O que é o Baguá Feng Shui e como usá-lo em uma casa

Compartilhe...
Tempo estimado para leitura: 5 minutos

O Baguá é o mapa da energia do Feng Shui. A utilização do Baguá é um dos princípios básicos da prática do Feng Shui e uma das ferramentas mais poderosas, pois ele oferece uma forma sistemática de avaliar o campo energético de um ambiente.


O que é o Baguá do Feng Shui?

O Baguá, também conhecido como Ba Gua ou Pa Kua, é a representação física de um conceito filosófico desenvolvido na China há 4 mil anos. Baguá é um mapa com formato octogonal que significa “oito áreas” na língua chinesa. Portanto, o Baguá é formado por oito trigramas em torno de um centro.

Esses trigramas, também chamados de mutações, ou áreas estão conectados aos diferentes aspectos da vida. Cada Guá (ou área) também tem inúmeros outros significados em camadas, como cores, elementos, formas, órgãos e muito mais.

Os antigos chineses desenvolveram o Baguá em conjunto com muitas outras filosofias. Os princípios de Yin (feminino) e Yang (masculino), o I Ching (Livro das Mutações), os cinco elementos (e mais) estão entrelaçados e são a base do Baguá.

Todas essas ideologias chinesas foram inspiradas na natureza e buscaram equilibrar a forma como os humanos podem viver em harmonia com ela.

Conhecendo o Baguá

Como escrevemos acima, o Baguá é representado como um octógono (algumas vezes ele pode ser encontrado em formato de quadrado), mas em ambos os casos, o Baguá consiste em oito áreas ao redor de um centro, representando uma bússola que indica as áreas da vida, assim como muitos outros significados simbólicos.

Na prática, o Baguá é uma grade de energia para ser colocada sobre uma superfície que se queira determinar onde estão as fontes de cada energia.

A maioria das pessoas utiliza esse mapa na planta baixa de todo o imóvel, porém, o que muitas pessoas que utilizam o Baguá desconhecem é que ele é um mapa conceitual que pode ser sobreposto não apenas em toda a casa, mas também pode ser utilizado em um único cômodo, como um quarto ou um escritório, ou até mesmo em uma escrivaninha, na face de uma pessoa ou em um quarteirão.

Não há limite espacial para sua aplicação, além do quarteirão pode ser aplicado em uma cidade e assim sucessivamente. A grade de energia encolhe e se expande de acordo com o tamanho da superfície que se queira avaliar, mas sempre permanece em uma grade igualmente proporcional de três por três (como um jogo da velha).

Como aplicar o Baguá em uma casa?

O Baguá é como se fosse uma planta dos diferentes centros de energia dentro da casa, e cada um desses centros de energia corresponde a cores, formas, elementos e áreas específicas da vida.

Portanto, o primeiro passo para avaliar as energias de uma casa inteira é aplicar o Baguá à planta baixa do andar principal do imóvel. Há diferentes escolas de Feng Shui que usam o mesmo Baguá, porém o sobrepõem de maneiras diferentes. Nesse texto, para dar uma orientação específica, escolhemos a aplicação do Baguá com base na escola BTB Feng Shui. Posteriormente, com mais domínio da técnica, você poderá estudar a forma de como outras escolas o aplicam.

O tamanho do Baguá deverá ser o mesmo da planta do local a ser analisado para que todas as fontes de energia sejam cobertas. É claro que dificilmente ele se encaixará perfeitamente, mas uma das medidas deve coincidir. Mais adiante nesse texto ensinaremos como resolver as áreas não englobadas no mapa.

De acordo com essa escola, você vai utilizar o Baguá da seguinte maneira:

# Pegue uma planta baixa dimensionada com precisão da casa, ou de um cômodo da casa.

# Posicione a planta de forma que a parede que contenha a porta da frente fique na parte inferior.

# Sobreponha a planta com uma grade de três por três, com a parte inferior da grade alinhada com a parede com a porta da frente.

# Certifique-se de que essa grade esteja igualmente espaçada.

# Localize na planta todas as áreas para combinar com o Baguá. Como referência Trabalho (ou Carreira) deve ficar alinhado com a parte inferior, ou seja, a parede que contém a porta da frente.

Se você tiver uma planta baixa difícil ou complicada para aplicar o Baguá, tente aplicá-lo sobre o seu quarto, por exemplo. Geralmente os quartos têm um formato regular, o que torna essa análise muito mais fácil, além disso, o local mais eficaz para trabalhar o Feng Shui é o quarto, porque é o espaço mais próximo de você. Portanto, mesmo que você coloque o Baguá em toda a sua casa, sugerimos que você também experimente utilizá-lo em seu quarto.

Como considerar as áreas perdidas e estendidas do Baguá

A menos que você tenha uma casa retangular ou quadrada, provavelmente notará que sua casa não se encaixará muito bem na grade do Baguá.

Se houver pontos em seu layout onde haja um recorte dentro do Baguá, ela pode ser uma área ausente, ou se houver um espaço se estendendo para fora do Baguá, ele pode ser o que chamamos de extensão. Isso pode indicar que a área do Baguá ausente ou estendida pode precisar de atenção extra em sua vida.

Para áreas ausentes: Em geral, isso pode ser resolvido e corrigido colocando um espelho ou plantas vivas na área em questão.

Para extensões: Isso geralmente é positivo, desde que esteja em equilíbrio com todo o plano. Basicamente, significa que você tem mais energia na área do Baguá.

Se você está achando muito difícil essa explicação, pesquise um pouco mais em artigos especializado ou avalie a possibilidade de contratar um consultor de Feng Shui para ajudar a determinar suas áreas ausentes, as extensões e se elas precisam ser corrigidas.

Como ativar o Baguá

Depois de colocar o Baguá, agora você pode ativar a energia em sua casa. Para isso selecione uma, duas ou três áreas Baguá que deseja ativar. Não recomendamos que você faça mais do que isso porque diluirá o efeito.

Cada Guá é diferente, mas abaixo relacionaremos algumas maneiras fáceis de ativar as áreas desejadas.

# Adicione uma planta verde viva.

# Adicione as cores relacionadas à área.

# Adicione um objeto relacionado ao elemento relacionado à área.

# Passe muito tempo na área.

# Mova os móveis nessa área.

As áreas de Baguá

Zhen: família, saúde, idosos e novos começos. O elemento é madeira, as cores são verde, azul, azul-petróleo e o formato é retangular.

Xun: prosperidade, riqueza e abundância. O elemento é madeira, as cores são roxo e púrpura e o formato é retangular.

Tai Qi: centro. O elemento é terra, as cores são tons de terra, amarelo, laranja e marrom e o formato é quadrado.

Qian: amigos, viagens e pessoas importantes. O elemento é metal, as cores são cinza e branco e o formato é redondo.

Li: sucesso, fama e reputação. O elemento é fogo, as cores são vermelho, rosa pink e laranja e o formato é triangular.

Kan: trabalho, carreira e caminho da vida. O elemento é água, as cores são preto e azul escuro e o formato é sinuoso.

Gen: conhecimento e espiritualidade. O elemento é terra, as cores são azul e verde e o formato é quadrado.

Dui: relacionamentos, casamento e amor. O elemento é metal, as cores são branco, rosa e vermelho e o formato é quadrado.

Kun: criatividade, projetos pessoais e profissionais. O elemento é metal, as cores são branco e tons pastéis e o formato é redondo.

Se você achou meio confuso pelo volume de informações, procure vídeos ensinando a ativar o Baguá, porém certifique-se de que a fonte seja séria e confiável para não receber informações equivocadas e com isso anular seu esforço em aplicar essa técnica.


Se você considerou o assunto acima interessante, provavelmente também gostará dessas outras postagens:
Entendendo a ciência do Feng Shui
Toalheiro térmico vale a pena?
20 inspirações para você utilizar o clássico tapete listrado preto e branco na decoração
5 sugestões criativas e simples para renovar sua casa
O que é Japandi?
Você sabe o que é decoração em estilo Boho?
Como usar redes na decoração

Compartilhe...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *