Animais de estimação contribuem para diminuir o estresse

Compartilhe...
Tempo estimado para leitura: 4 minutos

Segundo uma pesquisa realizada pela Universidade de Monash, na Austrália, as pessoas que têm animais de estimação em casa são menos propensas a sofrerem de estresse do que as pessoas que não têm.

A pesquisa, com duração de três anos, revelou que o convívio com animais ajuda a reduzir a pressão sanguínea e diminui os níveis de colesterol ruim.

As brincadeiras constantes e o companheirismo a que estão acostumadas as pessoas que têm animais de estimação já são conhecidas por todos, porém agora os cientistas trazem mais argumentos para reforçar as vantagens de dividir o dia-a-dia com esses animais, sua presença contribui para aliviar o estresse e seu apoio pode ser muito valioso nos momentos mais difíceis.

De acordo com Mia Cobb, especialista em animais e pesquisadora da Universidade de Monash, na Austrália, “Passar algum tempo com cães e gatos pode ser tão bom como estar com os amigos ou com membros da família, existindo vários estudos que comprovam que os amigos peludos podem nos apoiar, reduzir o estresse e nos fazer rir mais”.


O resultado do estudo realizado mostra que a companhia dos animais pode ser muito benéfica para o nosso bem-estar e contribui muito para melhorar a nossa autoestima. Essas vantagens parecem estar, segundo Mia Cobb, associadas ao chamado “hormônio do amor”, a oxitocina, que é liberada através de um gesto tão simples como brincar com um animal de estimação, que diminui a ansiedade e o ritmo cardíaco.

A pesquisadora destaca ainda, um estudo que demonstrou que, quando as pessoas se sentem socialmente excluídas ou afastadas das outras, escrever sobre os seus animais ajuda a que se sintam tão bem quanto escrever sobre amigos ou família. “Estas conclusões sugerem que a relação com os nossos animais pode ser tão proveitosa quanto a que temos com um melhor amigo ou um familiar”, realça a especialista australiana, acrescentando que cães e gatos podem, também, ter um papel importante em ambientes profissionais.

A presença de um animal de estimação no local de trabalho “ajuda a que os donos e os colegas se sintam menos estressados ao longo do dia”, assegura Cobb. “As pessoas tendem a sentir-se mais próximas umas das outras porque passam a ter um assunto em comum sobre o qual falar. Os animais são um estimulante social”, conclui.

Na esteira dessa pesquisa e de outros estudos, já existem várias experiências que comprovam que os animais de estimação no trabalho reduzem o estresse e estimulam convivência, por esse motivo, muitas empresas adotaram políticas para estimular seus colaboradores a trabalharem acompanhados de seus Pets. Grandes empresas do Brasil inclusive criaram o “Pet Day” com o objetivo de melhorar a qualidade de vida e a saúde de seus funcionários.

O que é Pet Day e como implantar em uma empresa

Adotado principalmente nos últimos anos por diversas empresas, o Pet Day na realidade começou nos EUA já no ano de 1999, portanto há muito tempo. Aqui no Brasil já tem muitas empresas adeptas e a cada ano cresce ainda mais o número de empresas que realizam esse evento em suas instalações durante o horário de trabalho.

O Pet Day é um dia determinado pela empresa no qual seus colaboradores podem levar consigo seus bichos de estimação para o trabalho objetivando transformar o ambiente em um local mais agradável e fazendo com que as pessoas se sintam como se estivessem trabalhando em sua própria casa, aumentando a sensação de bem-estar e a produtividade.

Quem tem animais de estimação sabe como é prazerosa essa relação, portanto, o simples fato de a empresa proporcionar a ampliação dessa convivência já é um forte estímulo para enfrentar mais um dia de trabalho.

Se você tem uma empresa, trabalha no RH de alguma empresa, ou até mesmo se tem um Pet que gostaria de levar junto para o trabalho de vez em quando e pretende sugerir ao seu empregador que adote o Pet Day, saiba que é preciso definir algumas regras para que essa iniciativa dê certo. Vamos a elas?

# Os dias em que for permitido a presença de animais deve ser anunciado com antecedência e com critérios bem definidos, como por exemplo, que animais serão bem-vindos, os cuidados a serem tomados com cada um deles, exigências sanitárias, entre outras responsabilidades de cada pessoa que pretenda levar seu bichinho para o trabalho.

# O ideal também é que os animais que participarão do evento estejam acostumados a conviver com outras pessoas e não sejam agressivos.

# Determinar espaços e locais que eles poderão frequentar e verificar se a estrutura da empresa comporta acolher os animais sem riscos tanto para eles como para as pessoas que estarão no local nesse dia.

# Pense no bem-estar geral, lembre-se que nem todas as pessoas que estarão no local gostam ou podem conviver com animais por razões de saúde ou por qualquer outro motivo. Essas pessoas precisam ser preservadas para que possam desempenhar suas atividades sem riscos ou preocupações.

# Também é preciso que os bichinhos estejam em boas condições de saúde, vermifugados, vacinados, limpos e sem parasitas, como sarnas, pulgas, carrapatos.

# Esteja preparado para acidentes ou imprevistos que possam a vir acontecer, tanto com os animais como com as pessoas. Um veterinário de sobreaviso pode ser uma medida bem interessante.


Se você gostou desse assunto, provavelmente também vá gostar de ler sobre esses:
Estudo afirma que a presença do pai é crucial para a saúde dos filhos
5 plantas para cultivar dentro de casa
Toalheiro térmico vale a pena?
A importância da adubação de hortas e jardins
Chocolate coma amêndoas para dormir melhor?
Por que o Desodora funciona?

Compartilhe...

Um comentário em “Animais de estimação contribuem para diminuir o estresse

  1. Ahhhh aqui em casa temos certeza disso!!!

    Scully é nosso amorzinho dourado!!!!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *