Kombucha, como fazer? – Parte II

Este é o sexto texto da nossa série sobre alimentos probióticos e é a continuação do texto que ensina os procedimentos para a primeira etapa de fermentação. Nesse texto você também poderá acessar o primeiro texto da série que introduz ao assunto probióticos, e, a partir dele, todas as outras postagens na medida em que forem publicadas. Nessa postagem nós continuaremos a explicação sobre como você pode preparar seu kombucha.

Como explicamos acima, esse texto é também a continuação do processo de preparo do kombucha, portanto para conhecer o processo desde a primeira etapa da fermentação, você deve começar lendo o texto “Kombucha, como fazer? – Parte I“.

Também como explicamos anteriormente, o kombucha é uma bebida probiótica obtida através da fermentação de um chá adocicado por uma colônia de bactérias e leveduras (chamada de SCOBY). Esta bebida requer um processo de preparo que é composto por duas fermentações diferentes – ao contrário de outros probióticos, como o kefir, no qual há apenas um período de fermentação.

É bem verdade que ao final da primeira fermentação você já terá o kombucha, e poderá fazer o consumo normal da bebida sem qualquer prejuízo. Entretanto, a maioria das pessoas opta por fazer a segunda fermentação, pois é o momento em que o kombucha pode ser personalizado com outros elementos que lhe conferirão sabores e aromas mais agradáveis, tornando-o uma bebida muito mais desejável e saborosa.

Não é por acaso é que o kombucha se tornou o novo queridinho das pessoas que mantém e estimulam um estilo de vida mais saudável e fitness, pois além de oferecer diversos benefícios para a saúde, é saboroso e pode ser utilizado para substituir refrigerantes e sucos em lanches e refeições.

Para a segunda fermentação do kombucha você precisará repartir o seu kombucha fermentado anteriormente em recipientes menores, podendo utilizar desde garrafinhas até potes de vidro de conserva, desde que sempre devidamente higienizados com água fervente.

Nestes recipientes você colocará o kombucha, o ingrediente que você quer utilizar para dar sabor à bebida e uma pequena quantidade de açúcar para facilitar a fermentação, mas isso é opcional. É importante frisar que a segunda fermentação do kombucha é realizada sem o SCOBY (colônia de bactérias e leveduras). Lembre-se que kombucha é o líquido resultante e não os microrganismos.

Esse é o SCOBY (colônia de bactérias)

Como exemplo de preparo vamos utilizar a receita do kombucha de gengibre. Para fazê-lo você precisará de:

  1. 1,5 litros de kombucha;
  2. 100 gramas de gengibre;
  3. 1 limão;
  4. açúcar demerara ou mascavo.

Depois de higienizar todos os ingredientes, descasque o gengibre e corte em fatias finas. Divida as fatias de gengibre entre os recipientes e acrescente o suco de 1 limão, sem as sementes e os gomos, e uma pontinha de uma colher de chá de açúcar em cada recipiente.

Em seguida cubra com o kombucha, deixando o mínimo de ar possível dentro dos recipientes, que deverão ser fechados hermeticamente com uma tampa (não com pano ou papel, como na primeira fermentação).

Deixe descansar entre 3 e 5 dias, dependendo das condições do tempo (em temperaturas mais elevadas a fermentação acontecerá de forma muito mais rápida do que em dias frios de inverno).

Você também poderá fazer esta segunda fermentação dentro de uma garrafa pet, ainda que esta não seja uma prática muito recomendada devido a dificuldade de assegurar-se que a garrafa pet está devidamente higienizada em seu interior, sem resquícios da bebida que anteriormente a preenchia.

Após a segunda fermentação, obteremos o kombucha saborizado, que poderá ser guardado na geladeira por até 10 dias, período após o qual deverá ser desprezado. É muito importante ressaltar que o kombucha saborizado não deve ser utilizado para a fermentação de um novo kombucha – utilize sempre o produto da primeira fermentação, nunca o da segunda.

Para ter acesso à toda a série que publicamos sobre probióticos e dominar melhor esse assunto, recomendamos você começar pela leitura do primeiro texto: O que são probióticos.

Leia também as outras postagens dessa série: (cada texto sobre o assunto será listado abaixo na medida em que for publicado)
O que são probióticos
O que é kefir
Kefir, como fazer?
O que é kombucha
Kombucha, como fazer? – Parte I
Kombucha SCOBY, onde obter? Como cultivar?
Kombucha, como cuidar de seu SCOBY
O que é jun?
Jun, como fazer?
Kombucha de café (Koffucha) – Parte I
Kombucha de café (Koffucha) – Parte II
Saborizando seu kefir de água
Sugestões de sabores para kefir de água

Se você gostou desse assunto, provavelmente também vá gostar dessas outras postagens:
Pipoca, saiba mais sobre esse rico alimento
A jardinagem e a saúde física e mental
Aprenda 8 dicas excelentes para melhorar a sua memória
O versátil, nutritivo e delicioso manjericão
As vantagens de ter uma horta em casa
Citronela funciona para espantar mosquitos?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *