O que é Japandi?

Compartilhe...
Tempo estimado para leitura: 6 minutos

Aparentemente o Japão e a Escandinávia não têm muito em comum não é mesmo? Porém, quando se trata de elementos de design, eles têm muito mais semelhanças do que talvez possamos imaginar.

O senso de estética de ambas culturas na decoração se concentra na simplicidade, nos elementos naturais e no conforto, portanto, para quem já conhece essas duas culturas então não é nenhuma surpresa que atualmente cada vez mais designers de ambiente combinem esses dois estilos.


Esse estilo de decoração recebeu o nome de “Japandi” (também chamado por alguns de Estilo Japonês, ou Estilo Scandi – apesar de ele ser uma junção dos dois estilos). E embora seja uma tendência relativamente nova, cada vez mais está aparecendo em revistas e postagens em redes sociais, como o Pinterest e o Instagram, ambientes que integram esse conceito.

Qual o conceito de decoração inserido no estilo Japandi?

Conforme explicamos acima, o Japandi é um estilo de design de decoração de interiores emergente e que está se tornando ainda mais popular a cada dia que passa. O design aplicado no Japandi não é esparso, mas intencional.

Japandi é uma mistura dos estilos japonês e escandinavo influenciado pela antiga filosofia japonesa de wabi-sabi, ou seja, um modo de vida que valoriza a vida lenta e imperfeita, o contentamento e a simplicidade, bem como a prática escandinava de higiene e organização, que envolve conforto, aconchego e bem-estar. É minimalista, mas acolhedor, e tem tudo a ver com tons neutros, muitas texturas e materiais naturais.

O que mais marca esse design são as linhas simples, o estilo bem leve e uma mistura de materiais, que criam um ambiente sereno.

A estética se concentra no minimalismo, na simplicidade, nos tons suaves, em materiais naturais e na priorização do conforto. No estilo Japandi, praticamente não encontraremos detalhes, móveis e objetos ornamentados, grandiosos e vistosos.

É justamente o que esse dois designs de interiores japonês moderno e escandinavo combinados criam. Uma aparência renovada e simples que combina a funcionalidade escandinava e o minimalismo rústico japonês para criar um sentimento de arte, natureza e simplicidade.

No Japandi a intersecção dos estilos de design de interiores escandinavo e japonês moderno, enraizados em princípios de design minimalista, com foco em aconchego, elementos naturais e paletas de cores suaves produz ambientes em que as formas e as linhas sejam as estrelas do ambiente, com móveis e decoração funcionais, esteticamente agradáveis e simples.

Outras características marcantes no design de interiores do Japandi são espaços com muita luz natural e o uso de plantas na decoração.

O estilo Japandi também se apresenta como um um ambiente com peças de artesanato bonitas e com foco na qualidade e peças feitas à mão, em vez de estruturas de baixa qualidade e descartáveis.

Quais são os materiais e elementos principais usados no estilo Japandi?

Para formar ambientes com designs minimalistas, esteticamente agradáveis e altamente funcionais, o Japandi se baseia em uma infinidade de materiais naturais, cores suaves, linhas limpas, móveis e decoração mínimos, mas todos eles bem selecionados.

Os principais materiais usados ​​no estilo de design de interiores do Japandi incluem as fibras naturais, os móveis feitos de materiais naturais e até mesmo cerâmica e decoração feitas à mão. Os ambientes combinam esses materiais naturais com linhas simples, cores suaves e sólidas para proporcionar um toque moderno.

Para decorar um ambiente com o Japandi tenha em mente materiais como: rattan, vime, madeira, bambu, linho, algodão, veludo, pedra, argila, concreto, plantas, entre outros.

Objetos feitos à mão com cores sólidas pequenos e com nada muito brilhante e alto também caracteriza o estilo. Mas esses são apenas alguns exemplos de materiais possíveis.

Dependendo dos objetos e móveis escolhidos, o ambiente em estilo Japandi pode se inclinar mais para a cultura japonesa ou se inclinar mais para o estilo escandinavo. Isso é uma questão de preferência pessoal que não foge do estilo.

É possível encontrar também muitas cores neutras nas paredes e aberturas para complementar os móveis e acessórios. Paletas de cores calmantes, tranquilas e pacíficas são as mais encontradas, e quando cores mais brilhantes são incorporadas ao ambiente, elas são feitas de forma muito sutil.

Além disso, o estilo Japandi costuma dar ênfase para a sustentabilidade. A prevalência de materiais naturais duradouros e designs simples torna-o uma ótima opção de decoração ecológica e sustentável. Como cada vez mais pessoas estão buscando alternativas ecológicas, a crescente popularidade desse estilo de decoração não é nenhuma surpresa.

Porque os estilos japonês e escandinavo funcionam tão bem juntos para formar o estilo Japandi?

Se você já conhece o design em estilo Scandi, provavelmente já se deparou com o conceito “Hygge”. Esse é o conceito escandinavo de design aconchegante, divertido e caseiro. Uma casa “Hygge” deve ser um santuário e proporcionar uma sensação de conforto e aconchego para quem adentra nela.

Se você fundir essa ideia com o conceito japonês de decoração em estilo “wabi-sabi“, ou com a ideia de que há beleza na imperfeição, você chega ao design em estilo Japandi.

Esses dois estilos de design japonês e escandinavo funcionam tão bem juntos porque ambos estão enraizados no minimalismo, simplicidade e conforto. A estética compartilhada dos dois se junta para criar um estilo que é descontraído e sofisticado.

E ainda quando essas duas abordagens de decoração divergem, suas diferenças na verdade se complementam. Enquanto os interiores japoneses são elegantes, os ambientes nórdicos tendem a ser mais rústicos, essência do wabi-sabi.

Em casas modernas decoradas no estilo japonês, menos é mais. Portanto, ao selecionar uma paleta de cores, é uma boa regra incluir as cores de materiais nela também, pois cada material tem uma cor que afeta o design geral do espaço. Manter a variação de materiais e cores relativamente limitada faz com que o espaço pareça mais minimalista, organizado, limpo e fresco.

Além disso, as cores mais ricas (ainda que neutras) do design japonês ajudam a evitar que as paletas excessivamente claras das casas escandinavas façam com que se pareçam com clínicas médicas ou sejam frias.

Mas, na prática, como você pode adotar o estilo Japandi em sua casa?

Se você é uma pessoa adepta do minimalismo e do estilo “Hygge”, é provável que já tenha começado a experimentar em sua casa o estilo Japandi.

Para começar a aplicar definitivamente esse estilo, em suas próximas intervenções na decoração de sua casa, concentre-se em utilizar materiais naturais como madeiras sem acabamento ou peças de bambu que trazem a sensação de natureza e beleza simplista.

Se for mudar a pintura das paredes e aberturas, opte por usar cores suaves mescladas com tons de verde pálido ou acrescentar flores e folhagens para criar uma sensação de estar ao ar livre.

Reduzir a desordem também é fundamental para alcançar o estilo Japandi. Esta estética de design se concentra em linhas limpas, organização e espaços abertos, mas se você tem familiares desorganizados que dificultem criar um visual organizado e minimalista, pode tentar incrementar um “minimalismo falso” com recipientes naturais, como caixas e cestos, estantes ou biombos para esconder o excesso de coisas espalhadas e manter o ambiente sem bagunça.

Para obter o melhor dos dois mundos na decoração, aproveite o aconchego do design Scandi com texturas aconchegantes e peças suaves, acrescentando a elegância da decoração japonesa. Embora ambos os estilos tenham como foco o utilitário, é importante manter uma sensação de leveza e de calma em seu espaço mais sagrado.

Como o Japandi também contempla o trabalho artesanal, ele não deve ser descartado. Procure acrescentar peças que resistirão ao passar do tempo e que combinem com sua decoração por muitos anos. Esse é o maior segredo para abandonar a cultura do uso único que utilizamos por tanto tempo. Em vez disso, concentre-se em peças que sejam sustentáveis, duráveis ​​e seguras para o nosso planeta.

Embora a decoração japonesa e escandinava não sejam novas, conforme comentamos acima, a combinação das duas certamente será uma tendência crescente nos próximos anos.


Se você gostou dessas dicas, provavelmente também vá gostar destas:
Evite os 10 erros mais comuns na decoração da sala de estar
Decoração, acerte nas cores
Decorando uma sala com plantas artificiais
Cozinhas Americanas – ideias e dicas
Decorando com quadros vazios, ideias e dicas
Vasos autoirrigáveis
Procurando inspirações para aproveitar o espaço embaixo da escada? Veja 12 ideias criativas
Como criar, manter uma parede viva e ainda muitas ideias e fotos para inspiração

Compartilhe...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *