Benefícios da hortelã

Compartilhe...
Tempo estimado para leitura: 7 minutos

benefícios da hortelã

Você sabia que as folhas de hortelã oferecem poderosos benefícios para a saúde? Isso mesmo, a hortelã serve para muito mais do que adicionar um sabor delicioso aos alimentos.

A hortelã é muito popular em todo o mundo. Ela é muito versátil, faz parte de várias receitas de todas as culturas, assim como, é consumida em chás e sucos. Além disso, assim como ela adiciona uma pitada extra de sabor característica, frescura e aroma, ela também contém propriedades medicinais.

Existem algumas variedades de hortelã, todas elas pertencem ao gênero Mentha, e todas elas apresentam a mesma sensação refrescante quando consumidas. Independente de serem consumidas secas ou frescas, seu sabor é inconfundível e combina tanto com receitas doces como salgadas.

A hortelã-pimenta é uma das mais populares no Brasil. Ela é uma planta híbrida, provavelmente originária do cruzamento entre espécies como a Mentha spicata, Mentha aquatica, Mentha longifolia Huds e Mentha rotundifolia Huds.

A hortelã é um ingrediente popular em diversos alimentos e bebidas, desde bebidas quentes ou geladas até molhos, saladas, pratos quentes e sobremesas.

Esse simples fato de consumir hortelã já oferece alguns benefícios à saúde. No entanto, pesquisas provaram que também há benefícios ao aplicá-la na pele, inalar seu aroma ou tomá-la em forma de cápsulas.

A hortelã pode ser facilmente adicionada à dieta alimentar. No entanto, a maioria das pesquisas que mostram seus benefícios foram feitas através de cápsulas, aplicações na pele ou inalação por meio de aromaterapia.

Portanto, a seguir vamos listar alguns dos benefícios da hortelã para a saúde já comprovados pela ciência.

Benefícios comprovados da hortelã

Embora a hortelã não seja consumida em grandes quantidades em nenhuma receita, ela contém um bom volume nutricional.

Assim, ao usar a hortelã para melhorar a saúde, é essencial avaliar o que você deseja alcançar e como ela deve ser usada para obter esse propósito específico. Por exemplo, veja a seguir algumas formas de consumi-la:

  • Mastigar e ingerir folhas frescas ou secas é bom para tratar o mau hálito;
  • Inalar óleos essenciais pode melhorar a função cerebral e os sintomas de resfriados;
  • Aplicar na pele reduz a dor nos mamilos das mães que amamentam;
  • Ingerir em cápsulas ou em alimentos pode ajudar a tratar a síndrome do intestino irritado e a indigestão.
Hortelã é rica em nutrientes

Apesar de sua baixa participação em receitas, a hortelã contém quantidades razoáveis ​​de vários nutrientes e é uma excelente fonte de vitamina A e antioxidantes.

No entanto, você pode facilmente adicionar hortelã em vários alimentos que consome. Desde saladas verdes, sobremesas, smoothies e até na água. Por exemplo, 15 gramas de hortelã, que corresponde a 1/3 de xícara contém:

  • Calorias: 6;
  • Fibra: 1 grama;
  • Vitamina A: 12% do valor diário recomendado (VD);
  • Ferro: 9% do VD;
  • Manganês: 8% do VD;
  • Folato: 4% do VD.

Em razão do seu sabor marcante, em geral a hortelã é adicionada às receitas em pequena quantidade, portanto, consumir 1/3 de xícara diariamente pode ser difícil. No entanto, é possível chegar perto desse volume adicionando em algumas receitas de saladas que incluem hortelã entre os outros ingredientes.

A hortelã é uma excelente fonte de vitamina A, uma vitamina lipossolúvel que é fundamental para a saúde dos olhos e para combater a cegueira noturna.

Além disso, ela é uma potente fonte de antioxidantes, ainda mais se comparada a outras ervas e especiarias que usamos. Os antioxidantes ajudam a proteger o corpo do estresse oxidativo, um tipo de dano às células causado pelos radicais livres.

Hortelã mascara o mau hálito e melhora a saúde bucal

Muitas pastas de dente contêm menta em sua composição, ela é adicionada por causa de suas propriedades antibacterianas. A hortelã inibe o crescimento de novas bactérias e remove as placas dos dentes. Além disso, mata as bactérias existentes e combate o mau hálito, mantendo assim a boca e os dentes naturalmente saudáveis.

Assim como, as gomas de mascar com sabor de menta e balas de menta são algumas das primeiras coisas que as pessoas recorrem ao tentar prevenir ou acabar com o mau hálito. No entanto, os especialistas afirmam que a maioria desses produtos pode mascarar o mau hálito por algumas horas e não a longo prazo. Isso porque eles apenas encobrem o mau hálito e não reduzem as bactérias ou outros compostos que causam o mau hálito.

Por outro lado, tomar chá de hortelã ou mastigar folhas frescas pode, além de mascarar o mau hálito, matar as bactérias. Estudos feitos em tubos de ensaio destacaram os efeitos antibacterianos do óleo de hortelã.

chá de hortelã

Hortelã melhora a síndrome do intestino irritável

A síndrome do intestino irritável (SII) é um distúrbio comum do trato digestivo. Ela se manifesta através de sintomas digestivos como dor de estômago, gases, inchaço e alterações nos hábitos intestinais.

Embora o tratamento para essa síndrome deva ser feito por mudanças na dieta e medicamentos, pesquisas mostram que tomar óleo de hortelã também pode ser útil. O óleo de hortelã contém mentol, um composto que ajuda a aliviar os sintomas da SII através de seus efeitos relaxantes nos músculos do trato digestivo.

Uma revisão de nove estudos, incluindo mais de 700 pacientes com SII, descobriu que tomar cápsulas de óleo de hortelã-pimenta melhorou os sintomas significativamente mais do que as cápsulas de placebo. Um outro estudo descobriu que 75% dos pacientes que tomaram óleo de hortelã-pimenta por quatro semanas apresentaram melhorias nos sintomas da SII, em comparação com 38% dos pacientes no grupo placebo.

No entanto, quase todas as pesquisas que mostram o alívio dos sintomas da SII usaram cápsulas de óleo em vez de folhas de hortelã cruas.

óleo de hortelã

Hortelã auxilia em problemas estomacais

A hortelã também pode ser eficaz no alívio de problemas digestivos, como dores de estômago e indigestão. A indigestão ocorre quando o alimento fica no estômago por muito tempo antes de passar para o resto do trato digestivo.

As folhas de hortelã são anti-inflamatórias por natureza, portanto ajudam a reduzir qualquer inflamação no estômago.

Vários estudos mostraram que os alimentos passam pelo estômago mais rapidamente quando as pessoas tomam óleo de hortelã-pimenta com as refeições, o que pode aliviar os sintomas desse tipo de indigestão.

Além disso, um estudo clínico em pessoas com indigestão mostrou que uma combinação de óleo de hortelã-pimenta e óleo de alcaravia (cominho) tomado em cápsulas teve efeitos semelhantes aos medicamentos usados ​​para tratar a indigestão. Isso ajudou a melhorar a dor de estômago e outros sintomas digestivos.

Hortelã melhora a função cerebral e reduz o estresse

Entre os benefícios da hortelã está o efeito calmante. O aroma de menta é calmante por natureza, portanto pode ser usado na aromaterapia para combater o estresse e melhorar a função cerebral. O aroma da hortelã ajuda a relaxar o cérebro e o corpo, acalmando a mente.

A hortelã também possui propriedades que regulam os níveis de cortisol e, assim, criam uma resistência natural ao estresse. Portanto, além de inalar seu aroma, ingerir hortelã pode melhorar a função cerebral.

Um estudo feito com 144 adultos jovens demonstrou que sentir o aroma do óleo de hortelã por cinco minutos antes do teste produziu melhorias significativas na memória. Outro estudo descobriu que cheirar esses óleos enquanto dirige aumenta o estado de alerta e diminui os níveis de frustração, ansiedade e fadiga.

No entanto, nem todos os estudos concordam que o óleo de hortelã pode beneficiar a função cerebral. Isso porque um estudo constatou que, embora o aroma do óleo fosse revigorante e levasse a menos fadiga, não teve efeito sobre a função cerebral. Portanto, mais pesquisas são necessárias para ajudar a entender como isso pode funcionar e investigar se a hortelã, de fato, melhora a função cerebral.

Hortelã diminui a dor da amamentação

Os benefícios da hortelã para a pele também são comprovados cientificamente. Por exemplo, as mães que amamentam muitas vezes enfrentam um problema de mamilos doloridos e rachados. Isso torna a amamentação dolorosa e difícil. Estudos mostraram que a aplicação de hortelã na pele pode ajudar a aliviar a dor associada à amamentação.

Nesses estudos, as mães que amamentam aplicaram a hortelã de várias formas na área ao redor do mamilo após cada mamada.

Um estudo mostrou que a aplicação de hortelã-pimenta após a amamentação foi mais eficaz do que a aplicação de leite materno extraído na prevenção de rachaduras nos mamilos e aréolas. Como resultado, isso provocou menos dor nos mamilos.

Outro estudo também mostrou que apenas 3,8% das mães que aplicaram um gel de hortelã-pimenta tiveram rachaduras nos mamilos, em comparação com 6,9% das que usaram lanolina e 22,6% das que usaram placebo.

Além disso, um estudo adicional mostrou que tanto a dor quanto a gravidade das rachaduras nos mamilos diminuíram em mães que aplicaram óleo essencial de mentol após cada mamada.

Hortelã melhora os sintomas do resfriado comum

A hortelã ajuda a limpar o congestionamento do nariz, garganta e pulmões. Assim, ajuda no tratamento do frio e da respiração. Além disso, a propriedade antibacteriana da hortelã ajuda a aliviar a irritação causada pela tosse.

Muitos tratamentos de resfriado e gripe vendidos contêm mentol, um composto primário do óleo de hortelã-pimenta. No entanto, estudos mostram que o mentol não tem função descongestionante. Mas uma pesquisa também mostrou que o mentol pode melhorar subjetivamente a respiração nasal.

Isso significa que, embora o mentol não funcione como descongestionante, pode fazer com que as pessoas sintam que estão respirando pelo nariz mais facilmente. Portanto, é provável que isso forneça pelo menos algum alívio para as pessoas afetadas por um resfriado ou gripe.

Conclusão

Enfim, a hortelã é muito mais que uma adição deliciosa e saudável a muitos alimentos e bebidas.

Apesar das pesquisas científicas não terem usado as folhas de hortelã, mas cápsula, inalada ou sobre a pele, não se duvida que seu consumo não tenha o mesmo efeito.

Assim, os benefícios da hortelã para a saúde vão desde melhorar a função cerebral e sintomas digestivos até aliviar a dor da amamentação, os sintomas do resfriado e o mau hálito.

Além disso, não há estudos que recomendem o não consumo dessa planta deliciosa.


Leia também:
Como cultivar hortelã
Para que serve, como plantar, cultivar e cuidar da camomila
Benefícios do chá de hortelã – Parte I
Dicas de como plantar, cuidar e manter um pé de alecrim sempre saudável

Compartilhe...

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *