos para o consumo diário, porém, se bem preparada, de forma a atenuar esse amargor, é um alimento que pode sim entrar em nosso dia a dia e enriquecer nossa alimentação.

A couve é uma excelente fonte de benefícios para a nossa saúde e pode contribuir muito para quem quer adotar uma dieta saudável. É rica em iodo, fibras e minerais – como cálcio, ferro, magnésio, cloro, enxofre e fósforo – e vitaminas – A, B1, B2, B3, B5, C e K -, ela é excelente para combater problemas digestivos, enfermidades do fígado, cálculos renais, menstruação dolorida, artrite, bronquite, além de curar úlceras estomacais.

A couve ainda pode ser utilizada para amenizar ressacas, aliviar a prisão de ventre e amenizar as dores causadas por úlceras e gastrites. O iodo contido nela também é essencial para a produção de hormônios essenciais para a tireoide.

Tem efeito antioxidante. As vitaminas A e C, assim como o magnésio, são responsáveis por esse efeito antioxidante celular. Os antioxidantes são responsáveis por combaterem os radicais livres que estão associados ao envelhecimento precoce da pele. Além disso, a couve possui carotenoides e flavonoides, dois elementos importantes para processo de proteção celular e estimulantes da limpeza de substâncias tóxicas do organismo.

Tem efeito anti-inflamatório. A vitamina K presente na couve é responsável pelo efeito anti-inflamatório. É uma substância capaz de combater doenças graves, como o câncer, por exemplo. Abastece o corpo também de glucosinolatos – fitoquímicos naturais com ação desintoxicante -, compostos conhecidos por prevenir o câncer gástrico e o câncer de ovário.

Reduz o colesterol. As fibras contidas na couve auxiliam na redução dos índices de colesterol do organismo. Tornando-a assim um alimento importantíssimo para compor uma dieta que busca melhorar a saúde do coração. As fibras também aumentam a nossa sensação de saciedade.

A couve é pobre em calorias, portanto é recomendada também em dietas para perda de peso.

Reduz o inchaço, melhora a textura da pele e combate as acnes. A vitamina A contida nela, age como um antioxidante.

Fortalece os ossos por conter magnésio e cálcio na proporção ideal. Ele é mais eficiente que o leite nessa função, pois, para melhorar a densidade óssea não basta somente o cálcio, também é necessário o magnésio – sem a presença do magnésio o cálcio não exerce função dentro do osso.

O magnésio da couve também é fundamental para a formação e o bom funcionamento dos neurotransmissores responsáveis por manter o bom humor.

A couve também é uma excelente fonte de ferro para o nosso organismo. O Ferro é fundamental no sangue para a produção de hemoglobina e para o transporte de oxigênio.

Se você gostou desse assunto, provavelmente também vá gostar dessas outras postagens:
As vantagens de ter uma horta em casa
“Hortaliça não é só salada”, conheça esse interessante site de dicas da Embrapa Hortaliças
Como plantar e cultivar o alho-poró
Benefícios do chá de hortelã – Parte I
Dicas imperdíveis para quem tem ou quer começar uma horta caseira
Nhoque de beterraba

Gostou dessa postagem? Compartilhe com seus amigos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *