Descubra 11 hábitos das pessoas verdadeiramente felizes

Compartilhe...
Tempo estimado para leitura: 7 minutos

hábitos de pessoas felizes

Quais são os hábitos das pessoas felizes?

Geralmente quando pensamos em felicidade, o que nos vem à cabeça são as coisas que nos proporcionam prazer imediato, como uma comida deliciosa, um livro interessante ou um dia de férias relaxante em uma praia paradisíaca.

Eventualmente esses pequenos prazeres nos proporcionam felicidade, mas uma felicidade temporária.

Entretanto, segundo um estudo realizado na Universidade da Pensilvânia, a verdadeira felicidade, ou satisfação com a própria vida, funciona de uma forma um pouco diferente.

Segundo esse estudo, nossos hábitos criam felicidade mais do que qualquer outra coisa na vida.

11 hábitos que vão te deixar mais feliz

Segundo um estudo realizado pelo psicólogo Martin Seligman, da Universidade da Pensilvânia, EUA, que classificou centenas de pessoas em três grupos com base em como elas buscavam a felicidade, é possível associar os hábitos com a felicidade.

Portanto, com esse estudo ele pretendeu descobrir quais eram os hábitos das pessoas felizes.

Grupo 1 – A Vida Agradável

As pessoas em busca da vida agradável buscam a felicidade procurando por prazeres. Elas dedicam-se a saborear o momento e fazer seus prazeres durarem. Essas pessoas são frequentemente descritas como “caçadoras de emoções”.

Grupo 2 – A Vida Engajada

As pessoas que buscam a vida engajada procuram a felicidade trabalhando arduamente em suas paixões. Elas mergulham tão profundamente nesse objetivo que às vezes parecem pessoas frias e indiferentes.

Entretanto, para esse grupo, o tempo voa à medida que experimentam um estado de envolvimento total.

Grupo 3 – A Vida Significativa

As pessoas em busca da vida significativa usam seus pontos fortes para trabalhar em direção a algo que acreditam contribuir para um bem maior. Assim. esse bem maior as motiva profundamente.

Conclusão da pesquisa sobre felicidade

Com essa classificação, Seligman concluiu que as pessoas que buscavam a Vida Agradável alcançavam pouca felicidade, enquanto aquelas que buscavam a Vida Significativa e a Vida Engajada eram muito felizes.

Embora esse estudo seja único, portanto, sem outro estudo que comprove essa conclusão, ele mostra que a forma como as pessoas concentram a sua energia e atenção tem um grande impacto em sua felicidade.

As pessoas que buscaram a vida engajada e a vida significativa tinham algo importante em comum, elas eram profundamente apaixonadas e usavam seus pontos fortes para melhorar a si mesmas e o mundo ao seu redor.

De fato, as pessoas felizes são muito intencionais. Portanto, se você concorda com isso e quiser seguir os passos dessas pessoas, aprenda a incorporar os hábitos abaixo em sua vida.

Adotar essas estratégias não irá apenas aumentar sua felicidade, isso também fará de você uma pessoa melhor.

Crie a sua própria felicidade

Não fique esperando ser feliz. Cada segundo que você perde esperando pela felicidade é um segundo que você poderia estar usando para criá-la. Adicione em sua vida os mesmos hábitos das pessoas felizes.

As pessoas mais felizes não são as mais sortudas, ricas ou bonitas, as pessoas mais felizes são aquelas que se esforçam para serem felizes. Se você quer criar sua própria felicidade, você deve começar por torná-la uma prioridade.

Há pessoas que trabalham muito para evitar decepcionar as outras pessoas, mas muitas vezes fazem isso às custas de sua própria felicidade.

pessoa feliz

Cerque-se das pessoas certas

A felicidade contagia. Portanto, cercar-se de pessoas felizes além de criar confiança e estimular a criatividade, é muito divertido.

Conviver com pessoas negativas e pessimistas tem o efeito oposto, pois o que estas pessoas buscam é que as outras se juntem a elas em seu pessimismo para que possam se sentir melhores consigo mesmas.

Faça a seguinte analogia, se uma pessoa estivesse fumando, você ficaria sentada o tempo inteiro ao seu lado inalando a fumaça do seu cigarro?

Durma o suficiente

Se formos relacionar aqui todos os estudos que comprovam a importância do sono em nossa vida você precisaria de muito tempo para acabar de ler.

A importância do sono para melhorar o nosso humor, foco e autocontrole é inegável. Quando você dorme, seu cérebro se recarrega, removendo proteínas tóxicas que se acumulam durante o dia como subprodutos da atividade neuronal normal.

Uma noite bem dormida garante que você acorde mais alerta e lúcido. Sua energia, atenção e memória ficam comprometidas quando você não não tem um sono de qualidade. A privação do sono também aumenta os níveis de hormônio do estresse, mesmo sem um motivo estressor presente.

As pessoas felizes fazem do sono uma prioridade, porque isso às faz se sentirem bem e sabem como se sentem mal quando são privadas de uma noite bem dormida.

Viva o momento presente

Você nunca vai atingir todo o seu potencial até que aprenda a viver sua vida no presente. Não importa o que aconteceu no passado, ele não pode ser mudado, assim como a ansiedade do presente não poderá mudar o futuro.

É impossível ser feliz se você está sempre com o pensamento no futuro e for incapaz de abraçar totalmente a realidade, seja ela boa ou ruim, do momento presente.

Para viver bem o presente você precisa aceitar seu passado. Ou seja, se você tiver situações mal resolvidas no passado, ele estará sempre no seu presente e criará um futuro que refletirá a mesma situação.

Além disso, aceite a incerteza do seu futuro. A preocupação com o futuro não deve dominar o seu presente. Lembre-se que a preocupação não está no topo dos hábitos das pessoas felizes.

Há uma frase atribuída a Mark Twain que é mais ou menos assim: “Preocupar-se é como pagar uma dívida que não é sua”.

Aprenda a amar a si mesmo

A maioria das pessoas não tem dificuldades em se encantar com as boas qualidades das outras pessoas, mas ao mesmo tempo pode achar difícil apreciar as suas próprias qualidades.

Aprenda a aceitar quem você é e a apreciar seus pontos fortes.

Estudos demonstram que pessoas que têm a autoestima elevada também têm um aumento no número de escolhas saudáveis ​​que fazem, têm uma melhora na saúde mental e têm diminuída a tendência a procrastinar.

Agradeça o que você tem

Tirar um tempo para contemplar o que você é grato não é uma frase de efeito. Fazer isso também melhora o humor, porque reduz o hormônio do estresse cortisol em 23%.

Uma pesquisa realizada na Universidade da Califórnia descobriu que as pessoas que trabalhavam todos os dias para cultivar uma atitude de gratidão experimentavam melhora no humor, energia e bem-estar físico.

Segundo essa pesquisa, é provável que níveis mais baixos de cortisol tenham desempenhado um papel importante nisso.

Faça exercícios

Colocar seu corpo em movimento por apenas 10 minutos libera ácido gama-aminobutírico (GABA). Esse ácido é um neurotransmissor que faz o seu cérebro se sentir aliviado e mantém você no controle de seus impulsos.

Portanto, as pessoas felizes programam exercícios regulares e os seguem porque sabem que isso traz grandes dividendos para seu humor.

Perdoe, mas não esqueça

Há um provérbio chinês que diz mais ou menos assim: “Me engane uma vez, vergonha para você, engane-me duas vezes, vergonha para mim”.

Muitas pessoas felizes levam consigo esse lema. Elas perdoam para evitar que o rancor faça mal à sua saúde, mas nunca esquecem.

As emoções negativas que acompanham o rancor são, na verdade, uma resposta ao estresse. Manter esse estresse pode ter péssimas consequências para sua saúde e humor, e as pessoas felizes sabem que devem evitar isso a todo custo.

No entanto, perdoar não significa que elas darão outra chance a quem as magoou. A má conduta das outras pessoas não afeta as pessoas felizes. Elas seguem adiante, se afastam dessas pessoas para se protegerem de danos futuros.

Aceite conviver com seus sentimentos

Tentar reprimir suas emoções não é apenas uma sensação ruim, fazer isso é ruim também para a saúde. Aprender a ter contato com seus sentimentos diminui os níveis de estresse e melhora o humor.

Um estudo sugeriu que há uma relação entre quanto tempo você vive e sua capacidade de expressar suas emoções.

Descobriu-se nesse estudo que as pessoas que viveram pelo menos 100 anos eram significativamente mais emocionalmente expressivas do que a média das pessoas.

Concentre-se no que você pode controlar

Em vez de insistir nas coisas que você não pode controlar, tente colocar seu esforço nas coisas que você pode.

Por exemplo, se vai fazer uma viagem chata a trabalho, procure distrair-se nessa viagem. Sofreu alguma lesão no esporte? Foque em outro esporte que não exija esforço da região lesionada.

Na maioria das vezes assumimos que uma limitação nos detenha e isso não é necessário. Pessoas felizes são felizes porque aceitam seus fracassos com serenidade e não porque nunca falharam.

Tenha uma mentalidade de crescimento

As atitudes que norteiam as ações das pessoas podem ser classificadas em duas categorias, mentalidade fixa ou mentalidade de crescimento.

Assim, adotando uma mentalidade fixa, você acredita que é quem você é e isso não pode ser mudado.

Em outras palavras, isso cria problemas quando você enfrenta desafios. Isso porque qualquer coisa que pareça ser mais do que você pode lidar com certeza fará com que você se sinta sem esperança de realizar.

Em contrapartida, pessoas que adotam uma mentalidade de crescimento acreditam que podem melhorar com esforço. Isso as torna mais felizes porque são melhores em lidar com as dificuldades.

Além disso, elas também superam aquelas com mentalidade fixa porque abraçam desafios, tratando-os como oportunidades para aprender algo novo.

Em conclusão, ao repetir os hábitos das pessoas felizes você só tem a ganhar. Então, o que acha de tentar?

Se você gostou desse texto, sugerimos também a leitura do texto “10 coisas que pessoas infelizes fazem”.


Leia também:
Significado espiritual dos sinos dos ventos
Dicas para atrair boa sorte mudando a forma de encarar a vida
Descubra 44 atividades divertidas para relaxar e desestressar
Como alegrar sua casa usando plantas na decoração
Saiba quais são os aromas que atraem boas energias
A importância de ter um hobby
O que significa namastê?

Compartilhe...

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *