Por que é importante ter esperança?

Compartilhe...
Tempo estimado para leitura: 6 minutos

mulher com esperança

Por que é importante ter esperança? Nesse texto vamos explorar ao máximo esse sentimento que todos devemos ter.

Afinal, por que a esperança importa? Resumidamente podemos afirmar que esperar que possamos melhorar as coisas é o segredo para fazê-lo.

Desde os laços tênues que conectam as pessoas até a vulnerabilidade sempre presente que compartilhamos como humanos no mundo caótico atual, nossas vidas estão sempre na iminência de uma possível catástrofe.

Coisas ruins, ou até trágicas, como acidentes, doenças e mortes inesperadas acontecem com as pessoas todos os dias. No entanto, mesmo assim temos a tarefa de encontrar maneiras de avançar em um mundo onde nada é garantido.

Mas, como manter a esperança?

Primeiramente precisamos descobrir formas de contrapor o medo dos perigos oferecidos pela vida com esperança. Ou seja, nutrir um bom sentimento de que as circunstâncias sempre podem melhorar, que podemos persistir e que há tanto bem quanto mal no mundo, ou até mais.

O que a esperança faz por nós?

Antes de tudo, vamos entender a origem mitológica desse sentimento, pois ela está até na Bíblia. Vamos começar entendendo a origem da expressão “a esperança é a última que morre”.

O que significa “a esperança é a última que morre”?

Segundo a mitologia grega – que descreve a criação do homem por Zeus e pelos irmãos titãs Prometeu e Epimeteu -, Zeus ordenou que os dois irmãos criassem os mortais.

No entanto, Epimeteu era inconsequente, deixando os problemas acontecerem para depois solucioná-los. Ao contrário, Prometeu sempre avaliava cada situação antes de tomar sua decisão, antecipava-se aos fatos e era proativo.

Epimeteu criou primeiramente os animais com todos os seus dons. Mas Epimeteu usou todos os dons disponíveis nos animais. Assim, quando chegou a vez dos humanos, não havia mais dons para serem usados e Epimeteu explicou isso ao seu irmão.

Então, Prometeu se compadeceu da humanidade e roubou o fogo dos deuses e o entregou aos humanos para garantir sua segurança.

Para se vingar de Prometeu, Zeus o condenou a ficar, eternamente, amarrado ao topo do Monte Cáucaso, onde um abutre comia seu fígado durante o dia. À noite, numa rotina sem fim, o fígado se regenerava.

caixa de pandora

A caixa de Pandora

Além disso, Zeus também decidiu punir os homens, criando Pandora para ser esposa de Epimeteu.

Pandora possuía os dons da inteligência, beleza e bondade, mas também um grave defeito, a curiosidade. Sendo assim, ele ofereceu como presente de casamento uma caixa contendo todos os males do mundo e apenas um dom com a recomendação de que nunca fosse aberta.

Portanto, nessa caixa havia, além de todas as desgraças do mundo, como guerra, discórdia, e doenças do corpo e da alma, um único dom, a esperança.

Prometeu alertou Epimeteu para não se casar com Pandora e nunca abrir a caixa. Mas, como ela era curiosa abriu-a, espalhando todos os males pela humanidade.

Ao perceber o que havia feito, Pandora fechou a caixa, deixando nela apenas o sentimento bom. Portanto, essa é a origem do ditado “a esperança é a última que morre”. Ou seja, quando todos os males nos acometem, ainda resta a esperança que está guardada lá no fundo.

A esperança e a ciência

A esperança, sentimento presente desde que o mundo é mundo, agora está começando a ganhar amparo científico, isso porque está começando a revelar seu valor também em estudos científicos.

Por exemplo, segundo uma pesquisa, entre os jovens adultos com doenças crônicas, maiores graus de esperança estão associados a melhor enfrentamento, bem-estar e engajamento em comportamentos saudáveis​​.

Está provado também que a esperança protege contra a depressão e o suicídio. Entre os adolescentes, a esperança está ligada à saúde, qualidade de vida, autoestima e senso de propósito.

homem hospitalizado com esperança

A esperança nos ajuda a continuar

Outras pesquisas indicam que a esperança pode nos ajudar a gerenciar o estresse e a ansiedade ao lidar com as adversidades.

Ela também contribui para o nosso bem-estar e felicidade e motiva ações positivas. Pessoas esperançosas acreditam que podem alcançar seus objetivos e que seus esforços podem ter um impacto positivo.

Elas também são mais propensas a fazer escolhas saudáveis ​​para se alimentar melhor, se exercitar, ou fazer outras coisas que os ajudarão a se mover em direção ao que esperam.

Sendo assim, a esperança é um fator essencial para desenvolver maturidade e resiliência.

Esses benefícios também se estendem às pessoas de idade mais avançada, à medida que as situações de saúde frágil começam a aumentar.

Em certos momentos da vida nossos corpos sofrem reveses, assim como acontecem contratempos na nossa vida, como perder o emprego, relacionamentos ou membros da família.

Assim, se nossos desafios no início da vida adulta estão tão frequentemente relacionados ao crescimento e desenvolvimento de adultos saudáveis, a vida posterior pode ser pensada como um período de consolidação e aceitação de quem somos, mesmo quando o corpo físico declina e as circunstâncias mudam para pior.

A esperança é uma proteção e um caminho

A esperança pode ser um protetor particularmente poderoso contra o medo de uma doença crônica que oferece risco de vida.

Mas ela não necessariamente precisa se concentrar em uma cura para ser útil, embora essas aspirações sejam atraentes. Acima de tudo, ter esperança, mesmo quando enfrenta uma doença que provavelmente acabará com sua vida, faz uma pessoa encontrar alegria ou conforto.

Ela pode ser alimentada e ter foco em alcançar alguns marcos na vida, como conhecer netos ou fazer uma viagem dos sonhos.

Ela pode ser encontrada em momentos de serenidade, afinal, o que é felicidade senão um reconhecimento de que podem haver coisas boas em nossas vidas, mesmo em circunstâncias desafiadoras?

Por fim, a esperança pode ser uma opção para administrarmos eventos que parecem intransponíveis em nosso caminho.

Ou seja, um grande revés na vida, um acidente grave, acompanhar os últimos dias de vida de uma pessoa querida, ou mesmo nossos últimos meses vivendo com uma doença fatal podem ser momentos em que a esperança de conforto ou alívio serve como um caminho de um estágio para o próximo.

mulher observando o horizonte

Mas, o que é a falsa esperança?

Apesar da esperança ser comprovadamente um sentimento que faz bem, em contrapartida, a falsa esperança pode ser uma armadilha.

Quando baseada no realismo a esperança serve a muitas funções positivas, no entanto, ter esperança muito além do possível é uma receita para uma eventual decepção e desilusão.

Isso porque expectativas irreais podem impedir que as pessoas abracem momentos de conforto e alegria no aqui e agora, enquanto continuam a olhar à distância em direção a uma miragem.

Da mesma forma, concentrar-se em expectativas irreais também pode impedir que as pessoas façam escolhas realistas sobre tópicos importantes, como a tomada de decisões sobre sua saúde.

Sendo realista, algumas vezes pesar a qualidade de sua vida e os possíveis caminhos para uma boa morte pode ficar em segundo plano em relação a fazer o máximo possível para evitar a morte.

Como alimentar a esperança?

Pelo que podemos concluir, a esperança é um componente essencial para nosso bem-estar, então, o que fazer quando ela nos faltar?

Primeiramente, uma opção é começar praticando a gratidão. Passar alguns minutos todos os dias relacionando os aspectos positivos e as vitórias alcançadas na vida é uma boa forma.

Comemorar mesmo as pequenas conquistas é essencial. Por exemplo, curtir um momento de serenidade ao sol ou as endorfinas de uma caminhada rápida na redondeza pode ter um impacto enorme.

Outra opção é visualizar ativamente maneiras realistas de melhorar a situação que a vida apresenta. A dor e o desconforto geralmente diminuem, assim como tristezas profundas tendem a passar com o tempo.

Em todos esses casos, a ação de reagir positivamente é escolher ter esperança, mesmo diante de sua aparente ausência.

Qual a diferença entre esperança e desejo?

O que é Esperança? Existem várias definições de esperança e muitos fatores que contribuem para adotar uma mentalidade esperançosa.

Uma dessas definições é que a esperança é alimentada por sentimentos positivos e ações inspiradas. Ou seja, os sentimentos positivos nos ajudam a permanecer esperançosos enquanto trabalhamos em direção aos nossos objetivos.

Assim, a soma dos sentimentos e das ações para atingi-los é o que diferencia a esperança do desejo.

Conclusão

Junto com a esperança vem a possibilidade de conseguir algo melhor. Ou seja, ter esperança implica em acreditar que existe a possibilidade de um futuro melhor.

Segundo o famoso pesquisador e psicólogo norte americano Charles R. Snyder, a esperança aparece no pior momento possível, quando as coisas estão terríveis e difíceis, mas pode nos manter em movimento durante esses momentos difíceis.

A esperança não é um exercício passivo de desejo, mas uma abordagem ativa da vida, que surge quando há algo que queremos quando temos um objetivo claro em mente.

Assim, embora possa ser difícil alcançar um objetivo, desenvolveremos um plano para nos aproximar de onde queremos chegar.


Leia também:
10 coisas que pessoas infelizes fazem
Dicas para atrair boa sorte mudando a forma de encarar a vida
Descubra 44 atividades divertidas para relaxar e desestressar
Descubra 11 hábitos das pessoas verdadeiramente felizes
15 Plantas que protegem a casa e atraem energia positiva

Compartilhe...

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *