Como limpar as plantas de dentro de casa?

Compartilhe...
Tempo estimado para leitura: 8 minutos

como limpar plantas

Como limpar plantas de casa? Todas as pessoas que cultivam plantas dentro de casa sabem que, com o passar do tempo, a poeira acaba se acumulando sobre elas. E é fundamental que elas sejam limpadas regularmente.

Embora essa tarefa de limpar as folhas possa ser tediosa, ela é muito importante para a sobrevivência saudável de nossas plantas de interiores. Uma camada de poeira sobre as folhas de uma planta bloqueará o seu acesso à luz, reduzindo sua capacidade de realizar a fotossíntese.

Qual melhor forma de limpar as folhas das plantas de interiores?

As plantas de interiores são muito populares por uma ampla variedade de razões. Elas acrescentam um toque de natureza e vegetação às nossas casas. Entretanto, para mantê-las com a melhor aparência possível e ajudá-las a prosperarem, você deve limpar as suas folhas de tempos em tempos.

Existem alguns produtos à venda para a limpeza de plantas, que conferem mais brilho às suas folhas para deixá-las com aparência mais saudável. Fuja desses produtos!

Os produtos que dão brilho às folhas, além de não embelezarem naturalmente, são maléficos para elas. As plantas respiram através de suas folhas, pelos pequenos poros chamados estômatos, e muitos desses produtos de brilho para folhas acabam entupindo esses estômatos com óleo ou cera.

Os estômatos abrem e fecham com base nas condições ambientais, ou seja, temperatura atmosférica ambiente e umidade relativa do ar, para permitir a troca de gás e vapor de água entre a planta e o ambiente. Eles se abrem para atrair dióxido de carbono e liberar oxigênio durante a fotossíntese. Eles também se abrem para permitir a evaporação da água e, dessa forma, facilitar o ciclo da umidade que entra pelas raízes e se move pela planta.

Qualquer coisa que bloqueie a abertura estomática, especialmente sujeira, ceras e óleos vai dificultar a troca de gás e vapor de água, retardando os processos da planta e impactando o seu crescimento e saúde.

As folhas das plantas são como a nossa pele

Isso é como se fosse a nossa pele, quando tem muitos resíduos bloqueando nossos poros, ficamos com manchas vermelhas e espinhas. A diferença entre a nossa pele respirar e as folhas das plantas respirarem, é que as plantas não ficarão com acnes, entupir seus poros significa asfixiá-las e, talvez, até causar sua morte.

A medida certa é limpá-las, não lustrá-las. Uma planta limpa que fotossintetiza em níveis ideais será uma planta mais saudável e plantas saudáveis são mais resistentes às doenças e infestações de pragas. Portanto, limpar periodicamente as folhas de nossas plantas de dentro de casa também dará menos trabalho com outros cuidados ao longo do tempo, além de melhorar tanto a saúde da planta, quanto o ambiente interno.

Além disso, uma aparência de alto brilho em uma planta não é boa, é muito artificial, fica parecendo uma planta de plástico. E a pior parte ainda está por vir, além da aparência não ficar natural, a manutenção futura será uma dor de cabeça.

Isso vai ocorrer porque os óleos e ceras dos produtos que provocam o brilho artificial acabam grudando no pó de uma forma grumosa que as folhas em seu estado natural não têm. Esse acúmulo de poeira tornará ainda mais difícil limpar a planta, num ciclo interminável de limpeza e polimento.

Aprenda a deixar suas plantas ainda mais bonitas

As plantas saudáveis em seu estado natural já são lindas. Para ajudar nossas plantas a terem uma melhor aparência, vamos listar a seguir algumas maneiras melhores e mais seguras de realçar sua beleza sem sacrificar a sua saúde.

A melhor maneira de limpar as folhas das plantas de de dentro de casa vai depender do tipo de planta, do tipo de folhas e da natureza da sujeira. As melhores maneiras são limpá-las com um pano, espanador ou escova, enxaguar com água, borrifá-los com uma solução diluída de sabão ou até usar ar comprimido para remover a sujeira.

Quando limpar as plantas de interiores?

A frequência com que devemos limpar as folhas das plantas de dentro de casa vai depender da quantidade de poeira existente no ar. Por exemplo, plantas de dentro de casa plantadas em áreas com estradas de terra, perto de um prédio em construção, terrenos baldios e lugares com muito vento terão que ser limpadas com uma frequência maior.

A melhor forma para saber se uma planta precisa de limpeza é esfregar os dedos nas suas folhas. Se você sentir uma camada de poeira nos dedos, ou perceber que há mais poeira sobre as folhas do que pode soprar, é o momento de limpar.

Limpe suas plantas com um pano úmido

Molhe um pano ou uma esponja e esprema bem para retirar o excesso de água. Limpe uma folha de cada vez, apoie-a com uma das mãos com cuidado por baixo e limpe, suavemente, com a outra mão. Certifique-se de limpar o lado de baixo também se perceber a presença de pragas, pois é onde elas geralmente gostam de se fixar.

Se as folhas forem muito delicadas ou muito pequenas, tente usar uma escova bem macia no lugar do pano.

Limpe suas plantas com um banho

Esse método vale para todas as plantas, mas é indicado principalmente para plantas com folhas delicadas e difíceis de limpar, para elas o banho é uma ótima opção. Para fazer isso, procure utilizar água na temperatura ambiente de dentro de casa, preferencialmente morna, pois as plantas sofrem com água quente, diferentemente de nós, mas também não gostam de água muito fria.

Passe as mãos pela folhagem e segure os ramos da planta em vários ângulos para garantir que o esguicho atinja todas as folhas inclusive a parte inferior delas. Este método funciona muito bem para samambaias, orquídeas e palmeiras.

Conforme a resistência e o tamanho de suas plantas, você pode dar esse banho com um borrifador, um pulverizador, um chuveirinho, ou até mesmo colocá-las embaixo do chuveiro.

Apenas tome cuidado de fazer e isso em um lugar que não vá fazer uma sujeira muito grande e, se for fazer no chuveiro do banheiro mesmo, observe que o solo não seja lavado também, pois, além de empobrecê-lo para o sustento da planta, isso poderá entupir os ralos e canos. Proteja o vaso ao lavar a planta dessa forma.

como limpar plantas

Limpe suas plantas com detergente e água

Outro método infalível e eficiente é fazer uma mistura de detergente líquido neutro e água. Existem duas maneiras de fazer isso: você pode mergulhar um pano macio em uma solução com detergente e sabão e limpar as folhas com cuidado ou, ensaboar as mãos com a água e o sabão e aplicá-lo suavemente na planta.

Qualquer que seja a forma escolhida, certifique-se de limpar a parte superior e inferior das folhas, pois isso também ajudará a remover pragas que tenham se fixado nelas. Certifique-se também de enxaguar bem a planta para retirar todo o sabão.

Limpe suas plantas com vinagre (ou suco de limão) e água

Misturar vinagre com água é especialmente eficaz para se livrar do acúmulo de resíduos sobre as folhas. No entanto, não exagere na sua utilização. Este método não deve fazer parte da manutenção de rotina da planta, mas apenas quando necessário, quando, por exemplo, uma planta esteja tomada por pragas ou esbranquiçada por minerais.

Misture uma colher de chá de vinagre com cerca de um litro de água. Mergulhe um pano nessa mistura, elimine o excesso de líquido e aplique suavemente em suas plantas. O vinagre é um excelente bactericida.

Como alternativa ao vinagre, você pode usar também suco de limão, cerca de ½ limão espremido por litro de água. Assim como o vinagre, o suco de limão atua como um ácido e dissolve os sais minerais grudados nas folhas. Entretanto, diferentemente da mistura do vinagre com água, o suco de limão e a água não livrarão suas plantas das pragas.

Limpe suas plantas mergulhando-as na água

Plantas pequenas podem ser lavadas segurando a base da planta no nível do solo, invertendo-a em um balde de água e agitando as folhas sob a água. Regar o solo com antecedência ajudará a evitar que o solo caia quando o vaso for invertido. Mas, você também pode enrolar filme plástico ao redor da base da planta para conter o solo durante a limpeza. Novamente, certifique-se de usar água morna e deixe as plantas secarem antes de movê-las de volta para seu lugar de cultivo.

Se suas plantas estiverem muito sujas, então você pode borrifá-las com uma mistura de água e sabão neutro diluída e depois molhá-las ou mergulhá-las em uma pia com água. Use cerca de 1/4 colher de sopa de detergente para 1 litro de água. As plantas que você não puder lavar na pia podem ser borrifadas com água limpa e morna para retirar o sabão.

Limpe suas plantas com um espanador de pó ou um pincel macio

Use um espanador de pó ou um pincel para varrer suavemente o pó que fica sobre as folhas de suas plantas. Esse método funcionará melhor para plantas maiores e frondosas, com folhas grandes e exuberantes. Além disso, cuide de limpar as partes inferiores também.

Não é recomendado esse método para plantas com samambaias, pois ele poderá romper seus esporos. Alternativamente você pode usar um pincel de maquiagem macio para plantas menores e mais delicadas.

Esse método também pode aumentar o espaçamento entre as utilizações dos outros métodos acima. Porque, além de ser muito prático, você vai usá-lo no momento em que estiver fazendo uma faxina onde a planta está sendo cultivada.

Gostou dessas técnicas? Escolhas as que achar mais adequadas para você e suas plantas e mantenha-as sempre limpas e saudáveis.

Ao efetuar qualquer limpeza em suas plantas, tenha em mente que é imperativo que você trate-as com o maior cuidado possível durante o processo. Mas não caia na tentação de aplicar produtos que proporcionam brilho artificial às folhas, lembre-se que isso poderá matar suas plantas.

Manter as folhas das suas plantas brilhantes e limpas de maneira natural também ajudará a manter as pragas afastadas. Dessa forma, você ainda pode usar esse tempo de manutenção para inspecionar as plantas quanto a danos, doenças ou quaisquer sinais precoces de uma planta que esteja sofrendo. Você também pode aproveitar esse momento retirar as folhas feias e mortas.

Conclua o trabalho de limpeza limpando também os vasos

Depois de deixar suas plantas limpas e lindas, por que não garantir que os vasos também tenham uma boa aparência para completar o visual?

Se o sal ou outros minerais formaram uma camada branca na parte externa ou na borda de um vaso, então remova a planta e limpe bem o vaso.

Lave o vaso com uma solução de alvejante (água sanitária) diluída com 1 parte de alvejante para 10 partes de água. Em seguida, esfregue o resíduo de sal com uma escova dura e lave bem o vaso antes de replantar a planta.

Evite o acúmulo futuro de minerais em seus vasos, lavando-os periodicamente e fazendo com que os solos das plantas tenham uma boa drenagem. Assim, se você começar a perceber a formação de minerais na superfície do solo do vaso, provavelmente a drenagem do vaso não esteja boa.


Leia também:
Como plantar e como cuidar de Lírios de Calla? Saiba tudo sobre essa linda flor…
Quais as plantas mais fáceis de cultivar dentro de casa?
Como plantar e como cuidar da jiboia (Epipremnum aureum)
Como alegrar sua casa usando plantas na decoração
Você sabia que produtos antibacterianos podem fazer mais mal do que bem?
Saiba quais são os benefícios de utilizar plantas na decoração da forma correta

Compartilhe...

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *