Aprenda a cultivar e conheça o simbolismo e o significado espiritual da pata-de-elefante

Compartilhe...
Tempo estimado para leitura: 7 minutos

A pata de elefante tem origem na área desértica do sul dos Estados Unidos e do México. No Brasil geralmente ela é vendida em vasos como planta para decoração de interiores, porém pode ser plantada tanto em áreas externas como internas, desde que respeitadas as poucas condições exigidas por ela.

A seguir vamos explicar melhor tudo sobre essa planta linda e exótica e também qual o seu significado espiritual, que vibrações ela oferece e como você pode beneficiar-se de suas boas energias.


Fique sabendo de tudo sobre a pata de elefante

Exuberante, muito fácil de cuidar e muito resistente, a pata-de-elefante é uma planta que exige poucos cuidados, mas oferece muito em troca desses cuidados.

Seu nome popular vem de sua base larga, que acumula água para enfrentar a falta de chuva, e que justamente por isso lembra a pata de um elefante. Em algumas regiões do Brasil também e conhecida como rabo-de-cavalo.

As folhas crescem sempre no topo, caindo em forma de um chafariz e escondendo uma parte do tronco. Seu caule é rugoso e com estrias, com a cor e a textura também semelhantes à pele de um elefante.

A pata-de-elefante plantada diretamente no solo pode atingir até 5 metros de altura. Há registros de plantas que atingiram até 8 metros de altura, mas isso não é muito comum.

Sua base larga é chamativa desde as plantas mais jovens, chamando ainda mais a atenção na medida em que a planta cresce, tornando-se cada vez mais fina na parte superior. Uma planta pode apresentar múltiplos troncos, mas não é sempre que isso ocorre, grande parte das patas de elefante são de troncos únicos.

É uma planta que atrai os olhos em um jardim, tanto plantada de uma forma isolada como agrupada. Apesar de sua aparência lembrar uma palmeira, seu nome científico é Beaucarnea Recurvata e ela pertence à família Asparagaceae, a mesma dos aspargos.

Sua base é enorme justamente em função de ser uma planta desértica, essa é uma proteção desenvolvida pela planta para armazenar água em épocas de longas estiagens de chuva.

É uma espécie perene e de vida longa, há registros no México de plantas com mais de 350 anos de idade.

Sua silhueta é completamente distinta da imensa maioria das plantas decorativas. Ela parece mais como uma árvore pequena do que com uma folhagem ou arbusto. Seu tronco robusto inicia por uma base grande e pesada e é coroado por uma linda e alegre confusão de folhas em forma de fitas encaracoladas, que crescem formando uma cachopa que lembra um chafariz.

Apesar de ser uma planta que floresce, dificilmente isso acontece em plantios indoor. Mesmo plantada em áreas externas, sua floração pode demorar muitos anos para acontecer.

A pata de elefante cresce lentamente, mas de forma constante. Por ser rústica e resistente pode sofrer alguns reveses que atrasem seu crescimento e exuberância, mas tem um poder de recuperação fantástico. Para jardineiros inexperientes é uma excelente opção de plantio.

Apesar de seu crescimento lento, justamente essa característica de sobreviver em condições adversas e de quase sempre se recuperar é que remete aos seus simbolismos principais, a força e a imperturbabilidade.

Como cultivar a pata de elefante

A pata-de-elefante é uma das plantas chamadas de super resistentes, isso significa que é considerada de muito fácil cultivo, exigindo pouca ou nenhuma manutenção, principalmente as plantadas em áreas externas.

Como plantar a pata de elefante

A forma mais fácil, rápida e eficiente de plantar pata-de-elefante é através de mudas.

É possível propagar as patas de elefantes através de sementes, porém é muito difícil, um dos motivos é que elas dificilmente florescem em um plantio doméstico, outro motivo é que elas levam muito tempo para começarem a florescer. Além disso, existem patas de elefante masculinas e femininas, o que dificulta ainda mais optar por essa forma de propagação.

Entretanto, se mesmo sabendo disso você pretende obter polinização natural, provavelmente terá que esperar por muito tempo para ter sucesso e precisará cultivar várias mudas para tentar obter êxito. Somente a pata de elefante feminina produz sementes para serem plantadas e a semente é do tamanho de um grão de pimenta.

A única forma de saber se uma pata de elefante é masculina ou feminina é pela sua inflorescência, a inflorescência feminina tem um tom rosado enquanto suas sementes estão amadurecendo, já a inflorescência da pata de elefante masculina tem a cor palha.

A principal exigência para o solo onde você vai plantar a pata de elefante é a boa drenagem. O solo deve ser muito bem drenado em função da origem dessa espécie de planta ser a região desértica do México, onde o clima é extremamente seco e árido.

Para o plantio em vaso, procure utilizar vasos com muita drenagem, se o vaso escolhido tiver somente um ou poucos furos na parte de baixo, aumente esse volume de furos. Além disso, antes de colocar a terra no vaso, adicione no fundo uma manta e pedras para uma drenagem ainda mais eficiente.

Quanto à luminosidade, em áreas externas procure plantá-la onde receba sol pleno, justamente pela sua origem. Ela até pode ser plantada à sombra ou a meio sol, porém, conforme explicamos acima, seu crescimento vai ser bem mais lento e ela ficará mais frágil ao ataque das pragas que se criam na umidade.

Para plantio em ambiente fechado, escolha um lugar onde ela receba o máximo de luz solar direta possível, perto de uma janela, porta, parede envidraçada ou uma claraboia. O ideal é que a incidência de luz seja de pelo menos 4 horas por dia.

Quanto a composição da terra, pelo seu perfil desértico, a pata de elefante não é uma espécie muito exigente, mas procure utilizar solo mais arenoso e menos argiloso, o solo argiloso é o que conserva umidade por mais tempo.

Como cuidar da pata de elefante

A pata de elefante prefere as regiões com clima quente, com temperaturas médias a altas e com baixa umidade relativa do ar, portanto se você pretende plantá-la em uma área externa, onde o clima não é controlado e sua região é de clima frio e úmido, seu desenvolvimento ficará prejudicado nas estações mais frias.

Para plantio indoor e em vasos, onde você possa controlar a temperatura e a umidade, procure respeitar essa exigência para desfrutar de toda a sua exuberância e ter uma planta saudável o ano inteiro. Ela pede muito pouco para ser saudável.

Fora isso, ela não é uma planta que exija muitos cuidados. Se suas folhas começarem a amarelar e a cair, apresentem fungos ou manchas escuras, provavelmente ela esteja recebendo muita água, diminua o volume de regas imediatamente. O excesso de água também pode apodrecer o seu tronco e as suas raízes.

Em caso de infestação de ácaros e cochonilhas, procure lavar os pontos de contaminação com uma esponja macia, água e sabão neutro. Ela também tolera o uso de inseticida.

Procure criar para ela um ambiente o mais próximo possível de um deserto, para isso mantenha o solo em condições quase desérticas, deixando-o secar completamente antes de regá-lo novamente.

Com o tempo de cultivo e dependendo da estação do ano você irá aprendendo a regá-la na medida certa. Ela tem a capacidade de sobreviver em ambientes externos que fiquem até um mês sem receber chuva.

Caso sua pata de elefante esteja sendo cultivada em vaso, você precisa decidir que tamanho deseja que ela atinja, trocando-a para vasos cada vez maiores na medida em que ela cresça. Se você perceber que a terra está muito compactada ou que o vaso está estufando, isso deve-se ao fato dele já estar muito pequeno para a planta. Porém, por ser uma planta de crescimento lento, pode demorar anos para que seja necessária essa troca.

A pata-de-elefante não precisa – e nem deve – ser podada, você precisa apenas retirar as folhas envelhecidas que vão se formando por baixo na medida em que nascem folhas novas em seu topo.

Quando você for mexer em uma pata de elefante, tome cuidado com as bordas das folhas, pois elas têm pequenos serrilhados que podem cortar e machucar. Se você tem crianças em casa ou animais de estimação tente encontrar um lugar sem acesso para eles a fim de evitar acidentes.

Qual o significado espiritual da pata de elefante?

O significado espiritual da planta pata-de-elefante não tem nenhuma relação com o significado e simbolismo da pata do animal elefante. Como comentamos acima, a única relação entre elas, e é por isso que a planta recebeu esse nome popular, é a textura do seu tronco e o formato da base da planta lembrarem a pata do paquiderme.

O simbolismo e o significado espiritual da planta vão muito além disso, remetem à sobrevivência e adaptação dessa espécie ao local árido de onde tem origem, que é sua principal característica, a imperturbabilidade.

Esta característica da imperturbabilidade da pata-de-elefante, com seu crescimento constante, apesar de ser lento é que nos transmite vibrações de força, resistência e equilíbrio. Não importa as condições e intempéries que ela se depara, nada perturba seu crescimento e ela sempre consegue energia para se recuperar e esbanjar toda a sua exuberância.

O fato dela armazenar água na base do seu tronco para sobreviver aos períodos de longa estiagem de chuvas, também transmite uma vibração positiva e poderosa de perseverança.

A pata-de-elefante também nos transmite estabilidade, tanto para o ambiente em que está inserida como para as pessoas em sua volta. O Feng Shui, por exemplo, é uma ciência que considera que essa planta leva estabilidade e perseverança, tanto para uma casa como para uma empresa.

Portanto, se você está buscando estabilidade e solidez tanto em sua vida como em sua casa e trabalho, leve uma pata de elefante para dentro de sua casa ou empresa, beneficiando-se assim de uma de suas características, talvez a mais poderosa, de crescimento imperturbável.


Se você gostou deste assunto, provavelmente também vá gostar dessas outras postagens:
O incrível aproveitamento de um pátio sem utilidade
Significado espiritual e simbolismo do Lírio da Paz
32 ideias para criar um jardim fácil de manter e ainda várias dicas incríveis
Dicas de como plantar, cuidar e manter um pé de alecrim sempre saudável
Mini hortaliças e temperos para você mesmo cultivar em uma pequena horta urbana
Dicas imperdíveis para quem tem ou quer começar uma horta caseira
Toalha de mesa antiformiga funciona?

Compartilhe...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *