Como criar uma criança com cães em casa

Compartilhe...
Tempo estimado para leitura: 6 minutos

Como criar uma criança com cães em casa

Está chegando seu primeiro filho, mas você já tem filhos peludos e está preocupado sobre como criar uma criança com cães em casa? Então nos acompanhe nesse texto.

Primeiramente é preciso que você saiba que criar filhos com cães é benéfico tanto para as crianças quanto para os cães. No entanto, para ser bem sucedido, é preciso que você faça isso da forma certa.

Infelizmente muitos pais não procuram entender como criar seus filhos com cães e isso resulta em crianças sendo mordidas e cães sendo retirados da casa. Mas isso não é o que você espera que aconteça, não é mesmo?

Pesquisas de relacionamento entre crianças e cães

Muitas pesquisas já mostraram os benefícios para todos de criar filhos ao lado de cães. Já está comprovado que as crianças ficam menos estressadas quando há um cachorro em casa. Assim como, sabe-se que os cães ajudam as crianças a prosperarem e terem uma saúde melhor. Além disso, entre outros benefícios, as crianças também têm nos bichinhos de estimação grandes companheiros.

Por exemplo, um estudo mostra uma correlação entre recém-nascidos expostos a cães em casa e uma taxa reduzida de doenças alérgicas.

Outras pesquisas se concentraram nos benefícios gerais para a saúde que podem ser correlacionados com uma criança sendo criada com cães na mesma casa. Elas concluíram que as crianças que têm um cão na família são mais ativas. Essa atividade física adicional leva a uma menor chance de obesidade entre as crianças.

Um estudo semelhante descobriu que crianças com uma variedade de deficiências são mais ativas quando criadas com um cachorro. Isso acontece porque a atividade física auxilia na saúde respiratória e cardíaca das crianças. Dessa forma, ao manterem-se fisicamente bem também reduz as chances de contraírem outras doenças ligadas à obesidade, incluindo diabetes e asma.

Pais de cães e pais de crianças

A maioria dos pais de cães pensa em seus companheiros caninos como crianças, e isso faz sentido, já que bebês peludos e bebês humanos têm muitas das mesmas necessidades.

Ou seja, ambos exigem nutrição, estimulação física e mental, elogios, amor e muita paciência. Além disso, assim como as crianças, os cães podem fazer uma família se sentir completa.

No entanto, quando se trata de uma criança pequena e cães coabitando, suas necessidades certamente são diferentes. Portanto, garantir que cada um tenha seu espaço para compartilhar com segurança requer prática e planejamento.

mãe com filhoes e cachorro

Então, como criar uma criança com cães?

Assim, se você planeja criar uma criança com cães em casa, você precisa começar a treinar seus cães antes da chegada da criança de como se comportar com ela. Além disso, você deve se adequar à nova situação, assim como ensinar a criança a se comportar adequadamente com cães.

Você provavelmente já saiba que relacionamentos bem-sucedidos são construídos com base na confiança e no respeito mútuo. Assim como sabe que bons relacionamentos não são criados da noite para o dia, eles levam tempo e dedicação. O mesmo raciocínio vale para as relações entre crianças e cachorros.

Portanto, para que o relacionamento entre eles dê certo, procure seguir algumas dicas.

Inclua os cães na gravidez

Se a criança está sendo gestada em casa, então inclua seus cães, principalmente se forem fêmeas, na gravidez para que se sintam parte da família.

Isso não apenas faz com que seus cachorros se sintam “queridos”, mas também permite que eles se relacionem com seu novo bebê mesmo antes do nascimento.

Ao contrário, se você evitar ou afastar seus cães durante a gravidez, eles poderão ficar ressentidos. Dessa forma eles também podem sofrer tanto com o isolamento que disputarão sua atenção se comportando mal com o nascimento da criança.

Embora nem sempre um cachorro possa perceber uma gravidez, ele não estará familiarizado com os sons de um novo bebê. Portanto, durante a gravidez, toque uma gravação de sons do bebê para não surpreendê-lo após o nascimento.

Exponha seu cão a esses sons gradualmente, por alguns minutos de cada vez e então recompense seu cão quando ele reagir positivamente.

Além disso, assim que seu bebê nascer, exponha seu cão ao seu cheiro antes que ele chegue em casa.

Por exemplo, faça isso trazendo um cobertor que foi usado para enrolar seu bebê. Permita que seu cão cheire o cobertor e sinta completamente o cheiro do seu novo bebê.

Procure criar um relacionamento de confiança

É essencial ensinar seu filho a interagir com cães. Isso significa ensiná-lo como se aproximar de um cão, quando se aproximar, quando se afastar, como se comportar e como interpretar a linguagem corporal e os diferentes comportamentos caninos.

Assim como os adultos, é importante que as crianças aprendam a respeitar os cães. Portanto, ensine seu filho a entender algumas coisas sobre cães.

Ler a linguagem corporal do cão. Essa é a melhor coisa que se pode fazer para melhorar a segurança das interações entre eles. Portanto, pratique essa habilidade com seu filho, ensinando-lhe dicas comuns de cães com antecedência e verbalizando o que você está vendo durante as interações supervisionadas. Você certamente conhece muito bem seus cães e, portanto, sabe se estão felizes ou desconfortáveis com uma situação.

Pedir permissão antes de se envolver. Por exemplo, a conhecida forma de chamar um cão para carinho, com um tapinha na perna. Se o cachorro quer o carinho, ele se aproxima, então, ensine seu filho a acariciá-lo e, depois fazer uma pausa para permitir que o cachorro decida se deseja receber mais.

Respeitar os limites dos cães. As crianças nunca devem invadir o espaço de um cachorro, ou seja, sentar, deitar ou subir em um cachorro, ou ainda roubar seus brinquedos ou guloseimas. Respeito é fundamental, e se um criança fizer isso os cães farão uma associação negativa com ela, podendo se tornar agressivos.

crianças com cães

Supervisione as brincadeiras entre eles

Antes da chegada da criança, comece a dessensibilizar seu cão para crianças, passeando com ele em áreas onde elas estão presentes. Então, à medida que seu cão se torne mais confiante, aproxime-se das crianças, isso expõe seu cão a diferentes padrões de som e movimento.

Quando você estiver confiante no controle do seu cão e na capacidade dele de interagir com segurança com as crianças, convide-as para acariciar seu cão. Faça isso colocando seu cão em uma posição “senta” e instruindo as crianças de como se aproximar e acariciar adequadamente seu cão.

Com a chegada da criança, tão importante quanto ensiná-la sobre o que não fazer com um cachorro é ensiná-la sobre o que fazer. Então, através de brincadeiras supervisionadas, você pode ensinar seu filho atitudes apropriadas enquanto se forma a confiança entre eles.

Por exemplo, seu cão adora brincar de buscar coisas? Então mostre ao seu filho como rolar ou jogar uma bola ou brinquedo para o seu cão. Seu cão gosta de petiscos? Então deixe que seu filho os ofereça para ele.

Dessa forma, quanto mais seu cão associar essas experiências positivas com seu filho, maior a probabilidade do relacionamento entre eles dar certo.

Além disso, no início, quando você não puder observar ativamente suas interações, mantenha crianças e cães separados, com isso você evitará estresses que depois terão que ser trabalhados.

Envolva a criança no treinamento dos cães

O aprendizado canino baseado em recompensas não apenas cria confiança, mas também oferece uma oportunidade para seu filho aprofundar seu vínculo com o cão.

Embora o treinamento exija comprometimento inicial, é mais fácil do que trabalhar para superar maus hábitos ou comportamentos indesejáveis ​​mais tarde. Além disso, seu filho fazendo parte desse processo de aprendizado aumenta o vínculo entre eles.

No entanto, antes de envolver uma criança no treinamento de um cão é mais recomendável você fazer sozinho no início. Uma vez que seu cão aprender uma habilidade de forma consistente, então você pode ensinar seu filho como praticar a habilidade com ele e dar as recompensas.

Não precisa ser nada complexo. Trabalhe em conjunto para ensinar seu cão a sentar, ficar ou rolar, ou simplesmente faça com que seu filho esconda guloseimas em toda a sua casa para que ele encontre.

O treinamento de obediência dá ao cachorro uma visão pela qual ele pode interpretar o mundo ao seu redor, ensina ao cão o que se espera dele, como agir e como se comunicar.

Por exemplo, se um cão gosta de brincadeiras violentas você precisa demonstrar para ele que esse é um comportamento indesejável. Por outro lado, recompensar o comportamento desejável encoraja a repetição desse comportamento.

Dessa forma, uma base sólida de treinamento básico torna o cão confiante e menos propenso a reagir mal a novas situações, como a chegada de uma criança.

criança e cachorro

Conclusão

É possível sim conciliar em harmonia crianças pequenas e cães na mesma casa.

Há muitas incertezas para quem quer criar uma criança juntamente com cães, mas a chave para o sucesso está na confiança e fazer acontecer da forma certa.

Assim, se você estiver confiante, seu filho e seus cães também estarão confiantes em sua posição como pai. Mas, se você não tiver certeza sobre o que fazer, ou se algo inesperado acontecer e você não souber como agir, consulte um profissional.


Leia também:
Como fazer para um criança dormir sozinha
Como preparar meu filho para o mundo real?
Dicas importantes para quem precisa deixar seu cão sozinho em casa
Habilidades essenciais para seu filho ter sucesso na vida
Como preparar um gato para receber um bebê

Compartilhe...

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *