Como fazer para acabar com as traças das roupas

Compartilhe...
Tempo estimado para leitura: 8 minutos

São conhecidos popularmente como traças, os insetos que, apesar de não afetarem nossa saúde, provocam muitos estragos em nossa casa, atacando alimentos, livros e roupas.

Entretanto, tratamos por esse nome na realidade três espécies de insetos distintos e que causam também estragos distintos. Nesse texto você vai conhecer e aprender a combater a espécie que ataca tecidos, as chamadas traças-das-roupas.


As três espécies de traças mais comuns no Brasil são as traças de roupas, as traças de livros e as traças de grãos.

As traças de livros não possuem asas em nenhum momento de sua vida, não fazem casulos e já saem adultas dos ovos. Elas destroem livros e documentos e, para evitá-las, é preciso controlar a umidade e o pó dos papéis armazenados em nossa casa.

Há também as traças de grãos, ou de cereais, que atacam, tanto as lavouras, como os alimentos em nossas despensas. Para evitá-las, não deixe pacotes de cereais abertos, procure armazená-los sempre em vidros ou potes bem fechados e observe bem novas embalagens que chegam em sua casa procurando por sua presença.

E, por fim, existem as traças de roupas, que são mariposas enquanto ainda estão formando o seu casulo, época em que atacam os tecidos. Quando elas se transformam em mariposas, não mais atacam os tecidos e partem para outra jornada. Essa espécie vamos detalhar melhor a seguir.

Se você já teve problemas com infestação de traças em suas roupas, certamente já deve ter observado em suas paredes e armários aqueles pequenos casulos cinzas pendurados. São elas antes de se transformarem em mariposas. As traças da roupa podem ser muito destrutivas porque se alimentam de diversos tipos de tecidos, como lã , peles e outros tecidos naturais ou mistos.

As mariposas de traças são pequenas e não são atraídas pela luz, preferem locais escuros e úmidos, diferentemente daquelas mariposas maiores que adentram em nossa casa em busca de luminosidade. Nessa fase ela tem capacidade reprodutiva, portanto também deve ser eliminada para diminuir a possibilidade de infestação.

Como combater as traças das roupas e dos armários

Mesmo que você não tenha encontrado muitos casulos de traça em sua casa, se você perceber pequenos furos em suas roupas é muito provável que esteja enfrentando uma infestação.

Portanto, o primeiro passo para identificar e tentar lidar com essa possível infestação de traças de roupas é tentar localizar os casulos procurando áreas prováveis ​​onde essas larvas possam estar prosperando e se desenvolvendo.

Como explicamos acima, as traças de roupas adultas não se alimentam depois de se transformarem em pequenas mariposas, apenas as larvas em desenvolvimento são diretamente responsáveis ​​pelos danos causados, sendo assim, exterminar os adultos, apesar de ser necessário, não vai resolver o problema completamente.

As fêmeas adultas podem colocar de 40 a 50 ovos por vez, portanto já podem haver novas larvas se desenvolvendo em seus armários.

Se você encontrar mariposas adultas em seu armário ou outro local escura de um ambiente, ou ainda, se encontrar algumas roupas danificadas, inspecione a área e todas as peças de tecido imediatamente e detalhadamente.

Para fazer isso, leve suas roupas para uma área bem iluminada, isso proporcionará uma inspeção mais eficiente e ainda vai incomodar as mariposas, pois como explicamos acima, elas não gostam de luz nem de movimento, preferem lugares escuros, úmidos e tranquilos.

Esse vai ser o início do processo de erradicação das traças da sua casa. Caso a infestação esteja no início, você pode até utilizar um processo manual de retirada dos casulos, porém nem sempre isso será possível, tanto pelas condições das peças infestadas, como também pelos locais onde elas estejam se fixado. Além disso, podem haver novos ovos em suas roupas e nos armários.

Vamos relacionar abaixo algumas técnicas para eliminar as traças, adotar cada uma delas vai depender das características de cada roupa comprometida.

Algumas formas de eliminar traças-das-roupas

Lavar a roupa a seco ou com água aquecida

Você pode remover as larvas de traças que estão em casulos fixados nas roupas e outros tecidos lavando-os em uma lavadora de roupas com água quente, com temperatura pelo menos acima de 50 graus Celsius. Entretanto o método mais eficaz e seguro é lavar as peças a seco, isso é o mais indicado para algumas peças de lã, seda e outras peças de tecido delicado, para evitar danos ao tecido.

Matar as traças utilizando frio

Se por qualquer motivo você não pode ou não quer lavar algumas peças de tecido afetadas pelas traças, pode tentar congelá-las. Para isso, distribua as peças em sacos plásticos, feche bem com um sistema de zip lock, ou usando uma fita adesiva. Coloque essas peças ensacadas em um freezer por uma semana, depois remova-as e areje-as.

O processo de vedação dos sacos plásticos é importante, uma boa vedação evita o congelamento e a condensação pela umidade interna do freezer, que pode danificar os tecidos.

Matar as traças utilizando calor

As larvas da traça da roupa não sobrevivem a temperaturas acima de 50 graus Celsius, portanto, é possível eliminá-las em um forno quente ou usando uma secadora de roupas.

Eliminando no forno. Para lã ou outros tecidos naturais e resistentes ao calor, ligue o forno em uma temperatura baixa, disponha as peças de tecido em uma assadeira e coloque-a na grade central do forno. Deixe agir por cerca de 30 minutos, depois remova a assadeira do forno e deixe esfriar.

Muito importante, certifique-se de não usar este método com peças de tecidos sintéticos, sensíveis ao calor ou que contenham qualquer coisa que possa estragar, como botões de plástico ou outras características sintéticas. Neste caso, mate as traças colocando as peças na secadora de roupas em temperatura alta por pelo menos 30 minutos.


Como evitar uma nova infestação de traças nas roupas

Limpe bem o local afetado pelas traças

Procure aspirar completamente o armário, a caixa, a gaveta ou outro espaço onde as peças de tecido afetadas estavam armazenadas. Durante a limpeza preste muita atenção aos cantos, ranhuras e bordas onde as traças podem encontrar uma fonte de alimento.

Terminada a limpeza, esvazie completamente o reservatório do aspirador e descarte seu conteúdo imediatamente, para não transferir o problema de um local da sua casa para outro.

Se a área infestada for acarpetada ou com tapete, aspire-a cuidadosamente e considere uma limpeza profissional se estiver muito comprometida. As mariposas, enquanto em estado de larva, não se alimentam de fibras sintéticas de carpete, mas qualquer carpete ou tapete pode fornecer fontes de alimento se contiver pelos de animais domésticos, cabelos, restos de pele e outros materiais naturais.

Além das áreas de armazenamento das roupas, as traças das roupas também podem infestar os móveis e muitas vezes podem ser encontradas embaixo e até mesmo dentro de sofás, cadeiras, poltronas e outros objetos estofados. A inspeção cuidadosa e a aspiração são as melhores maneiras de eliminá-las.

Depois de bem limpo o local, se possível borrife uma mistura de vinagre branco com água em uma proporção de um para um. Essa mistura vai entrar nas ranhuras e frestas e terminar por acabar com os ovos e com as larvas.

Também antes de colocar suas roupas de volta no armário, procure passá-las com um ferro bem quente para eliminar os ovos, é claro que tomando todo o cuidado para não queimar as roupas e nem tentar passar a ferro roupas que não possam ser passadas.

Se o cheiro não lhe causar incômodo, espalhe cravos da índia, folhas de louro e capim limão pelas gavetas e caixas, as traças detestam esses aromas.

O que causa a infestação das traças de roupas e como evitá-la?

Como já explicamos acima, além de tecidos e lãs, as larvas da traça da roupa se alimentam de peles, cabelo, pelos, penas, além de outros tecidos mesclados com essas fibras naturais. Além disso, elas também se alimentam de insetos mortos.

As mariposas colocam seus ovos diretamente no tecido ou em outro material que esteja em contato com o tecido. As larvas eclodidas dos ovos se alimentam desses materiais, formando o casulo em sua volta e provocando danos e deixando buracos no tecido na medida em que se alimentam.

As traças geralmente são levadas para dentro de casa em objetos infestados que são colocados perto de outra fonte de alimentação, por exemplo, roupas de lã, restos de pele e cabelos. As traças das roupas são mais atraídas por tecidos manchados ou com manchas de suor ou resíduos de urina. Isso ocorre porque essas manchas fornecem às larvas os nutrientes de que precisam, como vitamina B e sais minerais.

Como as traças da roupa ficam em lugares escuros e se escondem quando perturbadas, muitas vezes não são notadas até terem danificado o tecido que infestam. Os sinais mais óbvios da presença da traça da roupa são buracos, teias ou casulos de larvas secos.

As condições climáticas ideais para o crescimento, a atividade e a proliferação da traça da roupa são o calor e a umidade, portanto, as traças são menos comuns em lugares de climas secos. Apesar delas serem mais ativas em lugares de clima quente, as temperaturas mais baixas não necessariamente as matam, apenas retardam sua infestação e desenvolvimento.

Como prevenir a infestação da traça da roupa

Se você já passou por uma infestação de traças de roupas e quer evitar que elas retornem, depois de controlar com sucesso, tente evitar que voltem utilizando algumas estratégias básicas.

Evite atraí-las com comida e esconderijos, para isso, sempre limpe cuidadosamente as roupas de fibra natural e outros tecidos que possam alimentá-las antes de colocá-los em armazenamento de longo prazo, como as roupas que ficam guardadas de uma estação para outra.

Não guarde nesse espaço roupas usadas e não lavadas adequadamente, com suor ou óleos corporais. Armazene peças valiosas ou que você tem grande estima em sacos lacrados a vácuo ou em recipientes herméticos, como caixas de plástico que tenham todas as aberturas e costuras seladas com fita adesiva.

Limpe os armários de roupas com frequência e inspecione rotineiramente para ver se há sinais de traças. Sempre lave as roupas usadas antes de guardá-las. Faça um rodízio com as roupas dentro do armário para garantir que algumas peças não fiquem por muito tempo nos cantos escuros.

Roupas e outros itens usados ​​com frequência são menos suscetíveis à infestação das traças devido à aversão das mariposas à luz e ao movimento. Procure guardar as roupas de festa que você usa com pouca frequência, mas mantém no armário, em sacolas de plástico com todas as aberturas lacradas com fita adesiva ou com zip lock, evite guardá-las em sacos de tecido.

Naftalina funciona para acabar com as traças de roupa?

As bolinhas de naftalina podem sim ser eficazes para matar as larvas da traça das roupas, mas para que funcione as condições devem ser adequadas. As bolinhas devem ser usadas em uma área pequena e fechada, como um baú, uma gaveta ou uma caixa que não seja aberta com frequência e nem ventilada.

O segredo da naftalina é aquele cheiro forte que impregna o espaço pequeno, portanto ela não funciona na maioria dos armários, que são abertos com frequência e mais arejados. Além disso, naftalina é um veneno, as bolinhas de naftalina são perigosas para crianças e animais de estimação, portanto devem ser utilizadas com muito cuidado.

Considerando ainda que o cheiro que fica impregnado em um tecido que ficou muito tempo em contato com a naftalina é muito desagradável, nem sempre ela é a melhor indicação para acabar com as traças, mas sim a limpeza e cuidados rotineiros que citamos acima.


Se você gostou destas dicas, provavelmente também vá gostar dessas:
Utilizando vinagre para acabar com o mau cheiro
Descubra 4 métodos infalíveis para desentupir, ou evitar o entupimento da pia da cozinha
Como desencardir suas roupas gastando pouco
Itens que todo mundo deveria ter em casa para facilitar as tarefas do dia a dia
Você sabe que o mofo causa doenças?
Pets: Como tirar o cheiro de xixi do sofá?
20 ideias práticas para você usar e abusar das toalhas de mesa de fibra de coco

Compartilhe...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *