Como evitar e como tratar a obesidade em gatos

Compartilhe...
Tempo estimado para leitura: 4 minutos

A obesidade é um problema de saúde para todos os seres vivos, isso é incontestável, portanto a obesidade em nossos gatinhos não tem como fugir a essa regra.

A obesidade é uma doença que atinge cerca de 30% dos felinos, portanto, mesmo que você ache seu gatinho fofo e engraçadinho nessas condições, precisa estar ciente que isso certamente vai afetar sua qualidade de vida e longevidade.

Esse é um problema tão sério para a saúde dos bichanos, que até o Guinness World Records (consagrado livro dos recordes mundiais) parou de listar gatos extremamente gordos em suas publicações anuais para não incentivar essa prática.

A maior causa da obesidade entre os gatos é a alimentação inadequada, seja por petiscos ou guloseimas que costumamos dar a eles, seja por rações mal balanceadas e que contenham grandes quantidades de carboidrato, gorduras e sódio.

A justificativa de muitos “pais e mães” de gatos de que seu gato engorda porque foi castrado não tem amparo em nenhum estudo. Na verdade o que ocorre é que gatos castrados têm a tendência de ficarem menos ativos, consequentemente, com uma dieta errada e a falta de exercícios eles acabam engordando.

Resumindo, gatos gordos, salvo algum problema genético ou congênito de saúde, estão nessa situação quase sempre por negligência de seus “pais e mães humanos”.


Como saber se um gato está obeso?

Tecnicamente, um gato pode ser considerado com sobrepeso quando estiver com a massa corporal acima de 15% do seu peso ideal.

Considerando que o peso ideal para um gato SRD (sem raça definida) varia entre 3 e 4 quilos nas fêmeas e 4 a 5 quilos nos machos, isso significa que um gato macho com 6 quilos já possa ser considerado acima do seu peso ideal. Para gatos com raça definida, é preciso conhecer as características da raça para saber qual o peso ideal.

Mas como saber, na prática, se um gato está muito gordo?

Na prática, não é necessário ter uma balança, tampouco entender de cálculos de massa corporal para saber se você precisa adequar a alimentação e os exercícios de seu gatinho.

Uma forma de descobrir isso é apalpando a região das costelas, caso seja difícil ou se você não conseguir senti-las, certamente seu gato está acima do peso.

Além disso, o exame visual também é importante. Um gato em seu peso ideal é bem-proporcionado, é possível visualizar a sua cintura e as sua costelas, que – como explicamos acima – devem ser palpáveis. Nos bichanos com peso ideal, o acúmulo de gordura abdominal é mínimo e é possível perceber as curvas abdominais.

Já em um gato obeso, além de ser difícil de apalpar suas costelas em função da camada de gordura acumulada, será possível observar um abdome arredondado, também decorrente do volume de gordura acumulada. Em um gato nessa situação, nem a sua cintura será distinguida em uma análise visual. Em casos mais graves, será possível observar também depósitos de gordura na parte inferior das costas.

Portanto, a condição corporal de um gato é possível ser definida com a observação visual e a apalpação.

Seu gato está obeso? E agora, o que fazer?

Se ao fazer a análise acima você constatou que seu gato está acima do seu peso normal, você não precisa se desesperar, mas precisa, necessariamente, adotar medidas para resolver esse problema. Fazer isso é de vital importância para seu bichano.

Uma medida interessante é consultar o veterinário de seu gato, em busca de orientações e exames. Ter em mãos exames clínicos da situação da saúde de seu gato facilitará em muito o combate à obesidade.

Que tipos de problemas o excesso de peso em um gato pode causar?

A obesidade felina é um assunto muito sério e é o ponto de partida para o aparecimento de outras doenças associadas a essa condição física. São vários problemas de saúde, os mais comuns são: artrites, doenças hepáticas, falta de ar e cansaço constante, diabetes, problemas renais e problemas dermatológicos.

Com um diagnóstico mais preciso da situação fica muito mais fácil adotar as outras medidas de prevenção e combate à obesidade, como por exemplo:

# Trocar a ração que está em uso por outra, ou mesmo por uma alimentação feita em casa, caso fique comprovado que ela contém ingredientes que estejam causando o problema de sobrepeso.

# Diminuir a quantidade de comida disponível – isso é um erro comum em donos de gatos, deixar a comida sempre à disposição -, muito gatos só se alimentam da quantidade que precisam, enquanto outros se alimentam acima do esperado.

# Se for efetuar a troca da ração por outra, pesquise um pouco, pois existem rações especiais para gatos obesos que contém as propriedades nutricionais adequadas para cada situação.

# Estimule a prática de exercícios, tire-o desse estado de sedentarismo comum aos obesos, com brinquedos, brincadeiras saudáveis e obstáculos para ele superar.

# Evite oferecer petiscos e guloseimas em excesso, se você gosta e costuma fazer isso como recompensa, procure usar como petiscos alimentos saudáveis e corte alimentos com açúcar e gorduras.

E se o seu gato ainda não estiver obeso, mas você quer evitar uma possível obesidade que esteja a caminho?

Gatos geralmente costumam comer pouco de cada vez, mas muitas vezes por dia, porém, como explicamos acima, a comida à vontade pode ser um problema para alguns gatos. Se você costuma deixar a quantidade de comida prevista para todo o dia e ele estiver comendo tudo de uma só vez. Passe a oferecer menos comida de cada vez e mais de uma vez por dia.

Os gatos com sobrepeso tendem a estar continuamente com fome, portanto cabe a nós evitar que essa situação continue a acontecer.


Se você gostou desse assunto, provavelmente também vá gostar de ler sobre esses:
Você prepara em casa a comida do seu Pet? Então leia essas dicas importantes
A casa e os animais de estimação
Testamos o mordedor para cães que se propõe a substituir a escova de dentes
Obesidade canina é um problema sério, saiba como resolver
Dicas importantes para quem precisa deixar seu cão sozinho em casa
9 dicas maravilhosas para donos de gatos inexperientes
Truques simples e caseiros para solucionar algumas situações com seus animais de estimação
Conheça as raças de gatos mais populares no Brasil
Como fazer para um gato parar de urinar fora da caixa de areia?

Compartilhe...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *