O que é kindercore? Tudo o que você precisa saber

Compartilhe...
Tempo estimado para leitura: 8 minutos

O design de interiores está em constante evolução e em constante busca de soluções inovadoras que atendam as expectativas de quem está pretendendo montar um ambiente agradável em sua casa.

Se até pouco tempo o minimalismo era o queridinho, conquistando cada espaço da casa com móveis inteligentes e funcionais, cores neutras e com o slogan “less is more” (menos é mais) pronto para nos mostrar como não sobrecarregar os espaços desnecessariamente. Nos últimos anos, está surgindo um novo queridinho: mais precisamente o kindercore.


Kindercore, o estilo de decoração divertido e colorido

O kindercore é mais um estilo de decoração criativo e contemporâneo. Se este é o seu primeiro contato com esse termo, aproveite para nos acompanhar e saber tudo sobre ele. Sua leitura vai ser cheia de cor, energia, bom gosto e informações sobre novos padrões.

Com ele chega de neutralidade, nada de maximalismo nem minimalismo, é apenas um grande desejo de exercer a criatividade que ganha forma em móveis divertidos, atrevidos e até um pouco infantis, com cores vivas – para nos lembrar da nossa infância – e capazes de nos abraçar prazerosamente, mas dispostos sempre de uma forma harmoniosa.

O que é kindercore?

Como já citamos anteriormente, nos últimos anos, a decoração de interiores se inclinou mais para a estética minimalista, principalmente de inspiração escandinava. De linhas limpas e nítidas a paletas de cores brancas puras, ultimamente muitos designers de interiores famosos se apoiaram no visual “menos é mais”.

No entanto os tempos estão mudando e, entre a ascensão do maximalismo e uma mudança para espaços mais ousados ​​e brilhantes, estamos começando a ver mais decoradores se arriscando na utilização de cores e designs inesperados.

Kindercore é simples, mas ousado o suficiente e perfeito para quem quer adicionar um pouco de diversão à sua casa. Essa estética de design começou a surgir na década de 2010, mas, mesmo que o minimalismo ainda seja o preferido da maioria, o kindercore dá tudo de si para ganhar seu espaço em nossas casas.

Embora contenha simplicidade em seu design, o kindercore não deve ser confundido com o minimalismo, mesmo que as formas comumente apresentadas neste design sejam bastante simples e quase como peças de Lego, esta não é uma tendência juvenil de design de interiores de forma alguma.

Em vez disso, uma das principais coisas que essa tendência está tentando alcançar é criar um ambiente despreocupado e bem projetado que promova felicidade e boas vibrações.

Trata-se de um movimento decididamente despreocupado, uma tendência que gira em torno de cores primárias e peças quase infantis. Kinder significa “crianças” em alemão.

Os elementos chaves do kindercore são a simplicidade, a imperfeição e o fato de ser um pouco “bobo”, mas também é um design que faz uma declaração. Surgiu como uma tendência em resposta aos elementos estressores dos tempos atuais e do desejo coletivo de avançar em uma direção compassiva e inclusiva.

Em outras palavras, em um mundo onde somos permanentemente bombardeados com notícias negativas e que são fontes de estresse, muitos designers estão buscando uma estética mais feliz e despreocupada para melhorar o nosso humor com a leveza do interior e com toda a bagagem de positividade que vem junto com ela.

Embora essa estética não seja exatamente baseada na utilização de móveis inovadores, pois lembra o mobiliário dos anos 1980, na prática, por ser uma estética mais leve e positiva ao mesmo tempo, ela contrasta com todos os elementos que dominaram o design dos últimos anos.

Entretanto o kindercore não é uma unanimidade. Há designers de interiores renomados que não estão muito empolgados com essa tendência de decorar e não pretendem se aproximar dela tão cedo. As cores primárias, as formas ousadas e as peças divertidas, segundo eles, é muito infantil, muito ousada ou, simplesmente, muito limitadora.

Como surgiu o kindercore

Embora o kindercore seja uma ideia de design de interiores muito nova, alguns especialistas dizem que muitos dos elementos são semelhantes aos do famoso arquiteto e designer Gerrit Rietveld e aos do pintor Piet Mondrian. O movimento de design mais parecido com o kindercore é o Memphis, grupo de design fundado no início dos anos de 1980, que foi contra as tendências da época, com designs inovadores e radicais.

Embora os elementos-chave do kindercore não sejam inteiramente novos, o ressurgimento das cores primárias e do design infantil é um contraste gritante e bem-vindo às abordagens monocromáticas e simplistas que dominaram os últimos anos na decoração de interiores.

Cores no kindercore

O fundamento em que se baseia o estilo kindercore está na escolha de cores, que não são mais as monocromáticas e em tons pastel muito delicados, como os estilos que caracterizaram a tendência do mobiliário dos últimos tempos, mas projetam e preenchem o espaço com suas cores fortes, arrojadas e brilhantes.

São cores que surpreendem os nossos olhos, mesmo com combinações ousadas que nunca se cansam ou erram, que às vezes dão destaque a uma parede e não a um móvel, e que vibram no espaço tornando-se portadoras de sentimentos positivos.

Se você quiser adicionar um pouco de kindercore em sua casa, planeje uma paleta de cores condizente com esse estilo, baseada nas cores primárias (azuis, vermelhos e amarelos), e, a partir do encontro delas e de combinações intrigantes que, às vezes, acompanham a vivacidade à delicadeza como um vermelho coral combinando com um rosa antigo. Brinque com blocos de cores – outra peculiaridade e ponto de partida deste estilo – e dê vida aos seus ambientes interiores.



Formas e materiais do kindercore

Na forma dos elementos que compõem um ambiente kindercore, a palavra de ordem continua sendo a simplicidade. Ao lado das cores vivas encontramos móveis caracterizados não mais por linhas retas e angulares como o minimalismo, mas que podem ser rechonchudos e macios, agradáveis ​​e inesperados.

As formas do estilo kindercore lembram as nossas brincadeiras da infância, envolvendo-nos num abraço nostálgico que caracteriza cada peça. Os brinquedos são uma fonte constante de inspiração para designers, que se baseiam fortemente em suas memórias de criança, enchendo nossas casas com formas inusitadas e divertidas.

Os materiais são o meio pelo qual essa energia intrínseca é transmitida. Dê lugar a cerâmicas para objetos de decoração, metais para as prateleiras ou outros móveis e, por fim, esmalte retrô, principalmente para a iluminação.

Móveis do kindercore

Baseado nessa premissa de retorno à infância, você já deve estar imaginando quais seriam os móveis adequados para um ambiente kindercore. Provavelmente você já conclui o que são, não é mesmo? O toque lúdico é parte integrante de cada móvel que tem uma presença dominante no espaço.

As cores fortes brilhantes e as formas “gordinhas” os caracterizam. Isso é para nos lembrar daquela sensação de conforto e segurança que nos envolveu durante a nossa infância e que agora agora se propõe, com excelência, a repô-la.

Decoração ideal do estilo kindercore

Não pode faltar objetos de decoração no estilo kindercore, as decorações que são aquele toque a mais que falta nas paredes ou em cima de alguns móveis.

Defina um tema e caracterize o ambiente com a personalidade forte desse estilo, fotos divertidas com estampas gráficas, relógios exclusivos e espelhos com molduras incríveis são alguns dos objetos que você precisa para completar a peça.

Complete o visual do ambiente com preciosos aliados, objetos decorativos verdadeiramente originais.

O que escolher para compor o ambiente kindercore

O kindercore é um pouco moderno, um pouco vintage e repleto de muita personalidade. Embora a base desse estilo esteja centrada na mistura de cores básicas e ousadas, também estamos vendo cada vez mais designers buscarem peças sólidas e arrojadas, como por exemplo, eletrodomésticos vermelhos e lâmpadas laterais de neon coloridas.

Móveis gordinhos. Juntamente com a ascensão das cores de lápis de cor infantis, também estão surgindo móveis que abandonaram as linhas retas e perfeitas que conhecemos e muitos adoram da decoração moderna do meio do século e estão optando pelo estilo “gordinhos”.

A decoração gordinha geralmente é inesperada e muito divertida. Uma peça gordinha terá bordas arredondadas, lados grossos e receberá a quantidade certa de infanto-juvenil. É incrivelmente descontraída e confortável e representa um forte impulso contra as linhas nítidas da maioria das peças de mobiliário contemporâneas.

Além disso, os móveis gordinhos são um pouco extravagantes, mas ainda assim podem parecer elegantes e sofisticados. É difícil não sorrir quando você vê um sofá gordinho ou uma cadeira voluptuosa, e esse é, definitivamente, um movimento de design para o qual estamos mais do que prontos.

Portanto, procure itens com cores únicas e bordas arredondadas. Salientes, meias-luas e cilindros são formas que estão se tornando cada vez mais populares, e vão contra os designs mais simétricos que estamos acostumados ultimamente.

Como adotar o estilo kindercore em uma casa

Quando se trata de decorar com o estilo de design kindercore, é bom começar devagar e planejar. Enquanto alguns outros movimentos de design são sutis e fáceis de decorar uma casa inteira, como o minimalista (escandinavo), começar com algumas peças de destaque é a melhor maneira de trazer esse movimento de design para seu próprio espaço.

Considere trocar sua lâmpada de cabeceira por uma que seja um pouco mais jovem e arrojada, ou adicione algumas almofadas de cores primárias. Se o resultado estiver lhe agradando, prossiga.

Se as cores primárias que caracterizam o kindercore são demais para você nesse momento, adicionar algumas peças gordinhas à sua casa pode ser um pouco mais fácil. Procure por bordas arredondadas que quase o abraçam.

Os móveis gordinhos não são apenas confortáveis, mas também são acolhedores e, ao mesmo tempo, assertivos. As formas arrojadas e grandes ocupam espaço (visual e espacialmente) e criam instantaneamente um ponto focal para qualquer ambiente.

Porque optar pelo estilo kindercore

Depois de ler o que caracteriza o estilo kindercore e listar algumas propostas para decorar os ambientes da sua casa, queremos sugerir mais um motivo para você preferi-lo.

Se você cansou das tendências um tanto anônimas e impessoais que definiram o design de interiores nos últimos anos, dê uma repaginada no interior da sua casa e faça isso com a personalidade do kindercore.

Além disso, quando chegamos a uma certa idade, tendemos a abraçar mais uma vez as coisas que costumavam nos fazer felizes quando crianças. As formas propostas por esse estilo, com os seus designs suaves e convidativos tendem a gerar uma resposta emocional bastante positiva, o que as torna a escolha perfeita para os ambientes de uma casa.

Pense em como seria bom, ao final de um dia estressante, voltar para casa e encontrar um interior quase infantil e convidativo e permitir que ele instantaneamente animasse seu espírito.


Se você gostou destas dicas, provavelmente também vá gostar dessas:
O que é decoração em estilo vintage e como decorar com esse estilo
32 ideias de ambientes decorados com plantas artificiais
O que é o Baguá Feng Shui e como usá-lo em uma casa
Decoração, acerte nas cores!
Dando um toque de cor na decoração
O que é Shou Sugi Ban (Yakisugi)?

Compartilhe...

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *