Chá de camomila aumenta a longevidade

Compartilhe...
Tempo estimado para leitura: 3 minutos

O chá de camomila é muito utilizado pelas suas propriedades calmantes. Agora, segundo um estudo norte americano a camomila pode conter outros benefícios relacionados à nossa saúde, especialmente para as mulheres. De acordo com o estudo, o chá tem potencial para aumentar a longevidade no sexo feminino, diminuindo os riscos de morte súbita.

A pesquisa, realizada por cientistas da Universidade do Texas, nos EUA, analisou os efeitos e as propriedades benéficas do chá de camomila em homens e mulheres com mais de 65 anos de origem hispânica, por ter esse grupo populacional a tradição de utilizar a camomila com frequência como remédio natural para tratar diversos tipos de problemas de saúde.

Ao longo de sete anos, os investigadores acompanharam um total de 1.677 homens e mulheres, analisando dados de censos às populações hispânicas realizados nos EUA. Entre os participantes no estudo, cerca de 14% bebiam chá de camomila regularmente.


Os investigadores observaram que o consumo regular de chá de camomila aparecia, nas mulheres, associado a um risco de morte prematura 29% inferior, independentemente da demografia, das condições de saúde e do estilo de vida de cada uma, um efeito que, para surpresa da equipe, não se observou nos homens pesquisados.

“A razão que justifica esta diferença ainda não é clara, embora saibamos que as mulheres são consumidoras mais frequentes de chá de camomila do que os homens”, afirmou Bret Howrey, um dos autores do estudo publicado na revista científica The Gerontologist.

Para Howrey, “Essa diferença poderá ser explicada pelos papéis tradicionais associados a cada gênero nesse perfil de população, e que estabelecem que a mulher é responsável pelas tarefas da casa e pela saúde da família, mas pode também refletir a grande preferência do sexo feminino pela medicina tradicional baseada nas plantas”.

Apesar de ainda não conseguirem explicar por que motivo o chá de camomila reduz o risco de mortalidade precoce, os investigadores acreditam, com base em estudos anteriores, que este efeito protetor pode dever-se, entre outros fatores, à colaboração desta planta no tratamento de problemas como a hiperglicemia, as doenças gástricas, a diabetes ou a ansiedade.

Em outro estudo, realizado na Austrália, os pesquisadores também concluíram que a camomila tem esse efeito de aumentar a longevidade. A pesquisa australiana durou cinco anos e foi realizada com mais de mil mulheres com idades acima dos 75 anos e foi publicada no Journal of Clinical Nutrition.

Segundo os pesquisadores, apesar do chá não ser a única fonte de flavonoides, substância presente em grande quantidade na camomila e à qual eles creditam o benefício, apenas duas xícaras de chá por dia já atingem a quantidade recomendada para ter uma vida mais saudável e prevenir problemas de saúde, são cerca de 350 mg diárias.

A camomila é também conhecida por baixar o mau colesterol e por funcionar como antioxidante, antimicrobiano e anti-inflamatório.


Se você gostou desse assunto, provavelmente também vá gostar dessas outras postagens:
Vasos autoirrigáveis
Caminhando na esteira, como transformar um martírio em prazer?
Dormir sem roupas pode trazer algum benefício?
A importância da adubação de hortas e jardins
Animais de estimação contribuem para diminuir o estresse
15 ideias criativas para aproveitar as peças de Lego que você tem em casa

Compartilhe...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *