Saiba porque a lavanda é mais do que apenas um aroma relaxante

Compartilhe...
Tempo estimado para leitura: 9 minutos

A lavanda, ao longo da história, sempre foi reverenciada pelo seu aroma e seus benefícios curativo. Seu aroma doce é aproveitado há milhares de anos, tendo sido sempre uma planta cobiçada desde os primórdios da humanidade.

O óleo de lavanda é um dos óleos mais versáteis e seguros do universo das ervas aromáticas.

Se alguém precisa relaxar após um dia estressante, manter um machucado limpo e com a cicatrização adequada, aliviar um ataque de alergia ou aliviar dores pelo corpo, a lavanda poderá ser útil.


As propriedades mais conhecidas da lavanda são as que é um relaxante, calmante, é usada para diminuir o estresse e a ansiedade, além de combater a insônia.

O perfume da lavanda é capaz de equilibrar as nossas energias e o nosso sistema nervoso, promovendo uma sensação de tranquilidade e bem estar.

Como essa sensação é desencadeada?

Quando sentimos o perfume da lavanda, nosso olfato transforma os componentes inalados em impulsos neurológicos (sinais elétricos), que são transportados às áreas do nosso cérebro, influenciando as zonas que provocam nossas emoções.

Esses componentes, ou princípios ativos da lavanda, despertam as sensações de relaxamento e bem-estar naturalmente e de maneira saudável, sem criar dependências químicas, diferentemente de remédios que procuram estimular essas emoções quimicamente.

Entretanto, suas propriedades terapêuticas vão muito mais além, vamos listar a seguir alguns benefícios que a lavanda proporciona tanto para a nossa pele como para o nosso organismo.

Propriedades curativas e cicatrizantes da lavanda

A lavanda pode fazer parte de um tratamento eficaz para queimaduras porque tem propriedades que ajudam na renovação celular. Ela ajuda as células a liberarem um fator de crescimento, que é um aspecto importante para o fechamento e cicatrização de feridas.

Além disso, outros compostos do óleo de lavanda ajudam a impedir a formação de tecido cicatricial em excesso (queloides), e outros ainda tendem a diminuir a inflamação. Tudo isso contribui para a cicatrização de feridas de uma forma saudável e cicatrizes menos fibrosas.

A lavanda é um poderoso antisséptico

O óleo de lavanda, em vários experimentos, se mostrou antisséptico – antibacteriano e antifúngico, quando foi eficaz em eliminar várias cepas de bactérias perigosas, incluindo a bactéria Escherichia coli (E. coli – causa comum de intoxicações alimentares), assim como outras bactérias resistentes a antibióticos.

Embora o óleo de lavanda não seja o óleo antisséptico reconhecidamente mais forte – o óleo de tomilho é ainda mais poderoso -, ainda assim é eficaz e suave para a pele.

A lavanda também demonstrou ser eficaz em matar os fungos responsáveis ​​​​por muitas infecções de pele e unhas. Desta forma, é melhor do que muitos medicamentos que visam atacar apenas bactérias ou fungos.

As saboarias naturais e veganas utilizam o óleo de lavanda em vários produtos que entram em contato com a pele. Como a Born Saboaria, que inclui a lavanda entre seus ingredientes benéficos para a pele em vários de seus sabonetes e desodorantes.

A lavanda é um excelente anti-inflamatório

Em um estudo com cobaias, a lavanda inalada foi eficaz na redução da congestão e drenagem das vias aéreas e foi sugerida como um tratamento viável para a asma brônquica. Difundi-la ou até mesmo cheirá-la ajuda muitas pessoas com alergias sazonais e asma.

Um estudo anterior em camundongos mostrou que a lavanda aplicada na pele interrompe as reações alérgicas pela maneira como impede a liberação de histamina no corpo, portanto a lavanda é também um anti-histamínico natural.

A lavanda auxilia no alívio das dores

A lavanda é um analgésico bastante eficaz. Muitos estudos foram feitos sobre essa propriedade da lavanda, ela tem tanto potencial no tratamento de enxaquecas, bem como é útil para pessoas com dores crônicas. Há ainda pesquisadores sugerindo que ela seja usada em situações de dor aguda (como nos pós-operatórios).

Em outro estudo desenvolvido, o linalol – um composto do óleo de lavanda -, agiu como calmante e impediu as cobaias de morder e lamber os pontos de injeção irritados.

A lavanda tem propriedades aromaterapêuticas

As propriedades aromaterapêuticas da lavanda estabilizam o humor e auxiliam no relaxamento – sendo este provavelmente o efeito mais conhecido da lavanda. Essa propriedade também tem sido cada vez mais pesquisada.

Provavelmente você já conheça os sachês de lavanda ou xampus para bebês com aroma de lavanda, ambos destinados a ajudar as pessoas a relaxar e se preparar para uma boa noite de sono. Quando estudada essa condição, a lavanda mostrou um tremendo potencial no tratamento de todos os tipos de depressão, ansiedade, hiperatividade e insônia, devido à sua poderosa interação com o sistema nervoso humano.

Esses estudos demostraram que cheirar o aroma da lavanda não apenas ajuda a relaxar e estimular o sono, mas também tem efeito na qualidade do sono. As mudanças positivas na química do sangue foram medidas depois de voluntários apenas cheirarem o óleo de lavanda.

Um estudo envolvendo japoneses idosos mostrou uma redução nas quedas e agitação naqueles que sentiram o cheiro de um sachê de lavanda em oposição àqueles que não o fizeram – isso parece mostrar que o aroma sentido permitiu que eles se concentrassem melhor e, de um modo geral, ficassem mais alertas, embora menos tensos.

O óleo de lavanda usado na massagem também é absorvido pelo corpo e os seus efeitos podem ser medidos. No entanto, certifique-se de que os produtos com aroma de lavanda que você está usando realmente contenham lavanda.

Muitos produtos industrializados, na realidade são perfumados com uma combinação de cheiros artificiais que acabam simulando o aroma natural da lavanda – as chamadas “essências” -, entretanto, estes produtos não apresentarão nenhum dos benefícios proporcionados pela lavanda e, dependendo dos outros ingredientes contidos neles, podem até provocar reações alérgicas e agravar os problemas que você estará tentando solucionar.

Também esteja ciente de que existem muitas variedades de lavanda cultivadas, e que apenas as da espécie Lavandula angustfolia (conhecida como lavanda-inglesa, ou alfazema) devem ser usadas em queimaduras e feridas. Os óleos de variedades híbridas não serão tão eficientes como os da lavanda natural.



Lavanda na culinária

A maioria das pessoas desconhece que a lavanda tem muitos usos também na culinária. Suas flores têm um gosto adocicado servem para aromatizar diversos alimentos como o mel, os vinhos, os biscoitos, entre outros.

A lavanda também tem outros usos culinários, que vai além de doces e bebidas. Ela combina muito bem com alimentos ricos e gordurosos porque corta e eleva o sabor geral. A lavanda pode fazer parte das Ervas de Provence (mistura de ervas típica da França), juntamente com outras ervas aromáticas, como manjerona, alecrim, segurelha (erva de origem mediterrânea que lembra o tomilho e a hortelã) e orégano. A lavanda é frequentemente combinada para temperar frango, peru, cordeiro e peixes gordurosos, como salmão e atum.

A lavanda para uso culinário é melhor quando armazenada seca. A maneira mais fácil de secar as flores frescas de lavanda é colocá-las em uma bancada ou pendurar um ramo com o lado da haste para cima em um lugar quente e seco por vários dias. Outra alternativa é espalhar as flores de lavanda em uma assadeira e levar ao forno a 200ºC por cerca de 10 minutos, prestando atenção para não queimar.

Armazenadas em um recipiente hermético, as flores secas de lavanda devem manter sua fragrância e sabor por pelo menos um ano, o que significa que ela pode ser utilizada por muito tempo depois de seca.

Porque é melhor usar lavanda em vez de naftalina para armazenamento de roupas?

As bolas de naftalina têm sido usadas por gerações para evitar infestações de mariposas e insetos em roupas armazenadas. No entanto, as bolas de naftalina contêm produtos químicos fortes, que podem ser prejudiciais aos seres humanos. Os pulmões pode ser danificados se os vapores forem inalados ou a pele pode ficar irritada se as roupas armazenadas na naftalina entrarem em contato direto com o nosso corpo. Além disso, elas cheiram muito mal e remover o odor das roupas armazenadas é demorado e pode ser caro.

O uso de naftalina em um recipiente bem fechado eliminará as traças das roupas e as baratas. Entretanto, se os recipientes não forem herméticos, os vapores dos pesticidas se acumulam nos espaços onde pessoas e animais de estimação podem inalá-los por longos períodos de tempo. Isso pode levar à exposição a longo prazo, o que pode causar envenenamento tóxico.

Existem, portanto, maneiras melhores de proteger as roupas armazenadas dos insetos, uma delas é através do uso da lavanda, como poderemos ver mais adiante nesse texto.

Como remover o cheiro de naftalina das roupas?

Se você sempre fez uso da naftalina para armazenar roupas por muito tempo e quer mudar essa forma de armazená-las, ou se quer trocá-la por outro método de eliminação dos insetos, veja essas dicas para acabar com o cheiro fortíssimo que a naftalina deixa nas roupas.

O odor da naftalina realmente pode ser difícil de remover das roupas armazenadas. No entanto, há alguns truques que podem ser usados para acelerar o processo de eliminação desse odor.

Para roupas laváveis, adicione uma xícara de bicarbonato de sódio ao ciclo de lavagem junto com o sabão. Misture bem e deixe a roupa de molho por pelo menos uma hora antes de começar a lavagem. Adicione uma xícara de vinagre branco destilado ao enxágue final para obter ainda mais frescor. Pendure as roupas recém-lavadas ao vento, o ar fresco é, talvez, o melhor de todos os métodos de eliminar maus cheiros.

Roupas de tecidos que precisam ser lavadas a seco podem ser penduradas ao ar livre, longe da luz solar direta, mas a maioria delas provavelmente exigirá que você leve a uma lavanderia a seco para remover o odor.

Você pode tentar colocar a roupa com cheiro forte em um recipiente plástico lacrado ou em um saco plástico lacrado juntamente com bicarbonato de sódio em um pequeno recipiente. Deixe a roupa selada por vários dias para que o bicarbonato de sódio consiga absorver os odores. Talvez você precise repetir isso várias vezes, sempre trocando o bicarbonato de sódio, antes que todos os odores desapareçam.

Use lavanda em vez de naftalina para armazenar suas roupas

Para afastar os insetos de uma forma mais ecológica, sem mau cheiros e sem os perigos de intoxicação, use lavanda seca. A lavanda não é irritante e tem um cheiro maravilhoso. Você descobrirá que suas roupas, se armazenadas adequadamente, estarão protegidas da maioria dos insetos e estarão prontas para serem usadas sempre que você precisar.

A lavanda pode ser comprada já seca ou você mesmo pode secar a lavanda fresca, conforme ensinamos acima. É melhor fazer sachês de lavanda seca para evitar possíveis manchas nos tecidos ao contato direto com as flores de lavanda. pendure os sachês nos armários ou coloque-os em gavetas e prateleiras.

Como o aroma vai desaparecer com o passar do tempo, os sachês de lavanda seca devem ser substituídos sazonalmente para manter a roupa protegida. Se você não tiver lavanda recém seca, pode refrescar a lavanda mais velha adicionando óleos essenciais comprados.

Ao fazer isso, comece com apenas uma gota porque os óleos são muito potentes e são armazenados em pequenos recipientes para que você possa misturá-lo bem para distribuir pelo seu armário. Se for usar óleos essenciais, você deve adicionar um fixador que ajudará os óleos a se fixarem ao material vegetal.

Para um aroma mais duradouro, especialmente se você estiver usando óleos essenciais, misture tudo bem e deixe a mistura descansar em um recipiente fechado em um local escuro e fresco por cerca de duas semanas. Agite o recipiente toda semana para misturar os ingredientes e depois encha os sachês com eles.

Quais os simbolismos e os significados espirituais da lavanda?

As flores da lavanda representam pureza, silêncio, devoção, serenidade, graça e calma. A sua cor roxa é a cor da realeza e transmite elegância, refinamento e luxo.

A cor também está associada ao chakra da coroa, que é o centro de energia associado ao propósito superior e à conectividade espiritual. Os chakras (ou chacras), na cultura hindu, são centros energéticos distribuídos pelo corpo.

O óleo de lavanda é usado para promover cura espiritual. A serenidade da lavanda encoraja a compaixão enquanto ajuda a diminuir a tristeza profunda, provocando sentimentos de equilíbrio e bem estar emocional e espiritual.

Os sentimentos de tranquilidade e paz provocados pela lavanda, proporcionam que permaneçamos calmos durante episódios de estresse.

O óleo de lavanda também libera bloqueios de energia. De acordo com o sistema de chakras, nosso corpo é formado por sete centros de energia, pelos quais a nossa energia flui.

Se um dos sete chakras for bloqueado por energias negativas, vai ocorrer um desequilíbrio emocional. A lavanda é usada em métodos de aromaterapia como uma forma de aliviar a tensão e o estresse.


Leia também:
Shampoos e condicionadores naturais e veganos, benefícios para o cabelo
Saiba quais são os aromas que atraem boas energias
Por que a saúde da pele é importante para manter o sistema imunológico fortalecido?
Porque devemos ler os rótulos dos produtos de higiene?
Maus cheiros persistentes, como se livrar deles?
A influência dos aromas em nossa vida
Quais são os benefícios proporcionados pelo desodorante natural e vegano?

Compartilhe...

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *