+ 7 plantas para cultivar dentro de casa

Selecionamos mais 7 espécies de plantas com excelente resistência para serem cultivadas dentro de casa.

Alguns leitores, após lerem nossas dicas publicadas em “5 plantas para cultivar dentro de casa“, ficaram empolgados em saber mais sobre esse assunto e solicitaram que pesquisássemos mais espécies de plantas apropriadas para ambientes fechados, salas, escritórios, consultórios, pois como explicamos naquele artigo, nem todas as plantas conseguem uma boa adaptação em ambientes de pouca luz. Eles não querem errar na escolha e como nem todos têm disponíveis em sua região as 5 que recomendamos no artigo acima (dracena, lança-de-são-jorge, violeta, cheflera e lírio-da-paz), selecionamos mais 7 plantas apropriadas para esse tipo de recinto.

Vasos Autoirrigáveis

Vasos Autoirrigáveis

Outros leitores também gostariam de ter plantas dentro de casa, mas como não têm tempo ou têm receio de esquecer-se de regá-las diariamente, questionaram sobre plantas mais resistentes e que precisem de pouca água. Para esses leitores, recomendamos também a leitura das dicas que publicamos sobre vasos autoirrigáveis, que são perfeitos para quem  quer ter plantas na decoração de sua casa e não tem tempo, ou viaja muito e teme pela manutenção das mesmas. Para quem mora em apartamento pequeno, eles também são muito práticos e não ocupam muito espaço, vale a pena utilizá-los. Nesse mesmo artigo explicamos o funcionamento dos vasos autoirrigáveis e apresentamos um “faça você mesmo”. Para quem tem um espaço maior, existe também a venda as hortas autoirrigáveis, que são maiores e também funcionam como lindas floreiras.

Hortas Autoirrigáveis

Hortas Autoirrigáveis

Vamos então ao assunto principal desse artigo, que são as 7 plantas que selecionamos para você plantar e curtir dentro de casa.

Jade – Crassula ovata

A Jade é uma suculenta com ramos arredondados e folhas carnudas, onde armazena água. É considerada uma “miniárvore” e é uma das plantas mais utilizadas dentro de casa, por requerer muito poucos cuidados. A jade se adapta a qualquer solo, que deve secar entre as regas e que nunca deve ser encharcado. Deve receber luz solar direta pelo menos durante uma parte do dia. Se receber bastante luz solar, ela fica com uma coloração avermelhada. Dificilmente floresce, quando isso acontece apresenta pequenas flores brancas ou rosas em forma de estrela.

****

Palmeira-areca – Dypsis lutescens

A areca é uma das palmeiras mais populares e versáteis em todo o mundo. No Brasil é a palmeira decorativa mais utilizada, adapta-se facilmente em jardins externos, direto no solo ou em vasos, em ambientes fechados. Pode ser plantada e cultivada com sol a pleno, porém fica mais bonita se cultivada à sombra (sol demais amarela as folhas). Deve ser regada com uma certa regularidade e não tolera ambientes climatizados (com ar-condicionado). Produz flores brancas e frutos verde-amarelados, que ficam roxos quando maduros. É uma planta de rápido crescimento em relação a outras palmeiras e possui vários troncos pouco espessos que formam um touceira. É uma planta invasiva e deve ficar sozinha em um vaso. Suporta muito bem ser transplantada ou desmembrada, mesmo adulta.

****

Camedórea-elegante – Chamaedorea elegans

A camedórea-elegante é uma palmeira ornamental de pequeno porte e sem espinhos. Também é uma das plantas mais populares para decoração de interiores, adapta-se muito bem a vasos e, mesmo plantada diretamente no solo sua altura máxima nunca ultrapassa dois metros. Não tolera sol a pleno, prefere ambientes mais úmidos e longe da luz. Precisa ser regada frequentemente e a terra precisa ficar sempre úmida, se a terra secar demais ela perde todo seu vigor. Se você for uma pessoa pouco atenta a regar as plantas ela não é uma boa ideia. É uma palmeira de caule único, cada caule que brota é independente dos outros. Sua floração é formada por pequenas flores amarelas e seus frutos são pequenos, pretos e esféricos.

****

Jibóia – Epipremnum pinnatum

A jibóia é uma das poucas trepadeiras que se adapta muito bem em ambientes fechados, é uma planta exuberante, muito vistosa que cresce apoiada em diversos substratos. Tem folhas brilhantes e coloridas em tons de verde e amarelo se exposta ao sol e somente verde se for cultivada totalmente à sombra, o local perfeito para ela exibir toda sua beleza é a meia sombra. É justamente essa coloração em tons de verde e amarelo que a faz tão utilizada como planta decorativa. Deve ser regada frequentemente e o substrato onde está apoiada precisa estar constantemente úmido e rico em matéria orgânica para que tenha um crescimento rápido e vigoroso. Algumas vezes já é comercializada em vasos com blocos de substrato. Para quem não dispõe de muito tempo para observar as regas não é recomendada.

****

Babosa-de-pau – Philodendron martianum

A babosa-de-pau é uma folhagem ornamental com folhas verdes e brilhantes, com textura semelhante ao couro e pecíolos tipo pseudobulbos. É muito versátil, portanto excelente para compor com outras plantas jardins em ambientes fechados, pode ser plantada em vasos, fixada em troncos de árvores ou canteiros férteis enriquecidos com matéria orgânica. Adapta-se muito bem em jardins de inverno e deve ser cultivada em local sem incidência da luz direta do sol, a meia-sombra. Por ser uma planta tropical, não é resistente ao frio e a ambientes climatizados. As regas devem ser efetuadas sempre que o solo estiver seco, exige umidade. Se for plantada em local aberto, não resiste a geadas.

****

 Zamioculcas – Zamioculcas zamiifolia

A zamioculcas vem ganhando cada vez mais espaços em ambientes fechados, já é uma das plantas ornamentais mais populares para esses ambientes pela sua rusticidade e beleza. Muito resistente, a  zamioculcas continua bonita mesmo quando não recebe os cuidados adequados. Precisa ser regada raramente, portanto é ideal para quem tem pouco tempo, ou esquece as regas. Fica bem tanto em ambientes com luz, quanto sem luz, porém nos ambientes com pouca luz é quando suas folhas ficam mais bonitas e brilhantes. Deve-se evitar o sol direto pois amarela suas folhas, ela prefere locais com baixa luminosidade natural, onde outras folhagens dificilmente se adaptariam. Sua flor é branca ou creme e nasce no meio dos galhos de folhas. É considerada uma planta venenosa, portanto não deve ser ingerida. Prefere ambientes quentes.

****

Antúrio – Anthurium andraeanum

O antúrio é uma planta tradicional na decoração e paisagismo por causa de suas flores lindas e vistosas, é considerada uma planta clássica. Geralmente é cultivado em vasos, mas de uns tempos para cá também passou a compor o paisagismos de jardins, sempre sob a sombra de outras plantas. É imprescindível que seja colocado em locais à meia sombra, sem receber diretamente a luz solar, porém não tolera ambientes totalmente escuros. Está voltando a moda com a introdução de novas variedades pelo aperfeiçoamento genético. É excelente para aqueles cantos menos iluminados, onde outras flores dificilmente se adaptariam. Apresenta portes diferentes e flores de coloração vermelha, rosa, salmão, chocolate, verde e branca. É considerada uma planta rústica e com pouca manutenção, porém requer solo sempre úmido. Pode ser plantado tanto em terra como em substratos ricos em matéria orgânica, exige regas frequentes e adubação adequada para florescer. É uma planta perfeita para vasos autoirrigáveis.

 

Se você gostou dessas dicas, provavelmente também vá gostar dessas:
Vasos autoirrigáveis
5 plantas para cultivar dentro de casa
Você moraria em uma floresta?
Comecei separando o lixo, resolvi fazer uma composteira e agora tenho uma horta orgânica
Você sabe qual o tempo de decomposição do lixo que você gera?

Um comentário em “+ 7 plantas para cultivar dentro de casa

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *